+Design

Categoria: Esculturas


11:24 · 20.03.2018 / atualizado às 11:24 · 20.03.2018 por

A artista Plástica e designer Evelyn Tannus tornou-se uma especialista em tatuagem em peças de porcelana, que vão de mãos a animais. A porcelana substituiu facilmente a pele como plataforma da sua arte.

As famosas mãos e animais em cerâmica da artista Evelyn Tannus são facilmente reconhecidas em qualquer situação, seja em uma exposição ou nas inúmeras feiras de design e decoração que a artista constantemente participa pelo mundo a fora. Evelyn Tannus criou uma identidade única de visual marcante: suas peças são tatuadas como se fossem peles de cerâmica. Uma linguagem contemporânea, feminina, delicada, parecendo saírem de um universo lúdico, e com pitadas de humor.  As peças parecem estar tatuadas com traços bem femininos de insetos, animais e alguns seres mitológicos e étnicos. Suas peças como vasos, mãos, luminárias, figas, tanques e Iemanjás, já atraíram a atenção do Museu de Arte de Salvador e o Museu Brasileiro da Escultura.

Luminária em forma de mão, que trazem lâmpadas de filamentos e pintadas com imagens do universo “Rock and roll”, se destacam entre as inúmeras criações da artista plástica, que sempre está antenada com a arte e sua contemporaneidade. Sua última coleção é chamada de Tatuagem Azul e inclui 20 peças em cerâmica branca com tatuagens azuis, inspiradas na cor azul dos famosos e tradicionais azulejos portugueses e na porcelana índigo de Macau, ex-colônia portuguesa. A coleção revisita de forma moderna, a clássica porcelana chinesa que influenciou o Ocidente com tons de azul e branco, e traz de volta os ornamentos que pensávamos já estarem no passado em prateleiras de antigas cozinhas ou mesmo em velhos baús empoeirados.

 

 

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    fotos:    Assessoria de imprensa

 

 

 

 

12:18 · 07.03.2018 / atualizado às 12:18 · 07.03.2018 por

De acordo com o mito da criação de Abraão, Adão e Eva foram os primeiros homem e mulher representantes da espécie humana no mundo. Os personagens mitos estão representados na criação do artista Xiang Jing, de um par de Adam e Eva de estilo chinês, eles têm um corpo inchado e pequenos traços faciais, com pontos vintage de cabelos curtos. Suas expressões faciais traduz uma forte emoção indescritível, desmitificando nossa era contemporânea onde rostos e corpos, tem que serem belos, imagem padrão de uma ditadura da beleza. As peças são numeradas, pintadas e assinadas a mão.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: cemporcentodesign.com.br

11:07 · 23.06.2017 / atualizado às 11:07 · 23.06.2017 por

Essa linda escultura forma uma intrigante volumetria com cubos acoplado em uma sequência linear. Seu acabamento em textos rustica, quebra o maximalismo mínimo é o reflexo de uma simbiose harmoniosa entre diferentes conceitos de beleza escultural, seu estilo recebeu inspirações em arte desconstrutivista. Tornado os ambientes ecléticos e ao mesmo tempo minimalista, corajoso, mas sempre elegante. Sua cor metalizada em tom de cobre arremata sua elegância retilínea.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque

 

00:25 · 02.03.2016 / atualizado às 00:25 · 02.03.2016 por

O artista plástico – escultor, Célio Gurgel está desenvolvendo uma serie de escultura em tamanhos monumentais, percebe-se nessas obras que o artista, usa como inspiração temas de pesquisas diversas, revelando ainda a sua afinidade com o que vem sendo debatido, proposto e produzido em artes contemporâneas. Explicando seu processo criativo, em geral, suas criações não objetivam o resultado final, não buscam um sentido ou se pautam tão somente na estética, é o caso dessa obra feita em metal que mede quatro metros de altura.

Escultura Celio Gurgel baixa

12 de novembro de 2015 Obras de Celio Gurgel

12 de novembro de 2015 Obras de Celio Gurgel

 

 

 

Pesquisa, textos e foto: Omar de Albuquerque  Fotos: Diário do Nordeste

03:53 · 01.08.2014 / atualizado às 03:53 · 01.08.2014 por

Depois de um serviço de marcenaria sempre sobra àqueles restos de laminas de madeiras que ficam sem serventia. O que fazer com eles? Simples, prático e barato.Veja o exemplo dessa parede decorada com as tais laminas de madeira, foram fixadas na parede através de pinos e prolongadores de aço, fáceis de encontrar em lojas tipo madeireiras. E no resto é só usar a imaginação e criar o s volumes e formas de verdadeiras esculturas de paredes. A outra dica seria a parede ter uma cor vibrante, A escultura vai saltar aos olhos.

Escultura de parede feita com laminado de madeiras.
Escultura de parede feita com laminado de madeiras.

 

Texto e pesquisa: Omar de Albuquerque  Foto: www.viladoartesao.com.br

 

14:11 · 29.05.2014 / atualizado às 14:13 · 29.05.2014 por

Continuando a nossa semana das mostra de decoração, vamos mostrar hoje  o Lounge que foi concebida e Inspirada por uma obra de arte do artista paulistano Artur Lescher, a arquiteta Débora Aguiar assina o Lounge Ponto de Equilíbrio na Mostra Artefacto São Paulo, colocando a obra como protagonista do ambiente. “Fiquei encantada com a obra logo que a vi. Um pêndulo de madeira, simples, porém perfeito e único, traduzia fielmente a essência do espaço que eu buscava”, revela a arquiteta.

Cores claras, tornam o ambiente iluminado, colocam em destaque todos os detalhes de revestimentos e acabamento.
Cores claras, tornam o ambiente iluminado, colocam em destaque todos os detalhes de revestimentos e acabamentos.
O painel em marcenaria ao fundo, desenhas as curvas sinuosas da sala, assim como os fachos de luzes estrategicamente posicionados sobre os móveis.
O painel em marcenaria ao fundo, da forma as curvas sinuosas da sala, assim como os fachos de luzes estrategicamente posicionados sobre os móveis.
Detalhe da escultura em formato de pendulo do artista, que inspirou a arquiteta a desenvolver o ambiente da mostra.
Detalhe da escultura em formato de pendulo do artista Artur Lescher,  que inspirou a arquiteta a desenvolver o ambiente da mostra.
Sala " Ponto de equilíbrio", da arquiteta Débora Aguiar na Mostra Artefacto São paulo 2014.
Lounge Ponto de equilíbrio, da arquiteta Débora Aguiar na Mostra Artefacto São paulo 2014.

Texto e fotos : Omar de Albuquerque

 

 

03:12 · 24.05.2014 / atualizado às 03:12 · 24.05.2014 por

Toda a beleza translucida de um cristal colorido agora encontrado em uma peça de vidro, Isso mesmo! Os vasos coloridos que mais perecem cristais de Murano, são na verdade vidros coloridos com toda a robustés e elegância de um vaso de cristal legitimo, e o que é melhor, com o preço que não é de cristal. Sua riqueza de cores e formas vão trazer luz e alegria solar em todas as casas. Em Fortaleza encontramos esses vasos em diversos formatos e valores  na Loja Espaço Manix, Bairro de Fátima e Papicu – (85) 3452.6833, e Loja Decomadeiras, na avenida Washington Soares, 2121 – (85) 3278-7737.

Vaso 1

 

vaso 2

Vaso

 

Vaso 4

 

Vaso 5

 

Texto, pesquisa e fotos: Omar de Albuquerque

 

00:54 · 22.05.2014 / atualizado às 00:56 · 22.05.2014 por

A inspiração da nova coleção do designer Zanini de Zanine para a Riva vem das linhas retas e planos inclinados, inspirados nas obras dos escultores Franz Weissmann e Amilcar de Castro. As esculturas geométricas dos artistas foram usadas como referências por Zanini em objetos que expressam as possibilidades bidimensionais e tridimensionais do Aço Inox da empresa Riva. A Coleção com diversos objetos e utilitários, estreia com uma Jarra para água, um Cortador de Pizza e um set de Saleiro e Pimenteiro, todos desenvolvidos por Zanini em visita as oficinas da Riva, na serra gaúcha, a convite do diretor criativo da marca, Rubens Simões. Os objetos estão à venda na loja online da marca, a boutique virtual da Riva e nos mais de 400 pontos de venda em 30 países. Site de vendas: http://boutiqueriva.com

Saleiro e pimenteiro em aço inox.
Saleiro e pimenteiro em aço inox.
Jarra de água com design  futurista.
Jarra de água com design futurista.
Cortador de pizza que mais parece uma escultura.
Cortador de pizza que mais parece uma escultura.

 

Fonte e fotos : Press Oficce

01:15 · 14.05.2014 / atualizado às 01:15 · 14.05.2014 por

A imagem do crânio humano sempre instigou nosso imaginário. Desde o surgimento do movimento punk, na Inglaterra dos anos de 1980, a imagem da caveira deixou de ter uma conotação mórbida e passou a ser apreciada e vistas com bons olhos. Já até virou referência de modernidade e estilo no mundo da moda e na decoração de interiores. Hoje se tornou um objeto mais do que Up- to-date nas decorações mais ousadas. Vemos as caveirinhas pra lá de divertidas e estilosas em objetos como almofadas, cadeiras, adornos e mais uma infinidade de objetos em forma de esculturas ou aplicadas em tecidas em forma de estamparias ou até mesmo cravejadas em cristais faiscantes. O melhor modo de usa-las na decoração de sua casa é mais do que simples, só usar a imaginação e o bom senso para a casa não ficar com cara de Halloween, muito menos a casa da família Addams.

Almofada com estampa de uma caveira de uma senhora estilo e elegante.
Almofada com estampa de uma caveira de uma senhora estilo e elegante.
A arte de reciclar, deu nessa caveira feita com teclas de teclados de computadores antigos.
A arte de reciclar, deu nessa caveira feita com teclas de teclados de computadores antigos.
Poltrona com caveira estampada no tecido, com a combinação da cores rosa e preto completando o ar "sinistro" do móvel.
Poltrona com caveira estampada no tecido, com a combinação da cores rosa e preto completando o ar “sinistro” do móvel.
Jogo de louça completo ( Maria Tea set), com imagens de caveira estampadas.
Jogo de louça completo ( Maria Tea set), com imagens de caveira estampadas.
Poltrona em estilo clássco, faz parte da coleção criada pela artista americana Sylvia Ji.
Poltrona em estilo clássco, faz parte da coleção criada pela artista americana Sylvia Ji.
Crânio em latão maciço e polido loja virtual (sergiok.com.br).
Crânio em latão maciço e polido loja virtual (sergiok.com.br).

 

Texto e pesquisa: Omar de Albuquerque   Fotos: www.cemporcentodesign.com.br

15:37 · 01.05.2014 / atualizado às 15:46 · 01.05.2014 por

Já começou a contagem regressiva para o fim das lâmpadas incandescente de todas as formas e tamanhos, já que as estrelas do momento são as econômicas e ecológicas lâmpadas com LED. E por falar em reciclagem, por que não reciclar as jurássicas lâmpadas, transformando em obras de arte ou pequenos artefatos de decoração, bem fáceis de fazer e bem bacanas de se vê.

Algumas lampadas de diversos formatos e uma cola tudo, tá feito o artefato de decoração.
Algumas lâmpadas de diversos formatos e uma cola tipo cola quente, tá feito o artefato de decoração.
Outro possibilidade de montagem de artefato, com lampadas em formato de bolinha, o cordão de fibra da o acabamento a peça.
Outra possibilidade de montagem do artefato, com lâmpadas em formato de bolinha, o cordão de fibra dará o acabamento a peça.
Peças criadas pela artista plástica Camilla Fabbri .
Peças criadas pela artista plástica Camilla Fabbri .
Uma luminária feita com um recipente de vidro, algumas lampadas sem uso e uma só lampada que acende. Criatividade e simplicidades juntas.
Uma luminária feita com um recipente de vidro, algumas lâmpadas sem uso e uma só lampada que acende. Criatividade e simplicidade  juntas, dá nisso!

 

Texto e pesquisa : Omar de Albuquerque  Fotos : http://www.trendhunter.com/trends/camilla-fabbri

Pesquisar

+Design

Tudo sobre design, arquitetura, interiores e decoração.
Posts Recentes

01h10mMini Adegas

11h10mPorcelana Da Villa

11h10mDesign Office

11h10mVaranda Iguatemi

10h09mCasa Niemeyer

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs