Busca

Categoria: Categoria livros para os pais


12:18 · 24.04.2015 / atualizado às 12:18 · 24.04.2015 por

Abril é um mês repleto de comemorações para quem ama ler. No dia 18, se comemora o Dia Nacional do Livro Infantil e no dia 23, foi proclamado desde 1995 o Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor, por conta das datas de nascimento e de morte do dramaturgo e poeta inglês William Shakeaspeare e de nascimento do escritor espanhol Miguel de Cervantes. Um mês superespecial, portanto, e digno de muitas viagens pelo universo que só os livros proporcionam. Vamos às dicas:

1. Selvagem

Nessa obra, escrita e ilustrada por Emily Hughes, as ilustrações são o diferencial. Desde as folhas de rosto, todas decoradas em flores, folhas e guizos, até a personagem em questão, seus pais adotivos e seus amigos da floresta, tudo encanta.  O enredo, que tem pouco texto, ótimo para os menores e aqueles em fase de alfabetização, fala de uma menina que vivia muito bem na floresta, assim como o Mogli.  Só que tudo muda quando ela encontra uns animais novos na floresta e levam ela para a dita “civilização”.  Aqui, tem uma prévia do livro.

Olhem algumas das lindas ilustrações:

09

A floresta inteira a adotou como filha, mesmo sem saber de onde ela veio

10

E ela adorava brincar com as raposas

11

Só que adotaram ela e queriam mudá-la de todo jeito

08

Um dos detalhezinhos fofos desse livro é a lombada de tecido.

Selvagem

Emily Hughes

Pequena Zahar

Tradução de Maria Luiza de A. Borges

40 páginas

Preço médio: R$ 39,90

2. A perigosa vida dos passarinhos pequenos

 Nesse livro, que é a estreia da Miriam Leitão (sim – é a comentarista de economia do Bom Dia Brasil e ela já tem três obras publicadas) na literatura, ela fala dos pássaros da sua fazenda e de como eles tentam sobreviver, em meio à predadores naturais e ao homem, mesmo sendo tão pequenos e frágeis. Indicado para crianças maiores, a partir de oito anos, por ter mais texto, fala bastante de preservação e das espécies que existem, de verdade, na Mata Atlântica.

Essas são as espécies com seus nomes e desenhos:

02

 

E essas as fotos delas:

03

E essa é a obra:

01

A perigosa vida dos passarinhos pequenos

Miriam Leitão

Ilustrações de Rubens Matuck

Rocco

54 páginas

Preço médio R$ 35

3. Jardim de Polvo (Octopus Garden)

A canção de Ringo Starr, para os beatlemaníacos de plantão, se transformou em livro infantil  e foi lançado aqui no Brasil pela Salamandra. O livro, com capa dura e superilustrado, vem em versão bilíngue e ainda conta com um CD com a canção, com uma . ixa em karaokê, pra criançada acompanhar com a letra em inglês que está no livro. E também foi Ringo que compôs o sucesso Yellow Submarine, que virou até animação em 1968:

YouTube Preview Image

Para quem não conhece a música Octopus Garden, ela está no álbum Abbey Road:

YouTube Preview Image

As ilustrações de Bem Cort mostram todo o colorido do jardim do Polvo. Dá só uma olhada:

06

05

E aqui um trechinho da letra com tradução:

07

E o livro:

04

Octopus Garden (Jardim de Polvo)

Ringo Starr

Ilustrações de Bem Cort

Editora Salamandra

26 páginas

Preço médio: R$ 39

 

14:28 · 02.04.2015 / atualizado às 14:28 · 02.04.2015 por

Além de ser véspera da Semana Santa, hoje se comemora o Dia Internacional do Livro Infantil. Para celebrar a data, selecionamos três livros  de vários autores e editoras. Vamos lá!

Nesses tempos modernos, a maioria das pessoas vive correndo, para dar conta de tantos compromissos profissionais e ainda equilibrar a vida familiar. As mães são protagonistas dessa corrida e, de tanto apressar as crianças, às vezes acabam exagerando e confundindo a cabecinha dos pequenos.

É disso que fala o livro de Nara Vidal  “A menina e os relógios”. Assim como nós,  a mãe da história fica sempre avisando a menina Sofia que ela deve se apressar para ficar logo pronta para ir para a escola, para comer e, por isso, Sofia, um pouquinho “estabanada”, acaba se sujando ou se atrapalhando com isso, quando a mãe pede que ela não fique tão afobada.

livro 08

A mamãe pediu para ela se apressar e ela acabou se sujando toda de molho de tomate…

Mas, no fim do dia que tem as melhores horas, quando tudo se acalma  e a mãe conta uma história e dá um beijinho para ela dormir…

livro 09

 Dorme, bebê, com os anjinhos…

livro 07

A menina e os relógios

Nara Vidal

com ilustrações de Zeka Cintra

Editora DSOP

Preço médio: r$19,90

Indicação: a partir de quatro anos

Já nesse livro “O riso da melancia”, tem poesias falando de várias frutas, com rimas legais e até alguns trava línguas. Tem de jabuticaba, amora, melancia, carambola, manga, acaí, graviola, melão, goiaba, abacaxi, mamão, seriguela e salada de frutas. Na da Seriguela, eles falam do Ceará, com essa poesia:

“Só mesmo quem é banguela

Não come a fruta amarela

Que se chama seriguela

e nasce no Ceará

Quem chega vindo de lá,

A saudade, um pouco, enterra,

Que o doce da sua terra

com ela veio pra cá

Porém, pra não ter atrito

aproveito e me permito

corrigir o que foi dito

No início, falando dela

Pois mesmo quem é banguela

do sabor também desfruta,

Tomando o suco da fruta

 que se chama seriguela”

livro 05

Uma das ilustrações do simpático livro, a que se refere à seriguella

livro 06

E essa é a da salada de frutas

livro 04

O riso da melancia

Maria Augusta de Medeiros

com ilustrações de Bruna Assis Brasil

Editora FTD

Preço médio: R$ 36

Já a “A Lenda da Noite”, que faz parte da coleção Histórias da Vó Betica, da Editora Callis, é perfeita para aqueles momentos em que as crianças resistem, resistem e não dormem de jeito nenhum.

No livro, a avó, que é índia, conta como, de acordo com as lendas repassadas pelo seu povo, a noite foi formada.  Boa oportunidade de falar sobre o folclore e sobre as lendas indígenas para as crianças.

A coleção também inclui  “A lenda da Vitória-Régia” e  “A lenda do Tambatajá”.

Essa é uma das ilustrações:

livro 02

livro 01

A Lenda da Noite

De Blandina Franco e José Carlos Lollo

Editora Callis

Preço médio: R$ 25

12:37 · 20.03.2015 / atualizado às 12:37 · 20.03.2015 por

Ler é bom demais, não é? E quando se acrescentam boas histórias e ainda ilustrações que falam ao coração, podem inspirar momentos inesquecíveis entre pais e filhos.

Hoje, no dia que homenageia o Contador de Histórias (sim, o dia 20 de março é dedicado aos Contadores de Histórias!), que todos nós, pais, mestres e amigos de crianças, somos um pouquinho,  trago  quatro dicas de livros interessantes, com temas que vão desde uma fábula que ensina a importância de hábitos simples, como os de higiene, até assuntos mais complexos, como separação dos pais. Vamos aos livros.

1. O doce plano das galinhas (Nara Vidal, com ilustrações de Leka, da Editora Cuore)

Esse livro é um dos mais divertidos. De forma leve, a escritora mineira radicada na Inglaterra Nara Vidal desfia o texto, que lembra aquele filme bem legal: A fuga das galinhas.  Lembram do trailer?

YouTube Preview Image

Isso porque todos os personagens são animais e os protagonistas são os inimigos de sempre: raposas e galinhas. Só para começar, Nara diz logo assim:

“Num mundo diferente, onde nem eu, nem você estivemos, tem vacas  com manchas coloridas que dão leite de chocolate (hummmm), tem burro inteligente e porco que não come porcaria. Tem carneirinho que conta abelha para dormir, tem galinhas que falam e raposas que se acham muito espertas”.

Uma das ilustrações:

diarinho 05

 

 

Mas, pelo menos pra mim, o momento mais interessante do livro é o bilhete em raposês, feito pelas galinhas, para as raposas, que rende risadas até hoje na minha casa:

raposes

 

O bom é que tem a tradução de cabeça para baixo, no fim da página, que nem aquelas respostas de passatempo…

E no fim, se revela qual era o doce plano das galinhas e que as crianças tem que tomar bastante cuidado para não caírem na mesma armadilha.

diarinho 04

 

O doce plano das galinhas

Nara Vidal

Leka

Editora Cuore

Preço médio: R$ 34

 

2. Lá e aqui (Carolina Moreira e Odilon Moraes – Pequena Zahar)

Nesse pequeno livro, com capa dura, as frases são bem curtas e as ilustrações emocionam. O tema complexo: as transformações que uma separação pode gerar no coração de uma criança, explicadas de forma bem simples e poética.

Tudo começa com o clássico “Era uma vez uma casa” e complementa mostrando ele, a mãe e o pai e os bichinhos e plantas que moravam no jardim.

laeaqui

Era o lago, a casa, o cachorro, os sapos, o pai e a mãe.

Mas, depois de apresentar a casa e os jardins, os autores dizem que começou uma grande chuva, que afogou a casa, os jardins, os sapos e até os peixinhos, que foram morar nos olhos úmidos da mãe.

laeaqui2

 

Mas, depois fica tudo bem, cada um na sua casa. Como a gente gostaria que ficassem as famílias, após a separação.

Um livro para deixar os olhos úmidos mesmo.

Aqui, tem o livro para dar uma olhadinha antes.

laeaqui3

 

Lá e aqui

Carolina Moreyra/ Odilon Moraes

Pequena Zahar

Preço médio: R$ 39,90

3. Gorila (Anthony Browne – Pequena Zahar)

Esse livro do autor e ilustrador inglês foi premiado três vezes por sua história original, (Prêmio Hans Christian Andersen) e também pelos traços de suas ilustrações. Entre os diferenciais da obra, estão o fato de a menina amar gorilas, assim como o autor e ser muito sozinha, o que acontece, pelo menos nesse segundo caso, com muitas de nossas crianças, nesse mundo urbano e cheio de perigos.

Uma das ilustrações:

diarinho 02

A solidão de Hannah é de cortar o coração, não?

Hannah amava gorilas, mas ela nunca tinha visto um de verdade, pois seu pai não tinha tempo de levá-la ao zoológico. Ele não tinha tempo para nada. (Quem aí se identifica?). Então, ela pediu um gorila de aniversário, mas seu pai a presenteou com uma versão de brinquedo, o que a deixa frustrada. Eis que algo extraordinário acontece: o brinquedo se transforma num gorila de verdade. A história é delicada e forte, de um pai que se aproxima do universo da filha e vai te deixar também com os olhos úmidos.

diarinho 01

 

Gorila

Anthony Browne

Tradução: Clarice Duque Estrada

Pequena Zahar

Preço médio: R$ 39,90

4. O túnel  (Anthony Browne – Pequena Zahar)

Outro premiado com o Hans Christian Andersen,  do mesmo autor, mas que fala sobre as relações entre irmãos. Esses, como acontece na maioria dos casos, brigam muito e não são nada parecidos, até que eles entram juntos em um túnel e tudo se transforma, inclusive a relação conflituosa deles, que como geralmente é, tem mais amor do que qualquer outro sentimento.

Olhem só:

diarinho 06

diarinho 07

diarinho 08

Não é uma gracinha?

diarinho 03

O Túnel

Anthony Browne

Pequena Zahar

Preço médio: R$ 39,90

 

 

 

 

15:08 · 23.04.2014 / atualizado às 15:08 · 23.04.2014 por

Hoje, 23 de abril, é o Dia Mundial do Livro. A data foi instituída em 1930, lembrando o dia do falecimento de Miguel de Cervantes, que morreu em 23 de abril de 1616 e é um dos mais importantes escritores da literatura mundial. A sua obra-prima é Dom Quixote, um clássico da literatura ocidental. Para celebrar a data, aqui estão algumas dicas de bons livros para os adultos.

Os dois primeiros também são clássicos, mas de Júlio Verne, o mestre das aventuras de ficção científica e que mantém sempre a sua atualidade, mesmo depois de mais de cem anos do lançamento de suas obras. O outro é mais contemporâneo, mas igualmente delicioso: o romance de estreia do filósofo Peter Bieri, que assina com o pseudônimo Pascal Mercier, com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos no mundo e uma adaptação para os cinemas. Como amo literatura, preferi, dessa vez, expor três opções do gênero para os pais, em vez de livros com dicas de educação, saúde ou para melhorar os relacionamentos. Mas, em breve, iremos trazer dicas desse tipo de livro por aqui também.

1. Viagem ao Centro da Terra – Júlio Verne – Coleção Eu leio – Editora Ática.

viagem-ao-centro-da-terra

Eu comprei esse em um sebo por um preço bem baixo e foi a minha estreia nos livros do autor. Trata-se de uma adaptação para as jovens, o que deixa a leitura bem mais fluida, contudo tem alguns errinhos de ortografia, mas nada que tire o brilho do livro. A narrativa nos apresenta Otto Lindenbrok, um típico cientista e professor (um tanto atrapalhado) de mineralogia e seu sobrinho Axel – um moço apaixonado pelos minerais e pela bela jovem que com ele convive, Grauben. Ambos têm suas vidas mudadas radicalmente quando Lindenbrok encontra um manuscrito escrito por um mítico, Arne Saknussemm. A aventura começa na tarefa de decifrar o criptograma encontrado em um livro antigo, que fala como o mítico chegou ao centro da terra. A partir disso, o professor e seu sobrinho encaram uma aventura que envolve trens, navios, caminhada, escalada e é claro, descida, muita descida! Extremamente sensorial, a obra nos passa cada detalhe narrado: desde a coleção de rochas e minerais do professor à textura das cavernas e grutas visitadas por nossos aventureiros ao longo da expedição. Essa riqueza de detalhes nos transporta de forma real para a história e essa é uma das características sempre presentes nas obras de Verne. Para quem quiser complementar a obra vendo o filme, a adaptação mais recente é de 2008.

2. 20 Mil Léguas Submarinas – Júlio Verne – Edição comentada e ilustrada – Editora Zahar

Índice3

Esse livro já nos conquista pela qualidade da edição, que tem capa dura, páginas com papel especial e ilustrações da primeira edição, ainda do século XIX. Outro diferencial é a tradução que, diferente da edição simplificada da Editora Ática, está impecável. Entretanto, as descrições de Verne podem fazer com que os leitores iniciantes desistam do livro antes dos episódios de ação mais intensa, que ocorrem após a entrada no Nautilus. Em 20 mil léguas submarinas, o leitor é transportado para 1866, ano em que navios de diferentes nacionalidades começam a naufragar e sofrer misteriosas avarias. As descrições revelam que um ser “comprido, fusiforme, fosforescente em certas ocasiões, infinitamente maior e mais veloz que uma baleia” seria o responsável. Imediatamente, governantes e homens da ciência mobilizam-se para deter o misterioso monstro marinho. A missão, porém, não sai como esperado. Os responsáveis pela expedição são capturados pelo capitão Nemo, enigmático e problemático, criador do moderno submarino Náutilus, confundido com o tal monstro misterioso. A aventura só começou. A trupe vai viajar pelo fundo do mar, enfrentando águas remotas, criaturas das profundezas e uma fauna e flora exuberantes.
3. Trem noturno para Lisboa – Pascal Mercier – Edições Best Bolso

Índice1 
Essa é a leitura da vez. Confesso que acabei demorando demais para pegar esse livro, que foi meu companheiro na ida e na volta da minha viagem de Semana Santa. Estou completamente envolvida com ele. A história trata da mudança brusca na vida do professor de línguas clássicas Raimund Gregorius, que deixa a universidade, a casa e a sua vida em Berna para conhecer Lisboa e a língua portuguesa, através do olhar do médico Amadeu do Prado, escritor de um único livro, que ele comprou em um sebo. Fascinado pelo livro, Gregorius decide investigar o autor. Em sua viagem encontra pessoas que ficaram marcadas por seu relacionamento com esse homem excepcional, que o conheceram como médico, poeta ou combatente da ditadura. O melhor do livro é imaginar as ruas dessa cidade histórica. Fiquei pensando em como seria se alguém acompanhasse algum autor cearense desconhecido nas suas andanças por Fortaleza. Se fôssemos até onde o autor morou, conversássemos com seus parentes vivos, para saber mais obre ele. Trem noturno para Lisboa se tornou fenômeno editorial na Europa e vendeu dois milhões e meio de exemplares desde que foi publicado em 2004.

14:42 · 26.03.2014 / atualizado às 14:42 · 26.03.2014 por

Gente, desde que comecei a escrever por aqui sempre dei dicas de livros e, com menos frequência, de filmes e programações culturais para as crianças. Entretanto,  já há algum tempo, pensei em ampliar essas dicas com livros bacanas para os pais também.

Existe um ditado popular que nos diz “A palavra convence e o exemplo, arrasta”. Portanto, se ler foi um hábito dos pais em casa, certamente a criança terá mais vontade de folhear os livros e, com esse contato, até mesmo a leitura fluente pode acontecer antes do esperado.

“O comportamento da família influencia diretamente os hábitos da criança. Se os pais leem muito, a tendência natural é que a criança também adquira o gosto pelos livros”, afirma Rosane Lunardelli, doutora em Estudos da Linguagem e professora Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Para ajudar a desbravar esse encantado mundo da leitura, passarei a dar dicas de livros interessantes também para os pais, aqui no blog. Espero que gostem!

O primeiro “101 Coisas que não me contaram antes do casamento” é voltado para casais e confesso que me surpreendeu. Isso porque se trata  de um livro de aconselhamento em que eles não citam somente exemplos de casais heterossexuais, mas também de homossexuais.  Outra vantagem é que podemos abrir o livro onde quisermos, porque cada um dos 101 tópicos pode ser lido de forma independente. Além disso, a introdução é feita por um psicanalista brasileiro, que esclarece acerca das principais diferenças culturais entre nós e os americanos, público para o qual o livro foi escrito. Ah, é um livro de bolso, o que facilita o transporte e a leitura em qualquer lugar. Basicamente, o livro nos fala das pequenas diferenças que  podem tornar a rotina de um casal muito difícil. Também traz dicas para ajudar a lidar com os altos e baixos da vida a dois.

117661671SZ

101 coisas que não me contaram antes do casamento

Autores: Linda e Charlie Bloom

Editora: Viva Livros

Peter Pan é um clássico e, pela sua popularidade, todos nós conhecemos a sua história de menino que não quer crescer, até porque já foi adaptada para o cinema, está presente até nas coleções mais simples de contos de fadas e foi desenho com exibição diária nas manhãs dos anos 1990.

Mas essa edição da Zahar é um encanto. Com ilustrações, a edição de bolso luxo é aquele livro que se lê e que se tem vontade de guardar para quando o filho crescer, para que ele possa ler também e acompanhar a verdadeira história de Peter, Wendy, seus irmãos e os meninos perdidos. Verdadeira porque tem vários detalhes que se perdem nas adaptações, como as batalhas de Peter e como ele se safa do Capitão Gancho e o fim da história, que não está presente em nenhum dos filmes. Na introdução, também é falado bastante sobre a vida do autor e também de Monteiro Lobato, que incluiu essas histórias nas que eram contadas para as crianças do Sítio do Picapau Amarelo. Essa Edição Comentada e Ilustrada traz o texto integral de J.M. Barrie, notas explicativas de Thiago Lins, apresentação da escritora Flávia Lins e Silva e ilustrações originais de F.D Bedford para a primeira edição de Peter Pan, em 1911. E também tem a vantagem de ser de bolso, o que facilita levar para qualquer lugar, sem incômodo.

capa_CS5

Peter Pan

Editora Zahar

Autor: J.M Barrie