Desenroladas

Categoria: Fashion Rio


22:17 · 19.04.2013 / atualizado às 23:08 · 19.04.2013 por

Enquanto estávamos por aqui enlouquecidas com o Dragão Fashion, lá na cidade maravilhosa acontecia o Fashion Rio. E quem novamente encerrou a programação de desfiles da semana de moda carioca foi a marca rocker-cool Ausländer, que costuma trazer para a passarela personalidades underground, como o Zombie Boy e o modelo andrógino Andrej Pejic. A escolhida dessa temporada foi a modelo russa Anja Konstantinova (ou @anjak no instagram).

desfile-auslander-fashionrio-verao2014-001auslanderverao2014Imagens: FFW

A coleção foi inspirada no polêmico Hedi Slimane (fotógrafo e atual diretor criativo da YSL), após o estilista da marca carioca encontrar suas fotos no instagram. Assim como na página do fotógrafo, em que as fotos são predominantemente preta e branca, a Ausländermostra que o verão não precisa ser necessariamente todo colorido e feliz. O verão pode ser preto e branco. Nas peças, grafismos, estampas geométricas e um animal print que foge do clichê, com imagens de tigres que aparecem misturados entre listras e flores. A marca ousou ainda em usar o neoprene em peças de alfaiataria, como em um blazer. Nos acessórios, uma brincadeira com acrílico e espelhado que ficou muito interessante.

8663795094_ffd4133f19_b 8662696749_a262229b2d_b 8662696925_69cdbf98bd_b 8663795486_c830a26318_b 8662697101_fe09b77dc1_bCampanha verão 2014 Auslander/Fotos: Andre Nicolau

Mas voltando a estrela do desfile, com apenas 1,63 metros (altura bem fora do padrão das modelos de passarela), Anja conseguiu chamar a atenção do mundo da moda por sua personalidade marcante, ousadia e estilo próprio. Os cabelos platinados e sobrancelha bem rala deixam a imagem da Anja bem forte, sendo comparada até a Kate Moss. Antes de ser a musa da Ausländer, a modelo  já estrelou campanhas da  Wildfox e editoriais para edições das revistas Oyster, Vogue Japão e Itália, Tangent e Pipeline, tendo sido fotografada por nomescomo Terry Richardson, Ellen Von Unwerth e Greg Kadel (para quem posou na Vogue italiana).

anjadesenroladas

O estilo da modelo também não é pautado por grifes, it-bags e afins. A loira mostra sua personalidade com paças que garimpa por brechós ou lojas de rua em que consegue encontrar bons achados.  “Gosto de achados, não de labels. Não sou o tipo de modelo que circula em jeans apertados e grifados, com salto fino. Posso entrar em uma loja e comprar os sapatos da minha vida, usados, por US$ 5”, contou para a Vogue Brasil.

Em Fortaleza, é possível encontrar peças da Ausländer na loja Full Finyl (Av.Dom Luis, 685 Loja 06). 3268-3706.

11:20 · 12.11.2012 / atualizado às 11:22 · 12.11.2012 por

O Fashion Rio pode não carregar a poesia dos desfiles conceituais de São Paulo, mas a bossa carioca que passeia pelas salas e corredores do Píer Mauá são definitivamente encantadoras. E, se São Paulo mostra toda a arte e conceito envolvidas em uma coleção de moda, o Rio de Janeiro apresenta tudo aquilo que a gente quer usar já, agora, nesse minuto.

Sendo assim, já que o Fashion Rio tem mesmo cara de comercial, selecionei alguns looks que eu gostaria de já ter no meu guarda-roupa (ainda que o inverno passe longe de Fortaleza).

Herchcovitch

O estilista inspirou-se no Peru e ainda bebeu na fonte das formas dos anos 60. O colorido andino, as texturas e os volumes trouxeram uma coleção de encher os olhos e que não se perdeu nas referências. Para ir já para o closet: as camisas estampadas, saias de diferentes comprimentos e a textura resinada. Dúvida: a pochete é o novo hype?

 

Espaço Fashion

Oversized e com cara de conforto, a Espaço Fashion apresentou uma coleção inspirada nas cartas de tarô. As estampas com bastante xadrez deixavam evidente a influência, mas foram as formas  e  modelagens que conquistaram meu coração. O couro furadinho, o recorte na saia longa, a blusa ampla com minisaia são ótimas inspirações para o inverno. Pode vir tudo aqui pra casa!

Ausländer

Por último, o meu grande e verdadeiro amor. Não tem jeito, sempre que penso nas atuais marcas que desfilam no Fashion Rio, a que eu fico mais ansiosa para ver a coleção é a Ausländer. Por toda essa pegada rock´n´roll que me identifico, pela moda fácil de incorporar e pelo desejo imediato que ela causa. A marca afirmou que iria mostrar o “lado belo do sombrio“, ou  “Creepy Wood” e acertou em cheio. O tricô da cerveja Bud, calça estampada com camisa transparente e colar poderoso, t-shirts, saias com fendas e blusas cropped… tudo, tudo eu queria agora para usar amanhã! E agora pergunto, quando finalmente teremos Ausländer novamente em fortaleza?

Fotos: FFW
11:51 · 28.05.2012 / atualizado às 11:52 · 28.05.2012 por

Dá o play e, enquanto carrega, vai lendo o que a gente achou do desfile da Reserva.

Sábado a noite, recebo uma mensagem no celular. “Procura vídeo do desfile da Reserva. Foi fantástico. Uma performance com teatro, música e flash mob“. Era a jornalista Naiana Rodrigues, minha colega de Diário do Nordeste, que está no Rio de Janeiro acompanhando o Fashion Rio. Horas antes, ela reclamava da exaustão das coberturas de uma semana de moda. É assim mesmo, quem sai da sua cidade para passar uma semana assistindo a sequência de desfiles em temporadas fashion costuma ficar  exausto, estressado e cansado de assistir a tantos “mais do mesmo”. E aí foi o momento de glória da marca Reserva, ao apresentar um desfile-show cheio de graça para encerrar o Fashion Rio.

A apresentação tinha vibe “A grande família”, com um sofá e uma enorme mesa de jantar na passarela. Atores e atrizes passeavam, se divertiam, contracenavam em um grande ensaio da vida real. O desfile mostrou que a moda acontece no cotidiano  e não só nos catálogos contruidos com uma imagem de perfeição. E se  entendemos que a moda está presente em nosso dia a dia, o desfile da Reserva aliou as coloridas roupas a um contexto muito mais próximo da gente, muito mais real. Sem “carão” das modelos, a pessarela virou um espaço onde é possível se divertir, como por exemplo quando a marca brinca e faz  referência  ao episódio da “queda” de Ana Claudia Michels na temporada passada. E o que dizer da trilha? se estivesse lá, certamente levantaria para dançar quando Jackson Five começou a tocar. Como só vi de casa, acompanhei estalando os dedos enquanto Michael Jackson e seus irmãos cantavam “The Love You Save” como trilha para o encerramento do desfile.

Quando a moda, o teatro e o humor se unem em um mesmo espetáculo, a apresentação da Reserva dá um sopro de ânimo em quem admira a moda como arte. E sendo arte, alia-se à todas as outras para mostrar que não há limites para a criatividade.

Bom, mas eu não estava lá e não pude sentir na pele todo o desfile. Sendo assim, abrimos espaço para que a própria Naiana nos conte o que achou. Vai Naiana:
Fotos: Marilia Camelo

Com um conteúdo simples e uma forma ousada, a Reserva encerrou o último dia de Fashion Rio levando alguns fashionistas às lágrimas. A idéia de elaborar uma performance misturando teatro, dança e até mesmo um flash mob tendo a família como tema central foi uma maneira pra lá de criativa para expressar o conceito que guia a marca há algumas coleções: o cotidiano.  Porém, a proposta parece que não foi de todo compreendida por alguns especialistas da área que se resumiram a observar o vestuário pura e simplesmente e ressaltar a urbanidade dos looks femininos, uma novidade no catálogo da marca, em detrimento da esportividade do guarda-roupa masculino.

O investimento nos elementos cenográficos e performáticos pode até mesmo ser considerado por alguns como uma estratégia inteligente de desviar a atenção dos manequins que não traziam grandes inovações em termos de tendências. Contudo, se seguirmos essa linha de raciocínio que, para os pessimistas pode ser um mascaramento da fragilidade da grife, ainda assim encontraremos um fator positivo forte: uma ação de marketing bem sucedida.  Todo o espetáculo montado pela Reserva foi também uma maneira de apresentar a expansão de seu público alvo. O masculino esportivo se expandiu primeiro para o público infantil, também masculino, e agora atinge ainda mulheres, adultas e crianças.

E nada melhor que reunir todos eles em uma grande mesa de jantar, em um encontro entre diferentes gerações de uma família. Reconhecendo inclusive que a própria idéia de família hoje não é mais a mesma. E, para isso, mostrou o beijo lésbico que as telenovelas da Globo (que se fez presente no desfile com a vinheta do Jornal Nacional lembrando que era hora da família se reunir) mesmo ensaiando muito, ainda não tiveram coragem de mostrar explicitamente.

O fato é que a Reserva foi muito feliz nas escolhas para apresentação de sua coleção de verão. Ela mexeu com a memória afetiva da platéia, reconstruindo os espaços de uma casa com elementos retrôs, como a TV original da década de 50 e o aparelho de jantar refinado posto a mesa. Despertou o sentimento de família ainda com crianças brincando com os pais na sala de estar, os amigos conversando e colocando modelos/atores mesclados a platéia, que, ao levantarem e entrarem na passarela, mostravam que nós, platéia, também podíamos fazer parte dessa família, seja ela a família Reserva (olha o marketing agindo) ou a família contemporânea, que não perdeu o hábito de marcar seus momentos especiais também por meio do vestuário.

Mais um acerto: a união entre o elemento comercial e os conceitos atuais, agradando assim desde aos fashionistas que se encantaram, aos críticos de plantão ou simplesmente a pessoas como essa repórter, que teve mesmo muita vontade de sair dançando junto com os modelos, graças a trilha sonora com clássicos dos anos 70, 80, 90 e 2000.

Para ser melhor, só faltou mesmo colocar um cachorro de estimação na passarela!
Naiana Rodrigues, jornalista e professora

Ufa! É que é assim, quando a gente se empolga com alguma coisa, quer logo contar pra todo mundo. Quem leu até aqui e também curtiu o desfile?

20:25 · 27.05.2012 / atualizado às 20:25 · 27.05.2012 por

No line-up do Fashion Rio, o desfile da Auslader Haus costuma ser um dos que eu mais espero assistir. O espírito jovem e rock’n’roll da marca me conquista e costuma despertar em mim um desejo de ter todas as peças em meu guarda-roupa. Porém, com o verão 2013 isso não aconteceu. A Auslander apresentou um coleção mais glamourizada e se rendeu aos candy colors.

Conjuntinhos estampados de print floral digital. Paletó sem mangas vieram combinados com uma camiseta divertida. É o romantismo que a marca faz  ganhar ares de moderninho.
Mas foram vários grupos visuais explorados pela  Auslander. Além do floral e as candy colors, a modelagem anos 50 também faz parte da coleção. Hot pants e as transparências dão o tom sexy.

Mas a grande estrela mesmo do desfile foi o dourado metalizado. Presente nos acessórios, sapatos e tecidos, o brilho dava o tom “rockstar no tapete vermelho” da coleção. Por uma preferência absolutamente pessoal,  foi aí que o desfile finalmente me fez encher os olhos.

Sob o som de “We Are Young”, a marca mostrou mesmo foi uma cara mais madura e séria. Fico então com as camisetas (como a de “Avengers”ou com frases divertidas nas fotos acima), o tricô e a calça dourada como favoritos. Sabe como é, ainda mantenho um espírito “forever young”.

Rock on

14:12 · 25.05.2012 / atualizado às 14:12 · 25.05.2012 por

A Coven desfilou, ontem, sua coleção de Primavera-Verão 2013 no Fashion Rio. A estilista Liliane Queiroz – inspirada pelo livro “A ilha de Arturo” – trouxe muitas referências náuticas e um perfume italiano para o verão tropical. Depois de duas coleções super aplaudidas, esta tem o mérito pela qualidade do seu tricô que tem a modelagem perfeita.

Como navy era a inspiração, as cores azul, branco e vermelho foram combinadas a cores pastéis, saindo da obviedade. Mas, apesar de grandes truques (como o bordado em pérolas, as tramas de tricô bordados com metalizados rústicos e peças em linho transparentes), vamos destacar as calças. Os looks que abriram a coleção eram combinações de calças curtas (algumas com bordados de arabescos, cordas e até as lisas) com camisas soltinhas e esportivas. O legal que as cordas náuticas apareceram literais e em detalhes super bonitos nas blusas.

Um verão leve, chique e super jovem, assim, do jeitinho que a gente gosta.

08:41 · 24.05.2012 / atualizado às 08:42 · 24.05.2012 por

O bacana de acompanhar semanas de moda de verão é que a gente automaticamente já consegue pensar em como usar na nossa terrinha com 360 dias de calor. E ontem o desfile da Cia. Marítima gritou: o biquini de lacinho vem com força total!

Tudo a ver com a gente, né?! Entre cores vibrantes, brilho e estampas tropicais, a marca mostrou uma mulher sexy e segura na praia. Mas o que chamou nossa atenção mesmo foram os lacinhos por toda parte. E o melhor, os modelos vão desde o maiorzinho até o super pequeno.

Três tamanhos diferentes de uma mesma proposta: invista nos biquinis de lacinho no próximo verão que vai ser sucesso!

Fotos: FFW/Agência Fotosite
19:46 · 22.05.2012 / atualizado às 19:47 · 22.05.2012 por

É, dessa vez não deu para ir cobrir o Fashion Rio direto da cidade maravilhosa. Mas vamos tentar ao máximo atualizar vocês de tudo o que rola por lá. Para começar, o primeiro dia já foi bem especial. O desfile da Blue Man comemorou 40 anos da marca e, além de desfilar modelagens clássicas da grife, homenageou modelos que foram a cara da Blue Man em diferentes décadas, todas com o rosto devidamente estampados em maiôs e camisetas.

Anos 70 com uma estampa da atriz e modelo Rose di Primo, que era o rosto da marca na época:

Anos 80 com Monique Evans (já adoramos essa camiseta):

90 com Paulo Zulu a os 2000 com as tops Mariana Weickert, Talytha Pugliese e Ana Claudia Michels (que desfilou com o maiô-homenagem).

Na modelagem, praticamente todos os estilos de maiôs e biquínis que já vimos nas praias brasileiras foram desfilados: asa deltas cavados e cavadíssimos, de lacinho nas laterais, cintura baixa, tanga, tops mais estruturados ou os clássicos de alcinhas, micro shorts, maiôs recortados, descombinados

Com esse passeio pela história do biquini através da Blue Man, me conta, qual era o seu modelo de biquini favorito? E qual você costuma usar hoje em dia?

Fotos: Agência Fotosite e FFW
07:47 · 18.01.2012 / atualizado às 07:47 · 18.01.2012 por

Quarta-feira é dia em que todo mundo espera a coluna Desenroladas, né?! (Menos a Luiza, que está no Canadá). Pois aí está a nossa coluninha dessa semana, toda produzida com o que vimos no Fashion Rio. Tem Paulo Borges falando sobre o calendário das semanas de moda, tem a Cool Hunter Camila Toledo contando quais serão as tendências que ainda durarão várias estações, os detalhes dessas tendências, os acessórios que vão bombar e o que curtimos e não curtimos nos desfiles. Tá esperando o quê pra ler tudinho? Vai aqui ó: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1094837

Ah, se clicar na imagem ela aumenta um pouco e mais e você pode ver os detalhes!

22:47 · 17.01.2012 / atualizado às 07:49 · 18.01.2012 por

O que esperar de um desfile que começa com uma apresentação de Ana Botafogo? No mínimo que fosse emocionante. E foi!

Bianca Marques estreou no Fashion Rio e era de se imaginar que a estilista investisse em fazer algo que ficasse na cabeça de quem assistisse. Um belo texto sobre dança seguido dos leves passos da bailarina abriram caminho para as modelos mostrarem as peças. O que se viu foi um show de feminilidade, delicadeza e romantismo. Mas tudo sem ser bobo, “melequento” ou entediante

As peças faziam, obviamente, referências ao ballet. E aí surgiram tules, rendas, saias esvoaçantes, fitas e estampas de cisnes. Uma mulher romântica e sonhadora, mas sem perder a forte personalidade. Bianca Marques, gostei de você. Abaixo,  GIFs que fiz com alguns dos looks desfilados na passarela. Afinal, essas saias perdem metade da graça se mostradas estáticas, já que a beleza está no movimento. Depois vocês me dizem se gostaram também?

17:22 · 16.01.2012 / atualizado às 17:22 · 16.01.2012 por

A New Order é a única marca de acessórios a participar de uma semana de moda e eles conseguiram alçar as bolsas e sapatos ao status de protagonistas de um desfile. A participação deles no Fashion Rio é uma das mais aguardadas por mim e, mais uma vez, invadi o backstage e fotografei os detalhes das peças.

A coleção foi toda inspirada na aviação, mas especificamente na década de 60. O avião em si serviu como referência para a criação de alguns acessórios como a bolsa com a bandeja e o cinto, por exemplo.

Mas, além da aeronave, toda a viagem em si serviu de inspiração para a New Order. Aí surgiram bolsas em formato de revista, chiclete, latinha de refrigerante e passaporte. Segundo a coordenadora de estilo da marca, Marinna Arnizaut, as bolsas nessa temporada virão menores mesmo. “Quando pensamos em bolsas maiores, optamos por mochilas”, ressalta.

Fluor, dourado,  laranja, azul, plástico, transparência, prata, lurex… tudo isso faz parte do inverno 2012 da New Order.

A beleza do desfile foi bem simples. Um único tom de sombra, delineador preto em um traço bem fininho, pele com cara de saudável e boca nude. Facinho da gente copiar em casa!

Pesquisar
Posts Recentes

02h04mFestival Varilux de Cinema Francês começa hoje

08h04mEstilo de festival: dicas para montar o look perfeito

10h04mTendência: os flamingos invadem a moda

10h03mMudança de ares

03h03mLooks Desenrolados – Lançamento Couro & Cia

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs