desencontrando

Categoria: educação


13:02 · 09.11.2011 / atualizado às 13:02 · 09.11.2011 por

Bombou na Web – Vejam debate entre socialites de São Paulo sobre vários temas, incluindo a USP, #OccupyWallStreet, a Primavera Árabe. Veja e diga se você concorda com elas:

Via TV Folha.

20:32 · 31.10.2011 / atualizado às 13:30 · 01.11.2011 por
O pedido de anulação foi formulado pelo Procurador da República Oscar Costa Filho

A decisão é de 1a instância, mas vale para todo o Brasil. Das 14 questões que causaram forte polêmica em todas as mídias sociais e convencionais do Exame Nacional do Ensino Médio, 13 foram anuladas há pouco por decisão de 1a instância do Juiz Federal Luiz Praxedes da Silveira, da 1a Vara Federal no Estado do Ceará. Conforme já tinha anunciado o INEP, autarquia pública responsável pelo Exame, a decisão será questionada junto ao Tribunal Regional Federal da 5a Região, em Recife. A decisão veio nos autos de uma Ação Civil Pública promovida pelo Ministério Público Federal no Estado do Ceará, através do Procurador Oscar Costa Filho (foto).
As questões anuladas são as de número 32, 33, 34, 46, 50, 57, 74 e 87, do 1º dia; 113, 141, 154, 173 e 180, do 2º dia, sendo todas do caderno amarelo.
A repercussão é imediata nas mídias sociais, mormente em redes sociais como Twitter e Facebook, onde a notícia da anulação das questões já se torna tendência. Muitos dos estudantes, apreensivos com a possibilidade de anulação de todo o concurso, utilizam a hashtag #ENEM para comentar sobre o Exame no Twitter.
Não há mais detalhes sobre a decisão do magistrado, mas em função de seu caráter público logo a íntegra da decisão deverá estar disponível no site da Justiça Federal no Estado do Ceará, pelo que em breve atualizaremos aqui com a cópia da mesma.
Essa nova polêmica em torno do Enem, em função de um alegado vazamento de questões no Colégio Christus, em Fortaleza, levou a vários desdobramentos na internet, inclusive uma nova onda de comentários xenófobos contra nordestinos, motivando inclusive a Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Ceará, a se posicionar contra os autores de tais comentários e denunciá-los ao Ministério Público Federal, segundo declaração recente do Presidente da OAB/CE Valdetário Monteiro.
Atualização: O Ministério Público, através do Procurador Oscar Costa Filho, confirmou hoje que irá insistir na anulação também da questão 25 (caderno Amarelo), da Prova do Enem 2011. Foi a única questão que a Justiça Federal não anulou na Ação Civil Pública movida contra o Exame. Saiba mais aqui.

Pesquisar
Posts Recentes

10h03m#PazNoClássicoRei

08h03mA tutela excessiva do estado e as mídias sociais

07h02mA Programação do Desencontro 2012

05h02mEntrevista Sobre o Desencontro 2012

11h02mAngry Birds Já disponível para jogar no Facebook

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs