Busca

13:44 · 22.02.2017 / atualizado às 13:44 · 22.02.2017 por

Essa sui generis instalação assinada pelo artista plástico Alê Jordão, faz parte do projeto “criativos” promovido pelo instituto Pantone Brasil e pela feira GIFT FAIR/ D.A.D 2017. Alê Jordão é artista formado em Artes Plásticas pela Faap e em Design pela Domus de Milão,  com expertise  em fresh sculptures de neon. A instalação foi pensada em ser toda monocromática na cor verde ou Greenery do ano de 2017. Um dos background mais usados para os selfs durante a GIFT FAIR.

 

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: De Fatho Assessoria de Comunicação

01:39 · 21.02.2017 / atualizado às 01:39 · 21.02.2017 por

Versátil, estiloso e prático. O GardenSeat é uma peça curinga na decoração podendo ser utilizado dentro ou fora de casa, tudo depende do modelo e do material utilizado na peça. A Elegancy Design está sempre por dentro das tendências e apresenta diversos modelos desta peça que ganha casa vez mais espaço em varandas, jardins, salas, quartos. Em diversos formatos como barril ou tamborete, os Gardens Seats são desenvolvidos em cerâmica ou madeira. A versatilidade deste acessório é incrível, podendo ser utilizado como uma bela peça de decoração. Informações: www.elegancydesign.com.br

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Foto: Divulgação

11:31 · 20.02.2017 / atualizado às 11:31 · 20.02.2017 por

Sérvulo Esmeraldo, o artista que sempre plantou e cultivou a luz, não quis esperar sua festa de 88 anos de idade, virou um raio e foi brincar de ser luz em outras dimensões. Qualquer pessoa um pouco mais atenta, que tenha uma visão um pouco mais apurada em artes em geral, e que ao percorrer ruas e praças de Fortaleza, irá perceber que por toda a cidade existe um grande acervo das obras do artista plástico Sérvulo Esmeraldo. Seja qual bairro for, do Meireles á praia de Iracema, do centro da cidade ao campos do Pici. No caso da Beira Mar, quem nunca ouviu falar do “chifre”, escultura localizada em frente ao clube náutico que foi apelidada de formsa carinhosa e ao mesmo tempo debochada pelos fortalezenses, devido a sua grande dimensão e formato. No mesmo calçadão, nos deparamos com a escultura em homenagem aos jangadeiros, localizada onde hoje funciona o mercado dos peixes.

Suas esculturas concretistas e geometricamente geniais já se incorporaram ao cotidiano da cidade da Fortaleza, cidade da luz. Luz essa que reflete e destaca esse acervo de esculturas a céu aberto e que nos faz privilegiados apreciadores da arte acessível ao publico em geral. O artista plástico, escultor, gravador e desenhista, Sérvulo Esmeraldo. Reconhecido pela efetiva contribuição à arte cearense e brasileira, não esperou completar seus 88 anos de vida, data que comemoraria no próximo dia 27 de fevereiro, ele partiu com a mesma presa que tinha para desenvolveu sua arte. De tanto manipular a luz como forma de criação, vez por outra “ríspidas”, outras vezes lúdicas, como forma de brincar com as formas e volumes, tirando delas a tão desejada luz, e virou um raio de luz e foi brincar de ser luz em outras dimensões. RIP Esmeraldo.

Criador e criatura. Sérvulo Esmeraldo pousa com sua escultura de uma fase contemporâneo de sua carreira.

Monumento em homenagem aos jangadeiros, personagens trabalhadores típicos da cultura cearense.
Escultura tridimensional feira em aço pintado. Localizado na antiga sede do Centro Cultual BNB, no centro de Fortaleza.

Maquete do Monumento ao Saneamento Básico (Sérvulo Esmeraldo) Conhecido como, o “ O chifre”. Foto de Antônio Cavalcante.

 

 

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque    Fotos: Antônio Cavalcante/ Gentil barreira/ Divulgação.

 

13:09 · 17.02.2017 / atualizado às 13:09 · 17.02.2017 por

Bem na linha “faça você mesmo”, a estante com cara e estilo industrial e pegada de reciclagem, nem mesmo precisa de um manual de instrução para ser montada. A matéria-prima principal é o cano de PVC comum que se encontra em qualquer loja de materiais de construção, podendo ser cortados em tamanhos iguais, as conexões de cotovelos vão ajudar a montar tudo. Depois de montada de acordo a peça da foto, é só pintar com uma tinta metalizada para dá a aparência de canos de metal. Não esqueça de expor seus livros bem coloridos e interessantes.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Foto:

10:51 · 16.02.2017 / atualizado às 10:51 · 16.02.2017 por

A artista plástica Cristina Schleder está com a exposição “Os Tapetes Voadores da Mata Atlântica”, são fotografias autorais que registram texturas, tramas, cores e detalhes da natureza. A mostra ficará em cartaz de 9 a 24 de fevereiro, na Galeria Sala Brasil, na Embaixada do Brasil em Londres. Para a criação da série, que também está registrada em um livro com nome homônimo, Cristina adentrou na Mata Atlântica munida de olhos treinados em busca do inusitado e do oculto. As imagens e espelhamentos de seus enquadramentos possibilitam uma releitura que dão novos significados à importância e beleza deste ecossistema.

 

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Cristina Schleder