Busca

Categoria: Arquitetura


10:53 · 20.06.2018 / atualizado às 10:53 · 20.06.2018 por

A EZTEC foi contemplada pelo Prêmio Prix d´Excellence em reconhecimento da excelência imobiliária do projeto Triple A EZ Towers – na categoria comercial. A premiação, promovida pela Fiabci – Federação Internacional Imobiliária, é direcionada aos projetos que melhor incorporaram as práticas de excelência nas disciplinas imobiliárias envolvidas em sua criação. A escolha do EZ Towers como melhor projeto comercial se deu a partir da avaliação de um painel internacional de especialistas, com base em critérios como a criação arquitetônica, comercialização, gestão das instalações, estratégia de marketing, impacto sobre a comunidade local e proteção ambiental.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Press a Porter

00:28 · 05.06.2018 / atualizado às 00:28 · 05.06.2018 por

A designer de interiores Melina Romano  apresenta projeto de um ambiente que traz as conexões entre histórias e sentimentos por meio da trama da vida.

Histórias criam e conectam sentimentos, que tecem, por meio de linhas imperfeitas, a trama da vida. Esse é o conceito do Estúdio Trama – espaço assinado pela designer de interiores Melina Romano. O espaço é resultado da interpretação da designer para o espaço projetado,  inspirado e composto por todo o projeto e pode ser vista facilmente em todo o local: no ladrilho hidráulico, desenhado pela própria designer e que traz o desenho de uma costura; na estante, também assinada por Melina, que abraça todo o ambiente, tornando-se uma das peças-chaves da decoração e até nas caixas de acrílico, que conta toda a trajetória da moradora por meio dos seus objetos pessoais, como uma xícara antiga, um novelo, fotos, sapatos, bolsas, entre outros itens.

O Estúdio Trama é um loft completo, com cozinha, banheiro, quarto e sala e é, ao mesmo tempo, funcional e integrado, com um sofá desenhado pela designer que também pode ser utilizado como cama, cadeiras e bancos que caminham livremente no espaço e uma mesa, ao lado da estante, que funciona como uma divisória.

Já as cores do Estúdio traduzem toda a sofisticação da moradora, com nuances mostardas, azuis e um toque rosé presente em peças e móveis. A decoração conta com fotografia de Denilson Machado, bar assinado pelo designer brasileiro modernista Giacomo Tomazzi, poltrona de Guilherme Wentz, cadeiras para mesa de jantar da Casual Móveis, mesa de centro Micasa, banqueta da marca Varuzza e cadeira de escritório desenhada por Alessandra Delgado. Além disso, a produção do ambiente possui uma trama de tecido, instalada na parede, em tom rosa, assinada pela artista Nao Yuasa, e itens como um bowl utilizado como luminária, criado pelo Projeto Garagem – ONG que recolhe louças quebradas de renomados buffets e as transformam em obras de arte.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Avesani Comunicação

10:43 · 28.05.2018 / atualizado às 10:49 · 28.05.2018 por

A Simpex Incorporações e a Dasart Incorporações abriram o apartamento decorado do edifício Jonas Cardoso Residence. O imóvel, localizado no bairro Cocó, tem decoração assinado pelas arquitetas Manoella Linhares e Natália Benevides. A unidade decorada mostra todo o potencial de conforto do apartamento. A visita à unidade permite conhecer de perto, além dos diferenciais da construção e das etapas da obra, os detalhes do projeto arquitetônico do empreendimento, que possui vista panorâmica privilegiada de Fortaleza, incluindo o mar e o parque do Cocó. Além de Sky Lounge na cobertura, o espaço exclusivo é formado por um lounge com espaço gourmet, home teather e varanda.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos: Assessoria de imprensa

 

00:52 · 10.04.2018 / atualizado às 00:52 · 10.04.2018 por

Chega ao Brasil o conceito de “Colivign”, moradias modernas e compartilhadas com arquitetura de interiores com design assinado. O prédio em questão será construído todo em madeira certificada na cidade de São Paulo.

 A cidade de São Paulo, mais uma vez servirá de vitrine para um ícone da arquitetura contemporânea modelo para o mundo, mais precisamente na Vila Madalena, zona oeste da capital paulista, onde será construído um edifício de 13 andares todo feito de madeira certificada, sem uso de concreto ou cimento. A inovação da edificação não está só na questão do uso de materiais certificados e ecologicamente corretos e sim no uso inovador e de sua coletividade com pequenos espaços privados compartilhados com grandes áreas comum, pois a ideia não é ter vários apartamentos, mas um convívio fluído, com espaços coworking e restaurantes.

O escritório de arquitetura Triptyque assina o projeto, que será erguido em um terreno de 1.025 m² localizado na Vila Madalena e terá área total de 4.340m². Com 13 pavimentos e um conceito que prevê diversas funcionalidades. O Coliving é uma tendência de compartilhamento de moradias urbanas que crescem cada vez mais em grandes centros. Como alternativa, surge como tendência que pretende derrubar, além de paredes, a crise da falta de espaços físicos e os ideais de individualização e desperdício. Trata-se do coliving, um movimento que estimula a integração, a sustentabilidade e a colaboração conciliados a custos reduzidos. A ideia de se pagar uma área comum de uma casa como um grande living, um espaço gourmet ou mesmo home theater que em geral são usados de vez em quando, onerando em compras ou alugueis de espaços ou até mesmo em taxas de condomínio e impostos municipais desnecessariamente, se essas áreas podem ser compartilhadas por um condomínio no modelo Colinving, sem onerar maiores custos aos seus usuários.

O que diferencia o coliving, em relação a outras experiências como repúblicas ou até mesmo asilos, segundo seu manifesto, são os conceitos de Comunidade em harmonia com a individualidade, a aproximação de pessoas e troca de experiências, entre outros.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos: cemporcentodesign.com.br

 

10:05 · 03.04.2018 / atualizado às 10:11 · 03.04.2018 por

Arquiteto inaugura casa de contêiner, mais prática, econômica e sustentável. Residência de produção rápida possibilita um novo conceito de moradia com maior mobilidade e a custos acessíveis.

Uma Casa de contêiner, localizada em uma chácara no perímetro urbano da cidade, projetada pelo escritório Delton Leandro Arquitetura, foi inaugura como a primeira casa contêiner de Lorena, na região do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. A moradia de 30 metros quadrados, traz à região uma nova proposta arquitetônica que integra conceitos de vida simples, flexibilidade, mobilidade e sustentabilidade. Conhecida como mini casa, ou tiny house, a ideia vem se tornando uma tendência mundial. Neste tipo de habitação, os projetos contemplam espaços otimizados, dando usos múltiplos a cômodos e mobiliários. O sucesso mundo afora é decorrente da passibilidade de se reduzir o custo de um imóvel, na medida que terrenos urbanos e rurais se tornam cada vez mais caros. Apesar da visibilidade internacional, em cidades urbanas ou interiores de algumas áreas rurais em outros estados brasileiros, este tipo de arquitetura ainda não é conhecido.

O arquiteto Delton Leandro ressalta que esse tipo de residência compacta permitiu que o terreno tenha um melhor aproveitamento. Isso porque, além de usá-la como moradia, pode também usufruir das terras para plantação de alimentos. Práticos e acessíveis, as construções em contêiner propõem uma solução econômica e eficiente para quem quer viver ou trabalhar em espaços menores, mas que não abre mão de conforto e qualidade.

Essa arquitetura eficiente traz menos custos, proporciona maior versatilidade ao estilo de vida e possibilita mobilidade à construção. Construções como essa podem ser instaladas tanto em áreas rurais como urbanas, em projetos residenciais ou comerciais, como escritórios, casas noturnas e galpões. E também podem ser transportadas a outros terrenos com a ajuda de um caminhão munck, possibilitando que a casa se adapte ao momento de vida do morador.

 

Contatos: Deyvis Drusian Gomes – (11) 97259-0939 – drugom@hotmail.com

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos:

12:33 · 01.12.2017 / atualizado às 12:34 · 01.12.2017 por

A arquitetura da fachada da nova loja da Planneje Prime já chama atenção em seu novo endereço da Rua Tenente Benévolo, no bairro da aldeota. Suas linhas retas e suas fartas aberturas de panos de vitrines, tornam o prédio mais leve e transparente, proporcionando luz natural ao seu interior, que foi cuidadosamente planejado pelo designer de interiores Vinicius Ferreira, onde foram pensados ambientes como: Suítes e closets, quarto infantil, espaço gourmet e home theater, onde ficaram expostos os novos acabamentos e cores da nova coleção de planejados da marca Planneje Prime. A nova loja tem abertura programada para a segunda semana de dezembro.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Computação gráfica

11:36 · 09.10.2017 / atualizado às 11:36 · 09.10.2017 por

Projeto da casa de praia se destaca por leveza, simplicidade e aconchego. Integrado a família residente do imóvel a natural exuberante do local. Esse ano, o arquiteto brasileiro Gui Mattos recebeu um dos prêmios mais disputados da arquitetura mundial. Vencedor na categoria “Residential-Private House” (Residência Privada) pelo Architizer A + Awards 2017 em NY- maior programa de prêmios focado em promover e comemorar os melhores produtos e arquitetos do ano. O projeto vencedor foi uma casa na praia de Itamambuca (Ubatuba – SP), que recebeu premiação dupla, do júri popular e do júri técnico, feito que pouquíssimos arquitetos brasileiros conseguiram no Architizer A + Awards no mundo inteiro. A casa em questão fica localizada em um terreno próximo ao mar, que – antes de ser construído, era habitado somente por uma vegetação alta e densa. O desejo do cliente era justamente algo simples, que também valorizasse e integrasse a casa a natureza, por isso, a casa possui construção leve, com elementos pré-fabricados de madeira e concreto, que se dispõe entre a natureza ao redor de todo o imóvel. O piso eleva-se ligeiramente do terreno natural, configurando-se como um degrau, e a cobertura busca a possibilidade estrutural de um térreo livre e fluído, juntamente com a vontade de ‘trazer para dentro’ a luz, o ar e a vegetação. O teto é outro detalhe que merece destaque e atenção, pois forma um prisma invertido, com apoios dispostos simetricamente, possibilitando a abertura em todas as direções, sintetizando toda essa ligação permanente com a natureza e abriga por igual toda a dimensão da casa. De forma muito simples, e ainda assim extraordinária, o projeto vencedor da casa de praia traz muito aconchego e privacidade aos moradores, mesmo sendo cercada por uma pele de vidro. Estes são alguns dos motivos que a tornaram vencedora de um prêmio tão importante para o universo da arquitetura.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Cristina Dell’Amore Assessoria de Imprensa 

00:21 · 26.06.2017 / atualizado às 00:21 · 26.06.2017 por

O evento imobiliário “Mude Já”, reuni as 10 maiores construtoras cearenses para um grande salão imobiliário. A Simpex Incorporações e Dasart Incorporações estão entre participantes do Salão Imobiliário, promovido pela Mettas Imóveis que oferece diversas opções exclusivas de imóveis para o público interessado em unidades prontas e com entrada imediata. O Salão Mude Já acontece no Shopping Iguatemi, na praça em frente à loja de joias Vivara, até o dia 02 de julho no horário de funcionamento do shopping.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque      Foto: Inspira Comunicação e marketing

11:35 · 19.06.2017 / atualizado às 11:35 · 19.06.2017 por

O Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel é destinado exclusivamente a arquitetos brasileiros, com até 45 anos de idade, dando mais oportunidades aos novos talentos da arquitetura e urbanismo no Brasil.

O 4º prêmio de arquitetura Instituto Tomie Ohtake e Akzonobel é resultado de uma parceria entre o Instituto e a multinacional holandesa que atua nos segmentos revestimentos e especialidades químicas e se insere nas perspectivas do Instituto, enquanto instituição cultural, ao promover iniciativas no campo da arquitetura, do urbanismo e do design. O prêmio é destinado exclusivamente a arquitetos brasileiros ou estrangeiros que vivam no Brasil há pelo menos dois anos, com até 45 anos de idade, esse detalhe o diferencia de outros prêmios, já que com um limite de idade, automaticamente tira do páreo uma serie de profissionais já renomados, assim como grandes escritórios de arquitetura, dando maior oportunidade para os novos talentos da arquitetura e urbanismo. Os projetos escritos podem ter sido construídos durante os últimos dez anos. Arquitetos, escritórios de arquitetura ou coletivos de arquitetos podem se inscrever com mais de um projeto, o que contribui para demonstrar um panorama da arquitetura brasileira nos seus mais variados contextos. Foram selecionais dez projetos, que serão reunidos também em publicação, participam de uma exposição, com entrada gratuita, na sede do Instituto Tomie Ohtake, de 10 de agosto a 17 de setembro de 2017. Na abertura do evento, dia 10 de agosto, serão anunciados os premiados. Os arquitetos responsáveis pelos três projetos considerados de maior destaque serão contemplados com viagens internacionais: Xangai/China, Helsinque/Finlândia e Havana/Cuba. Vejamos fotos  dos dez finalistas.

Ciclovia Avenida Paulista, São Paulo – SP – arquiteto responsável Gianpaolo Santoro Granato – Studio GGA.

Cobertura Mercado Público de Florianópolis, Florianópolis – SC – arquiteto responsável Gustavo Utrabo – Aleph Zero.

Instituto Brincante, São Paulo –SP – arquiteto responsável Dante Furlan – Bernardes Arquitetura.

Mirante 9 de Julho, São Paulo – SP – arquiteto responsável Marcos Paulo Caldeira –MM18.

Moradas Infantis, Formoso do Araguaia – TO – arquiteto responsável Adriana Benguela – Rosenbaum + Aleph Zero.

Parque da Gare, passo Fundo – RS – Arquiteto responsável Pedro Paes Lira.

Casa 4 x 30, São Paulo- SP – Arquiteta responsável Clara Reynaldo da CR2 Arquitetura + FGMF Arquitetos.

  Subsolanus, Cidade do México DF – México – arquiteto responsável Henrique te Winkel.

Vazio, São Paulo – SP – arquiteto responsável Marina Acayaba – AR arquitetos.

Casa Torreão, Brasília – DF – Arquiteto responsável Matheus Seco – Bloco Arquitetos.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque       Fotos: Pool de Comunicação – Conteúdo à la carte.

01:26 · 06.06.2017 / atualizado às 01:26 · 06.06.2017 por

A fachada do edifício “Beirute terraço” traz traços de linhas retas e camadas volumétricas de Lages sobrepostas e posicionas em diversa proporção, criando assim um recurso natural que ajuda a conter o excesso da demanda solar e por vez proporciona aos seus moradores um conforto térmico, já que a região, durante o dia tem altas temperaturas e a noite muito frio. O projeto do prédio localizado na cidade de Beirute no Líbano, leva a assinatura do estúdio suíço de arquitetura Herzog & de meuron dos arquitetos Jacques Herzog e por Pierre de Meuron.O projeto faz parte de um plano de recuperação do urbanismo da cidade. Isso sim, é arquitetura pura!

 

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Foto:   Iwan baan