Busca

10:53 · 20.06.2018 / atualizado às 10:53 · 20.06.2018 por

A EZTEC foi contemplada pelo Prêmio Prix d´Excellence em reconhecimento da excelência imobiliária do projeto Triple A EZ Towers – na categoria comercial. A premiação, promovida pela Fiabci – Federação Internacional Imobiliária, é direcionada aos projetos que melhor incorporaram as práticas de excelência nas disciplinas imobiliárias envolvidas em sua criação. A escolha do EZ Towers como melhor projeto comercial se deu a partir da avaliação de um painel internacional de especialistas, com base em critérios como a criação arquitetônica, comercialização, gestão das instalações, estratégia de marketing, impacto sobre a comunidade local e proteção ambiental.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Press a Porter

11:45 · 19.06.2018 / atualizado às 11:45 · 19.06.2018 por

O Refúgio do Hóspede, uma casa com DNA campestre, mas com todo o conforto de uma morada urbana, projeto que leva a assinatura da arquiteta Ana Helena Ferrari.

A arquiteta e urbanista Ana Helena Ferrari apresenta o Refúgio do Hóspede, projeto despojado e atemporal, inspirado no conceito casa ninho, que acolhe, agrega e da energia, enaltecendo a história do lugar e valoriza a beleza do imperfeito. O espaço torna-se um abrigo, um lugar espiritualizado longe do caos, no qual os contatos com os elementos da natureza são indispensáveis para esse momento de introspecção.

Simplificar a arquitetura e destacar os elementos que trazem memória e o que realmente importa. A concepção moderna do espaço agregada ao uso de cores vibrantes oriundas da construção vernacular mexicana, acreditando na arquitetura sensorial, que fala por si só, onde os espaços são sentidos, nos tocando e causando emoção além do ato simples de se ver. Não temos mais lugar em nossas vidas para beleza sem essência, por isso todos os elementos aqui presentes possuem um significado, nada é aleatório no conceito dessa decoração.

A profissional investiu num lugar focado na naturalidade representada nos dias de hoje por meio de uma estética que valoriza o rústico, o imperfeito, o monocromático e o aspecto natural desde a sua concepção.

Foram usados tons terrosos, e suas variações como ponto de partida para o mood campestre e moderno, enquanto os móveis ficaram responsáveis por delimitar espaços e compor o ambiente aconchegante. Livrar-se dos excessos e aceitar que não é necessária a combinação, desde que o resultado seja harmonioso respeitando a essência do usuário.

Do quarto se avista o espelho d’água, sob qual se faz o banho em platôs flutuantes, contato direto com o elemento água. O banheiro é um lugar especial, é quase um santuário. Piso de mármore rústico, tijolo pintado, e paredes com texturas, fazem a conexão do espaço integrado.  O privativo, cápsula, voltado para o verde, feito de pau-a-pique, impressiona pela utilização de matérias primas da natureza, bem como o revestimento interno de chapa de aço carbono. (www.anahelenaferrari.com).

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque  Fotos:

10:42 · 18.06.2018 / atualizado às 10:42 · 18.06.2018 por

A Poltrona Zilda é desenvolvida em madeira Tauari, e se destaca por traços retos e arredondados ao mesmo tempo, com tiras entrelaçadas de tecido no encosto e nas laterais. Para combinar ainda mais com o ambiente, a Galeria das Lonas oferece diversas opções de tecidos. Poltrona Zilda, assinada por pela designer Daniela Ferro, já faz sucesso entre os móveis de design disponíveis no mercado. A novidade é indicada para ambientes internos ou externos cobertos, e leva as principais características do design brasileiro: sutileza da madeira aliada ao conceito minimalista. (www.galeriadaslonas.com.br).

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: Florez Comunicação

00:32 · 15.06.2018 / atualizado às 01:40 · 15.06.2018 por

Feito inicialmente de cimento, o cobogó passou a ser produzido com outros materiais como cerâmica, argila, vidro, entre outros. Também ganhou diversas formas, tornando-se um elemento decorativo. Sem contar que é uma ótima opção para dividir ambientes, permitindo a entrada de luz e a ventilação natural.  A Manufatti possui diversas opções de cobogós, como é possível ver nos projetos abaixo.

Nesse projeto foi feita uma sobreposição do cobogó Eclipse, opção que combinou muito bem com os demais materiais usados no ambiente.

Nesse projeto foram usados três materiais: madeira, pedra e cerâmica.  O cobogó Hexagono deu destaque ao ambiente, deixando-o mais moderno e diferenciado.

No projeto da arquiteta Adriana Piva, o cobogó Trevo foi usado para decorar a parede, dando um charme maior ao ambiente.

O cobogó Tasmania usado nesse projeto é bastante decorativo e permite grande entrada de luz e ventilação natural.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos: Marqueteria

 

10:01 · 14.06.2018 / atualizado às 10:01 · 14.06.2018 por

Para as mesas com ares mais contemporâneos, a Merak Imports acaba de trazer o Faqueiro Titanium Premium. Fabricado em aço inox de alta resistência e com espessura perfeita para garantir a durabilidade das peças, os talheres contam com design clean e minimalista e são inspiradas no estilo Escandinavo, do Norte Europeu. O modelo é ergonômico, com acabamento especial em PVD (Physical Vapour Deposition) e banho de Titânio, que aumentam a proteção extra contra riscos e corrosão. Também pode ser levado à lava-louça. Especialmente para o público brasileiro, a faca tem corte para churrasco, serrilhada. Seu design permite que a faca fique posicionada na mesa sem cair.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   fotos: Assessoria de imprensa

10:43 · 12.06.2018 / atualizado às 10:43 · 12.06.2018 por

Cheia de novidades, a mostra de decoração “Casapronta Quartos”, do segmento de móveis para dormitórios decorados, que acontece no bairro de Pinheiros em São Paulo, está um luxo e de portas abertas para receber os visitantes até o ano de 2019. Contando com um belo ambiente assinado pelo escritório de arquitetura Paola Ribeiro, que traz referencias de decorações praianas e do tropicalismo em suas estampas e cores como as aplicadas nas paredes e tetos pintados na cor verde Caminhos do Sul, que virou tendência em cores para essa estação do ano. O projeto, traz um pouquinho do frescor da natureza e dá um toque mais leve, associado ao uso da madeira nos móveis.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos: Assessoria de imprensa

10:45 · 11.06.2018 / atualizado às 10:45 · 11.06.2018 por

MIS-SP (Museu da imagem e do som), abre exposição de fotografias de José Oiticica Filho, um dos mais importantes fotografo revolucionário brasileiro. A mostra fotográfica traz a produção do fotografo expositor dos anos de 1940 a 1960.

 O Museu da Imagem e do Som de São Paulo, MIS-SP apresenta a obra pioneira de José Oiticica Filho, marco na fotografia moderna brasileira. Dentre sua produção se destacam as microfotografias científicas feitas durante seu trabalho como entomologista, a forte atuação nos movimentos cineclubistas, os experimentos com a abstração, as composições geométricas e as recriações fotográficas a partir de manipulação de negativos.  José Oiticica Filho, contribuiu para a inovação da fotografia brasileira entre os anos 1940 e início dos 1960 do século XX.  Ao lado de Geraldo de Barros e outros expoentes da fotografia modernista brasileira, na década de 1950, tirou a fotografia do pictorialismo que ainda reinava entre os trabalhos fotográficos brasileiros. Sua vasta produção pode ser vista nesta exposição, que apresenta uma seleção de 167 fotografias feitas entre 1942 e 1964. A exposição tem curadoria Carlo Cirenza e César Oiticica Filho.

José Oiticica Filho é um marco na história da fotografia no Brasil. Participou ativamente do movimento fotoclubístico brasileiro, foi membro do Foto Clube Brasileiro e da Associação Brasileira de Arte Fotográfica, no Rio de Janeiro, e do Foto Cine Clube Bandeirante, em São Paulo. Foi reconhecido internacionalmente, fazendo exposições e recebendo prêmios. Em 1956 constou como sétimo expositor mundial na lista da Féderation Internationale d”Art Photographique – FIAP, com 178 fotos em 84 salões internacionais. A arte fotográfica de Oiticica Filho figura entre as que mais se valorizaram nos últimos dez anos, levou a fotografia brasileira ao cenário internacional.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque    Fotos: Fotografia de  José Oiticica Filho

 

 

09:53 · 08.06.2018 / atualizado às 09:53 · 08.06.2018 por

O trabalho do artista plástico Mário Sanders, traz traços refinados, que se utiliza de muita técnica em desenhos híbridos que brincam com nossa imaginação, gerando questionamentos, principalmente no que tange ao comportamento humano, seja em relação ao amor, sexo ou mesmo a violência. A construção precisa de seus trabalhos, combinada a sutileza de seus temas, nos apresentam obras instigantes ao mesmo tempo irreverentes, que fazem que mesmo temas complexos gerem reflexões profundas mais divertidas, dos mais diversos temas. As obras do artista fazem parte do acervo do Birô de arte da Ópera Arte Contemporânea.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: Acervo do artista

08:39 · 06.06.2018 / atualizado às 08:39 · 06.06.2018 por

Lavabo Luz alinha funcionalidade com elegância e minimalismo, assinado pela engenheira civil Cristiane Moussa, que com um espaço de Lavabo Luz, criou um banheiro unissex de 37 metros quadrados no estilo minimalista contemporâneo. Para poder desenvolver um local que pudesse ser frequentado por pessoas dos dois gêneros ao mesmo tempo, sem constrangimento, Cristiane investiu na funcionalidade. O ambiente que conta com banheiro feminino, masculino e para portadores de necessidades especiais – possui boxes privados e área de cuba em espaço comum, de forma a garantir o conforto de todos. O destaque fica para o banco Belo, do designer Fabrício Roncca.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: Assessoria de impressa

00:28 · 05.06.2018 / atualizado às 00:28 · 05.06.2018 por

A designer de interiores Melina Romano  apresenta projeto de um ambiente que traz as conexões entre histórias e sentimentos por meio da trama da vida.

Histórias criam e conectam sentimentos, que tecem, por meio de linhas imperfeitas, a trama da vida. Esse é o conceito do Estúdio Trama – espaço assinado pela designer de interiores Melina Romano. O espaço é resultado da interpretação da designer para o espaço projetado,  inspirado e composto por todo o projeto e pode ser vista facilmente em todo o local: no ladrilho hidráulico, desenhado pela própria designer e que traz o desenho de uma costura; na estante, também assinada por Melina, que abraça todo o ambiente, tornando-se uma das peças-chaves da decoração e até nas caixas de acrílico, que conta toda a trajetória da moradora por meio dos seus objetos pessoais, como uma xícara antiga, um novelo, fotos, sapatos, bolsas, entre outros itens.

O Estúdio Trama é um loft completo, com cozinha, banheiro, quarto e sala e é, ao mesmo tempo, funcional e integrado, com um sofá desenhado pela designer que também pode ser utilizado como cama, cadeiras e bancos que caminham livremente no espaço e uma mesa, ao lado da estante, que funciona como uma divisória.

Já as cores do Estúdio traduzem toda a sofisticação da moradora, com nuances mostardas, azuis e um toque rosé presente em peças e móveis. A decoração conta com fotografia de Denilson Machado, bar assinado pelo designer brasileiro modernista Giacomo Tomazzi, poltrona de Guilherme Wentz, cadeiras para mesa de jantar da Casual Móveis, mesa de centro Micasa, banqueta da marca Varuzza e cadeira de escritório desenhada por Alessandra Delgado. Além disso, a produção do ambiente possui uma trama de tecido, instalada na parede, em tom rosa, assinada pela artista Nao Yuasa, e itens como um bowl utilizado como luminária, criado pelo Projeto Garagem – ONG que recolhe louças quebradas de renomados buffets e as transformam em obras de arte.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Avesani Comunicação