Busca

Tag: Arquitetura acessível


11:50 · 27.07.2018 / atualizado às 15:06 · 28.07.2018 por

Ninguém troca de sofá como quem troca de casaco. Mas, entre as coisas da moda e as coisas da casa, existe muito mais do que pode supor a nossa vã filosofia.

A mostra 100% DESIGN chega a sua 8ª edição na sua temporada 2018, com datas prevista para acontecer entre os dias 21 de julho a 12 de agosto, no espaço de eventos do shopping RioMar Fortaleza.

Por trás de cada móvel e acessório, a mostra apresenta conceitos que têm tudo a ver com o novo modo de vida em casas dos mais diversos estilos, estabelecendo cada vez mais conexões entre o design e as propostas que desfilam pelas passarelas, por exemplo. O mercado fashion metaboliza muito rápido as tendências e os novos hábitos culturais e de consumo, servindo como termômetro também para o design. Por isso, em 2018, a Mostra 100% DESIGN está investindo nessa proximidade entre as duas plataformas de moda e design. A Mostra homenageará mestres no mundo fashion brasileiro que inspiraram ambientes e criações de peças de design e mobiliário, entre os homenageados estão nomes como: Lino Villaventura, Clodovil Hernandes e o cearense Kalil Nepomuceno, Claudio Silveira diretor do Dragão Fashion, além de estéticas das artes e das rendeiras cearenses com o memorial das rendas cearenses. A mostra que esse ano vem com 22 ambientes como joelheira, espaço da noiva, ateliê do design cearense, espaço 100% Blue Jean, home office da Bloqueia com referências em Edit Gomes, memorial das rendas que terá a curadoria de Ethel Whitehurst e o estúdio de tatuagem, onde uma equipe de tatuadores estará atendendo o público nas dependências da mostra.

Sob o tema décor-fashion, a edição 2018 reunirá grandes nomes da arquitetura cearense assinado ambiente que homenageiam fashionistas que estão entre os mais expressivos do circuito local e nacional. Entre eles estão: Carlos Zaranzza, Roberto Pamplona Junior, Sabrina Max, Henrique Morais, Miriam Bastos, Katinha Rodrigues, Raquel Chaib, Kaian Meira, Barbara Bortoloti, Auri Deusdará, Josafá Neto, Micheline Brito, Luciana Grangeiro, Márcia Albuquerque, Magdalena Bonfim, Pedro Paulo Rolim, Luara Carvalho, Liana Santana, Rafaela Teixeira, Aline Diógenes Sara Carneiro, João Paulo Gondim, André Moura, Rafaela Tomaz, Débora Freitas e André Barros Leal.

Hall de entrada da Mostra 100% Design – Carlos Zaranzza.

Tea  Room  – Roberto Pamplona Junior.

Espaço das noivas  – Sabrina Max

Espaço Conceito Ronega & Continuitá – Rafaela Thomaz.

Memorial da renas do Ceará – Miriam Bastos.

Joalheria da Mostra 100% DESIGN 2018 – Henrique Morais.

Espaço 100% Blue Jeans – Débora Freitas.

Ateliê do Design Cearense – Josafá Neto. 

Estúdio da fotografa de Moda – Rafaela Teixeira, Aline Diógenes e Sara Carneiro.

Ateliê do estilista sensorial – Micheline Brito e Luciana Grangeiro.

Suíte com Closet de Lino Villaventura – Pedro Paulo Rolim e Luara Carvalho.

Suíte da Empresária de moda – Liana Santana.

Estúdio do Tatuador – André Barros Leal.

Espaço Royalli Home – João Paulo Gondim e André Moura.

Ateliê do estilista Cearense – Auri Deusdará e Bárbara Bortoloti.

Estúdio da Blogueira – Katinha Rodrigues, Raquel Chaib e Caiam Meira.

Espaço Dragão Fashion – Márcia Albuquerque  e Magdalena Bonfim.

Katinha Rodrigues, Raquel Chaib e Caiam Meira.

Espaço das rendas Cearenses – Miriam Bastos.

Os Patrocinadores:

A mostra 100% DESIGN 2018 conta com o apoio especial de mídia e patrocinadores como:

Loja Evidencia, Casa Bonita, Holanda por Dulce Silveira, Ópera Arte Contemporânea, Planneje Prime, Ronega & Continuitá, Royalle Home Design,

Apoio: Diário do Nordeste, Revista Ambientes, Site Paparazoom, site Galeria de Marcia Travessoni, Café Três Corações e Shopping RioMar Fortaleza.

 Serviço:

A Mostra 100% DESIGN acontece no período de 21 de julho a 12 de agosto de 2018, das 12 horas às 22 horas nas dependências do Shopping RioMar Fortaleza. Com entrada Gratuita.

 

 

 

00:52 · 10.04.2018 / atualizado às 00:52 · 10.04.2018 por

Chega ao Brasil o conceito de “Colivign”, moradias modernas e compartilhadas com arquitetura de interiores com design assinado. O prédio em questão será construído todo em madeira certificada na cidade de São Paulo.

 A cidade de São Paulo, mais uma vez servirá de vitrine para um ícone da arquitetura contemporânea modelo para o mundo, mais precisamente na Vila Madalena, zona oeste da capital paulista, onde será construído um edifício de 13 andares todo feito de madeira certificada, sem uso de concreto ou cimento. A inovação da edificação não está só na questão do uso de materiais certificados e ecologicamente corretos e sim no uso inovador e de sua coletividade com pequenos espaços privados compartilhados com grandes áreas comum, pois a ideia não é ter vários apartamentos, mas um convívio fluído, com espaços coworking e restaurantes.

O escritório de arquitetura Triptyque assina o projeto, que será erguido em um terreno de 1.025 m² localizado na Vila Madalena e terá área total de 4.340m². Com 13 pavimentos e um conceito que prevê diversas funcionalidades. O Coliving é uma tendência de compartilhamento de moradias urbanas que crescem cada vez mais em grandes centros. Como alternativa, surge como tendência que pretende derrubar, além de paredes, a crise da falta de espaços físicos e os ideais de individualização e desperdício. Trata-se do coliving, um movimento que estimula a integração, a sustentabilidade e a colaboração conciliados a custos reduzidos. A ideia de se pagar uma área comum de uma casa como um grande living, um espaço gourmet ou mesmo home theater que em geral são usados de vez em quando, onerando em compras ou alugueis de espaços ou até mesmo em taxas de condomínio e impostos municipais desnecessariamente, se essas áreas podem ser compartilhadas por um condomínio no modelo Colinving, sem onerar maiores custos aos seus usuários.

O que diferencia o coliving, em relação a outras experiências como repúblicas ou até mesmo asilos, segundo seu manifesto, são os conceitos de Comunidade em harmonia com a individualidade, a aproximação de pessoas e troca de experiências, entre outros.

Pesquisa e textos: Omar de Albuquerque   Fotos: cemporcentodesign.com.br

 

11:43 · 06.11.2017 / atualizado às 11:43 · 06.11.2017 por

Em tempos de bandeira vermelha, as Lâmpadas LED são sinônimo de economia na conta de luz. Além de proporcionarem uma iluminação suave e eficiente.

O Uso de equipamentos ecologicamente sustentáveis, hoje são mais que necessários, pois vivemos uma crise hídrica e por consequência uma crise de fornecimento de energia elétrica, a questão de repensarmos o consumo de energia parte do princípio de um projeto de iluminação bem elaborado, não só na questão estética de uma boa iluminação, mas principalmente nas vantagens da substituição de lâmpadas tradicionais para as lâmpadas de LED.  Desde que entrou em vigor, em janeiro de 2015, a bandeira tarifária já fez com que os brasileiros pagassem R$ 20 bilhões a mais em suas contas de luz, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Neste mês de novembro, o governo anunciou o uso da bandeira de cor vermelha.

A mudança de alguns hábitos e fazer um consumo mais consciente de energia, como o uso d as lâmpadas LED, são até 90% mais econômicas que as incandescentes e até 30% mais econômicas que as fluorescentes. Toda essa economia é proporcionada graças à eficiência da tecnologia LED. Com o uso de apenas 8W de potência, é possível deixar um ambiente iluminado com a mesma intensidade do que uma lâmpada incandescente de 60W ou de uma fluorescente de 15W. A sustentabilidade é outro ponto positivo para as lâmpadas com tecnologia LED. Além do menor consumo de energia, e consequentemente, de recursos naturais para gerá-la, elas não emitem radiação ultravioleta ou infravermelha e ainda são livres de metais pesados ou mercúrio. Mesmo que custem um pouco mais em um primeiro momento, as lâmpadas LED tornam-se aliadas fortíssimas das finanças de economia doméstica. Segundo os profissionais, arquitetos e Light Designer, especialistas em projetos de iluminação, hoje a última geração lâmpada de LED, projetam com toda nitidez as nuances de cores dos ambientes, mantendo fiel todas as cores sem distorções. Diagnóstica Lígia Orlandini, gerente de Produto de lâmpadas LED da LEDVANCE.

Pesquisa  e textos: Omar de Albuquerque  Fotos: LEDVANCE

 

 

12:53 · 29.08.2017 / atualizado às 12:53 · 29.08.2017 por

A designer criou a luminária Ipê partindo do conceito de uma viagem de redescoberta pelo artesanato nacional, transbordando de emoções, ao se deparar com um ipê amarelo. Lindo, única luz num campo aberto, emoldurado por um céu azul turquesa, sua base é feita em madeira de ipê e cúpula feita de fuxicos de tamanhos diversos, confeccionados em tecido artesanais compostos em fios de algodão tingidos naturalmente com frutíferos.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque

11:44 · 28.08.2017 / atualizado às 11:45 · 28.08.2017 por

A possibilidade de atingir o grande público com produtos acessíveis com garantia de qualidade, fui o ponta pé para a dupla de designers mais conhecidos como irmãos Campanas, desenvolvessem a coleção.

Que os irmãos Campanas são unanimidade do design mundial, isso todos sabem! Agora que os designers Humberto e Fernando Campanas além de desenvolverem peças ícones do design contemporâneo, também desenvolvem móveis acessíveis a qualquer pessoa, isso é novidade! São peças de cores básicas com traços retos e cleam de fácil assimilação e interpretação ao consumidor comum. A coleção traz móveis feitos em MDF laqueado colorido com partes montáveis que levam em seus desenhos, um forte estilo industrial. Cuidadosamente pensada para levar o design dos Campana para o dia a dia da casa jovial e contemporânea, nas dimensões e na facilidade de montagem, a coleção tem personalidade forte e uma paleta de cores inspirada na Mata Atlântica. Traz também peças complementares e a possibilidade de composição em duas cores. Com sutis variações de uma chapa de madeira recortada nasceu a nova linha da Tok&Stok. Os planos verticais e horizontais se tocam para formar uma série funcional, prática e leve São móveis como mesa, aparador, escrivaninha, estante, três tipos de bancos e uma cadeira.

A dupla mais reconhecida do design brasileiro, cujo estilo próprio, inova mais uma vez com um projeto estruturado em poucos elementos formais e resultado harmonioso. A inspiração inicial para o projeto, se deu por uma mesa e um banco feitos para o projeto Reffetorio Gastromotiva, no Rio de Janeiro, utilizando as madeiras que seriam descartadas durante a obra. Extraídos de móveis que os pedreiros fabricam de forma que sejam utilizados durante uma obra de uma construção, visando a maior utilidade.

A possibilidade de criar moveis acessíveis a um grande público consumidor, sempre seduziu Fernando e Humberto, que tem nas suas criações em casa de design pelo mundo destinadas ao mercado de luxo e colecionadores, também atuam em comunidades para resgatar o artesanato brasileiro através de projetos de seu Instituto Campana.

Pesquisas e textos: Omar de Albuquerque    Fotos: Tok & Stok

 

13:25 · 13.08.2017 / atualizado às 13:25 · 13.08.2017 por

Espaço receptivo, o check in e concierge do Hotel, seguindo as propostas de hotel de charme que se encontram nos principais destinos como Roma, Buenos Aires e Barcelona, hotéis boutiques intimistas e acolhedores. No espaço assinado pelo arquiteto Roberto Pamplona Junior, foi utilizado cores refrescantes de tons de verde como um oásis a receber os visitantes, muitos livros em armários fechados e estantes além de uma seleção de trabalhos e obras de arte do escritório Menu das Artes, dão uma conotação cult e intelectual ao ambiente.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: Diário do Nordeste

 

00:39 · 09.08.2017 / atualizado às 00:39 · 09.08.2017 por

Um dos ambientes mais charmoso da Mostra 100% DESIGN 2017, foi o bistrô assinado pela arquiteta Mirian Bastos. Uma mistura de estilos que vem desde ao clássico ao moderno contemporâneo. A presença do verde em forma de grandes arranjos de folhagens, assim como os revestimentos das paredes e almofadas de madeira maciça e o papel aplicado no restante da parede no mesmo tom de verde, a cor do ano de 2017. Móveis de estilo e peças de antiquário dão o toque especial ao projeto do Bistrô do Hotel design.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    Fotos: Diário do Nordeste

00:21 · 08.08.2017 / atualizado às 00:21 · 08.08.2017 por

O ambiente Cinema PUB design da Mostra 100% DESIGN 2017 foi criado para oferecer maior funcionalidade, o espaço oferece mais que um cinema, também lounge para pequenos eventos e recepções, onde foi pensado uma estrutura de bar com balcão de tampo de pedra, proporcionando mais uma opção de ambiente dentro do espaço. Seguindo a tendência da cor “Greenery Decor”, eleita pela Pantone a cor do ano de 2017, o ambiente é enriquecido com diversos tons da paleta verde, bem como plantas naturais, trazendo bem-estar e conectando e humanizando o ambiente à natureza. O projeto leva a assinatura do arquiteto Felipe Costa.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque    fotos: Diário do Nordeste

 

12:25 · 05.08.2017 / atualizado às 12:25 · 05.08.2017 por

O Espaço Gourmet da Mostra 100% Design 2017, busca um conceito que surgiu no Estilo Industrial, as formas foram mescladas com materiais de luxo, metais e revestimentos com características cimentadas.  A elegância do ambiente se dá pela leveza de informações, já que o uso dos metais e vidro foi extensa. A ilha central do espaço, onde está a cuba da pia esculpida com fechamento em vidro, foi toda executada em pedra Ônix Provence, sua continuidade torna-se uma bancada para visitas. O formato geométrico é acompanhado pelos móveis e base metálica.  A composição das duas bancadas cria uma triangularidade que torna o espaço bem mais funcional. O canteiro é o refúgio, a beleza do natural que foi incluída no ambiente. Todos os móveis planejados são exclusivos da loja Planejje DESIGN. As coloridas panelas e acessórios da Le creuset dão o toque final ao ambiente assinado pelos arquitetos Gustavo Augusto Lima Neto e Laís Sampaio.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque   Fotos: Diário do Nordeste

11:07 · 23.06.2017 / atualizado às 11:07 · 23.06.2017 por

Essa linda escultura forma uma intrigante volumetria com cubos acoplado em uma sequência linear. Seu acabamento em textos rustica, quebra o maximalismo mínimo é o reflexo de uma simbiose harmoniosa entre diferentes conceitos de beleza escultural, seu estilo recebeu inspirações em arte desconstrutivista. Tornado os ambientes ecléticos e ao mesmo tempo minimalista, corajoso, mas sempre elegante. Sua cor metalizada em tom de cobre arremata sua elegância retilínea.

Pesquisa e texto: Omar de Albuquerque