Diarinho

Categoria: Educação


10:50 · 16.10.2013 / atualizado às 10:53 · 16.10.2013 por

Olá, garotada! 🙂

O artista plástico Pablo Manyé traz um mundo de descobertas para alunos de escolas públicas de Fortaleza (Crédito: Divulgação)
O artista plástico Pablo Manyé traz um mundo de descobertas para alunos de escolas públicas de Fortaleza (Crédito: Divulgação)

Vem novidade por aí!

A Caixa Cultural Fortaleza apresenta, de 15 a 31 de outubro, o Projeto “

Aula-Luz”, com o artista plástico, presidente da fundação espanhola Art and Life, destinada a promover arte para crianças de diversos países. A proposta é trazer um mundo de descobertas aos alunos de escolas públicas de Fortaleza.

A partir dos recursos utilizados nas apresentações, tais como computadores, som, retroprojetores, câmaras escuras, líquidos coloridos, gelatinas, prismas e data shows, entre outros equipamentos, busca-se compreender como funcionam, de fato, a luz e a cor.

Esta edição terá 20 Aulas-Luz que serão ministradas na Galeria 3 da Caixa Cultural. Ao todo, 400 crianças de escolas públicas  terão a oportunidade de vivenciar as aulas.

Serviço:

Data: de 15 a 31 de outubro de 2013
Hora: período da manhã
Local: Caixa Cultural Fortaleza – Rua Pessoa Anta, 287 – Fortaleza (CE)
Informações: (85) 3453-2770
Classificação indicativa: 16 anos

15:26 · 11.10.2013 / atualizado às 15:26 · 11.10.2013 por

Tudo bem que o Dia das Crianças é amanhã, mas se você já garantiu o presente, que tal acrescentar um livro bem legal ao pacote? Somos responsáveis pelas fantasias das crianças e seria interessante estimularmos os nossos filhos, netos, sobrinhos, afilhados e filhos dos nossos amigos a descobrirem esse mundo maravilhoso que só a leitura nos mostra.

Pesquisas mostram que há uma relação direta entre a quantidade de livros que uma criança tem em casa e seu desempenho escolar. Os brasileiros guardam em casa, em média 25 livros, segundo dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, do Instituto Pró-Livro. E tem mais. A pesquisa da Pró-Livro comprova que as pessoas que mais influenciam o filho a ler são os pais. Enquanto 60% dos leitores se habituaram a ver os pais lendo, no caso de não leitores esse número se inverte: 63% nunca ou quase nunca viam isso em casa. Lá em casa, a minha filha briga comigo  e até chora se eu não ler antes de dormir pra ela.

Para quem não sabe muito bem o que comprar, tem clássicos que não podem faltar nas bibliotecas infantis, como O Pequeno Príncipe, O Menino do Dedo Verde e os livros de Monteiro Lobato, como As Reinações de Narizinho. Quem já tem essas obras, ou ainda acha que seu pequeno amigo não tem idade para livros longos, a gente indica essas novidades das editoras para essa data tão especial.

1. Clariana, a menina invisível

Numa noite de tempestade, sozinha em casa, uma menina desaparece. Mas ela ainda está ali, embora ninguém mais a veja. Coincidentemente, na madrugada desse mesmo dia, seu irmão nasce na maternidade. Partindo dessa premissa, a autora Maíra Viana tece a teia da jornada de Clariana, uma menina em busca de sua identidade. A abordagem, passeando pelo campo do imaginário infantil, brinca
com os sentimentos de visibilidade e invisibilidade recorrentes na infância de todos nós.

Índice
Clariana, a menina invisível
Autora: Maíra Viana
Ilustrações: Cecília Murgel
Editora DSOP

2. Dia a dia com os anjinhos

Voltado para quem quer ensinar os preceitos cristãos para os filhos é um devocional diário, totalmente ilustrado e cheio de personagens que ajudarão os pais na tarefa de compartilhar o Evangelho e seus ensinamentos com os pequenos.

Índice1
Dia a dia com os anjinhos
Autor: Crystal Bowman
Editora: Mundo Cristão

3. O incrível menino devorador de livros

Foi meio por acaso que tudo começou, numa tarde em que Henrique andava bem distraído. Ele pegou um livro e provou uma palavrinha, para ver o que acontecia… E logo se tornou um grande devorador de livros! Quanto mais comia, mais conhecimento ele adquiria. Mas será que os livros existem para ser, literalmente, devorados?

Índice2

O incrível menino devorador de livros
Autor: Oliver Jeffers
Editora: Salamandra

4. Crianças como você
O livro proporciona uma viagem por diferentes culturas, mostrando o cotidiano das crianças, com suas brincadeiras, descobertas e aprendizados nos mais variados países.
Índice4Crianças como você
Autores: Barnabas Kindersley e Anabel Kindersley
Tradutor: Mário Vilela
Editora: Ática

5. Festa de criança

Um dos grandes nomes do humor da nossa literatura, Luís Fernando Veríssimo, apresenta as travessuras e o olhar das crianças em histórias que nos levam muito além do riso. Bom aprendizado para pais e filhos.

 

Índice5

Festa de criança
Autor: Luís Fernando Veríssimo
Editora Ática

13:33 · 06.10.2013 / atualizado às 13:33 · 06.10.2013 por

Com ilustrações super legais e ainda lições de boas maneiras, inspiradas no jeito de ser de alguns rockeiros, o livro “Rock para pequenos” fez muito sucesso e figura entre os preferidos lá de casa e de um monte de amigos que eu tenho.

Pois as Edições Ideal fizeram agora o “Cinema para Pequenos – um livro ilustrado para pequenos cinéfilos”, com a mesma proposta, com textos e ilustrações de Lauca D. Macoriello, que também assina o livro voltado para os pequenos rockeiros.

Nessa edição, personagens  de filmes da década de 1980, como o Sr. Miyagi (Karatê Kid), Indiana Jones (Indiana Jones e os Caçadores  da Arca Perdida), Ferris Bueller (Curtindo a vida adoidado), E.T (E.T, o Extraterrestres), Sloth (Os goonies) se unem a outros personagens importantes de longas de tempos mais recentes, como o Neo (Matrix), Amelie (O fabuloso destino de Amelie Poulain), Violete Beauregarde (Fantástica Fábrica de Chocolates) e capitão Jack Sparrow (Piratas do Caribe) para ensinar boas lições para a criançada.

O interessante é que uma boa parte dos personagens fizeram parte da geração que viveu nos últimos 40 anos, o que pode render uma ótima sessão nostalgia para mostrar para os filhos os clássicos da Sessão da Tarde da nossa infância, regada a pipoca e muita diversão.

Olha só as lições e as ilustrações que o livro nos traz:

kelly 03

O capitão Jack, do Piratas do Caribe, ensina que brigar não é legal e que tudo pode ser resolvido com uma boa conversa.

kelly 01

Já através dos péssimos modos de  Violet, da Fantástica Fábrica de Chocolates, a autora diz que “Mastigar de boca aberta e falar de boca cheia é horroroso”. Essa loirinha aí tinha ganho até concurso de quem fica mastigando chiclete por mais tempo e colava o doce atrás da orelha, para comer outras coisas. Éca…

kelly 02

Harry Potter é atrapalhado, mas nem por isso deve ser alvo das risadas dos amigos. Ele, mesmo desengonçado, um dia será um grande bruxo. Não devemos rir dos nossos colegas.

 

353-645466-0-5-cinema-para-pequenos-um-livro-ilustrado-para-futuros-cinefilos

Cinema para Pequenos – um livro ilustrado para futuros cinéfilos

Ilustrações e textos: Laura D. Macoriello

Edições Ideal

 

09:30 · 04.10.2013 / atualizado às 09:30 · 04.10.2013 por

Para começar o mês da criançada com muito encanto, brincadeiras e animação, o Shopping Aldeota, em parceria com a clínica veterinária Faro Fino, promoverá, hoje, amanhã e domingo, uma exposição de filhotes de animais de raças e espécies variadas. Cerca de 20 animais, entre cães, gatos, aves e roedores, vão estar expostos e à venda durante os três dias de exibição.

04

Durante o período de exposição, a veterinária da clínica, Dra. Roseane Bastos, estará supervisionando os filhotes para mantê-los bem cuidados. Já o diretor, Luís André Bastos, dará orientações sobre as melhores práticas para criação de animais de estimação, tornando o evento uma oportunidade de educar as famílias que o visitarem, aproximando-as ainda mais dos filhotes, que precisam de um lar aconchegante e cheio de carinho.

E para garantir a diversão completa do fim de semana da garotada, as atrações ficarão por conta do Adestrador Vladimir Maciel e de seu cão Jacó, vencedores do “Se vira nos 30” do Domingão do Faustão, que farão apresentações no sábado e no domingo em dois horários, às 17 e às 19 h. Não fique de fora dessa 😉

Vladimir e Jacó
Adestrador Vladimir Maciel e seu cão Jacó. Foto: Divulgação

Serviço

“Exposição de filhotes”
Shopping Aldeota (Av. Dom Luis, 500)
Data: 04, 05 e 06 de outubro
Horário: 16 às 20 h
Local: Piso L1 – Praça de Eventos.

22:47 · 25.09.2013 / atualizado às 22:47 · 25.09.2013 por

Quadrinhos são diversão garantida para as crianças de todas as idades, certo? Bem, pelo menos para mim, que compartilho o gosto por esse tipo de publicação com a minha filha de cinco anos, essa frase é verdadeira. Somos do tipo que compramos, todos os meses, pelo menos uma revistinha da Turma da Mônica. As da Magali e as do Chico Bento são as nossas preferidas.

Para quem gosta de quadrinhos, como nós, a Editora Ática lançou uma coleção ótima, a “Clássicos em quadrinhos”. São dez títulos (A Ilíada e a Odisseia; Bravo, Sr. William Shakeaspeare; Dom Quixote; Mitos gregos – O vôo de Ícaro e outras histórias; O Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda; Simbad, o Marujo; Sr. William Shakeaspeare – Teatro; Egito Antigo – Contos de Deuses e Faraós e Histórias do Antigo Testamento – Deus e suas criações) em um formato grande e ricamente ilustrados por Márcia Williams, que também é responsável pela adaptação dos textos.

No  Histórias do Antigo Testamento – Deus e suas criações, que é uma obra traduzida do inglês por Luciano Vieira Machado, várias histórias dessa primeira parte da Bíblia são contadas com ilustrações delicadas e cheias de detalhes, além de serem permeadas por muito bom humor, com os comentários dos anjinhos que aparecem nas bordas das páginas. Nessa obra, são mostradas 11 histórias, desde o Gênesis até o livro do profeta Daniel.

Olhem só o colorido e os detalhes da ilustração da Arca de Noé:

diarinho egito 01

Outro livro bem legal dessa coleção é o “Egito Antigo – Contos de Deuses e Faraós”, com tradução de Adriane Schwatz. Entre as lendas contadas, estão Rá e a criação; Ísis e a Serpente; o malvado Set; Hórus o vingador e a Rainha Cleópatra. Nessas histórias, um personagem está sempre presente: um gatinho verde, que fica contando as curiosidades da cultura egípcia no rodapé das páginas. Ele explica que os gatos eram sagrados no Egito e nenhum lar era completo sem um ou dois felinos. Tinha até uma deusa gata, a Bastet, que ajudava na fertilidade e na proteção das crianças. Também é o gatinho que explica o processo de mumificação. Se quiser saber mais sobre a escritora e ilustradora Márcia Williams é só clicar aqui: http://www.marciawilliams.co.uk/about.html

Já sobre os costumes do povo esquimó, que vive no ártico, tem o sensível “A narradora das Neves – uma aventura no país Inuit”, da editora Nemo, traduzida do francês por Fernando Scheibe. Os quadrinhos contam a história de Bunik. Na velhice, como é costume entre os esquimós, a tradição pede que os idosos, ao sentirem que não são mais úteis, sentem-se no gelo, ao relento, para esperar a morte e é esse o começo da história. Ao voltar nas lembranças, ela se recorda de quando descobriu que queria ser narradora e contar histórias para alegrar o povo esquimó. Ao descobrir sua vocação, ela também encontra o seu amor da vida inteira, o pescador Taq e vive muitas aventuras com ele.

Vejam só uma parte da história:

download (2)E então, vamos começar a ler?

download

 

Egito Antigo – Contos de Deuses e Faraós

Editora Ática

Autora e ilustradora: Márcia Williams

download (1)

 

Deus e suas criações – Histórias do Antigo Testamento

Editora Ática

Ilustrações e adaptação: Márcia Williams

download (3)

 

A narradora das neves – uma aventura no país Inuit

Editora Nemo

Autores: Béka & Marko

22:04 · 11.09.2013 / atualizado às 22:10 · 11.09.2013 por

No mês de setembro, além do Dia da Independência e a chegada da Primavera, também se comemora o Dia do Irmão.  E tem relação mais complicada e mais legal ao mesmo tempo? Uma das histórias mais interessantes que eu li nos últimos tempos sobre esse assunto está em “Meu irmão não anda, mas pode voar”, que fala da relação linda e diferente entre dois irmãos. Tudo começa quando a personagem do livro faz sete anos e descobre que vai ganhar um irmãozinho. Para a surpresa dela, a barriga da mãe não cresce e ele não é um bebê, mas um menino mais velho que ela e cadeirante. A partir daí, os dois se divertem muito e aprendem um com o outro.

Outra história, que é bem mais clássica, mas também fala da relação entre irmãos é “Joãozinho e Maria”. Diferente da história tradicional, os irmãos são negros e moram em Minas Gerais. Na adaptação de Cristina Agostinho, Ronaldo Simões Coelho e com ilustrações de Walter Lara, os dois se perdem  em locais como o Pico das Agulhas Negras e na cachoeira Véu de Noiva, onde vão buscar juntos frutas como goiaba e jabuticaba para a madrasta malvada.

Em “Maneco e Joana”,  um menino de dois corações se encontra com uma menina que não o tem, mas em vez de coração, tem um buraco no peito. O design do livro também faz diferença porque o casal só se encontra no meio da história e cada um dos dois é mostrado de um lado, um de “cabeça para baixo” e outra “de cabeça para cima”.

Sem saber que se tratava  do neto do escritor Graciliano Ramos, comecei a ler, despretensiosamente, o livro “Se eu não me chamasse Raimundo”, de Ricardo Filho. Na história, Raimundo tem o nome do avô e passa por uma quimioterapia aos doze anos. Em vez de encarar a doença com tristeza, o menino fantasia e a história é cheia de grandes lições, por isso, prepare para embargar a voz várias vezes durante a leitura, porque o livro é realmente de emocionar. Ah, e ele ainda fala do livro infantil escrito pelo avô Graciliano, “A terra dos meninos pelados”, que tem várias semelhanças com  um hospital que trata de câncer infantil.

 

meuirMeu irmão não anda, mas pode voar

Editora: Autêntica

Texto: Angel Barcelos

Ilustrações: Manoel Veiga

 

42129635Joãozinho e Maria

Edições Mazza

Adaptação de Cristina Agostinho e Ronaldo Simões Coelho

Ilustrações: Walter Lara

manecoManeco e Joana

Editora: Geraçãozinha

Autores: Ana Reber e Fernanda Fajardo

 

ÍndiceSe eu não me chamasse Raimundo

Editora Globinho

Autor: Ricardo Filho

Ilustrações: Bruna Assis Brasil

 

13:52 · 11.09.2013 / atualizado às 15:53 · 13.09.2013 por

capalivroResponder as principais dúvidas de papais, mamães e crianças quanto à higiene e aos hábitos alimentares são os objetivos do Inspetor Saúde, como é mais conhecido o professor Cláudio Lima, no livro “A menina e a bactéria”, sua primeira investida junto ao público infantil.

Com uma linguagem bem didática e ilustrações de Émerson Melo, o engenheiro de alimentos – que também tem um quadro de saúde na TV Verdes Mares – convida a criançada a conhecer o mundo invisível dos microrganismos, que convivem conosco e contra quem, muitas vezes, não sabemos nos defender.

Inspetor Saúde e a filha Brena apresentam o livro "A menina e a bactéria" (Foto: Agência Diário/ JL Rosa)
Inspetor Saúde e a filha Brena apresentam o livro “A menina e a bactéria” (Foto: Agência Diário/ JL Rosa)

Confira entrevista do Inspetor Saúde conferida ao Diarinho. Sua filha, Brena, que inspirou a obra, participa do bate-papo:

Para adquirir o livro “A menina e a bactéria”, é só entrar em contato com o Inspetor Saúde pelo seu Facebook, nos Mercadinhos São Luiz ou nas livrarias Saraiva de Fortaleza.

12:25 · 25.08.2013 / atualizado às 12:25 · 25.08.2013 por

Neste mês, o dia 22 é dedicado ao Folclore. Segundo o dicionário Aurélio, Folclore é o conjunto das tradições, conhecimentos ou crenças populares expressas em provérbios, contos ou canções. Uma das expressões culturais mais ricas para serem mostradas é a indígena. Para que os pequenos e também os adultos possam conhecer mais sobre essas histórias, algumas, inclusive, escritas por eles mesmos, indicamos aqui algumas obras, de várias editoras, que podem suscitar boas conversas e também despertar uma viagem imperdível pelo colorido  mundo da imaginação. Para quem quiser ir além dessa lista, uma boa dica é visitar os sites dos principais autores indígenas da atualidade: Daniel Munduruku; Olivio Djekupe e Eliane Potiguara.

"Meu livro de folclore"

Meu livro de folclore
Ed Ática
Autor: Ricardo Azevedo
O autor pesquisou contos, adivinhas, ditados, trava-línguas, parlendas e trovas da literatura popular brasileira para construir nesse livro um autêntico painel da nossa cultura.

FTD_Pequenas Guerreiras

Pequenas Guerreiras
Editora FTD
Autor: Yaguarê Yamã
Ilustrações: Taisa Borges
Escrito pelo índio Yaguarê Yamã,  da aldeia Yãbetué’y, Pequenas Guerreiras mostra a história de cinco lendárias indígenas, filhas das amazonas, que deram nome ao estado homônimo, na região Norte do Brasil. Suas vidas se agitam quando elas resolvem brincar no lago Espelho da Lua, na região do rio Nhamundá, e são surpreendidas por indígenas inimigos. As ilustrações são de Taisa Borges, finalista  do Prêmio Jabuti em 2011 na categoria Ilustração de Livro Infantil e Juvenil, com dois títulos.

"No Meio da Noite Escura Tem Um Pé de Maravilha"

No meio da noite escura tem um pé de maravilha!
Ed Ática
Autor: Ricardo Azevedo
O livro é composto por dez contos de encantamento recolhidos do folclore brasileiro e recontados com o talento de um especialista em literatura infantil e folclore.

O saci e o curupira

O saci e o curupira
Ed Ática
Autor: Joel Rufino dos Santos
Conheça um mundo encantado, cheio de personagens intrigantes e misteriosos que fazem parte do nosso folclore. Histórias que há séculos assustam, divertem e fascinam o povo brasileiro.

 

Bão-ba-la-lão e outras parlendas
Ed Scipione
Autor: Sílvio Romero
Este livro reúne parlendas recolhidas por Sílvio Romero no final do século XIX. São versos bem-humorados que proporcionam um contato com o lirismo de nossa cultura popular.

Teiniaguá

Teiniaguá, a princesa moura encantada
Ed Scipione
Autor: Caio Riter
Esse conto, recolhido no Rio Grande do Sul, conta a história de uma princesa moura que ao chegar no Brasil é transformada por Anhangá-pitã – o Diabo Vermelho – na Teiniaguá, uma lagartixa encantada. Como parte desse encantamento, todo aquele que conseguisse chegar até ela conquistaria infinitas riquezas. Porém, apenas um coração puro seria capaz de quebrar aquela terrível maldição e libertar a bela princesa.

Três contos da sabedoria popular

Três contos da sabedoria popular
Ed Scipione
Autor: Rogério Andrade Barbosa
“A comadre Raposa e a comadre Onça”, “O Coelho e a Paca” e “Por que a Cutia tem o rabo bem curtinho?” são os três contos do nosso folclore narrados neste livro, que ilustra um pouco da imensa diversidade cultural do Brasil. A obra permite abordar e discutir temas como respeito às diferenças, comportamento e cidadania.

"Pula, Boi!"

Pula, boi!
Ed Scipione
Autor: Marilda Castanha
Boi-Bumbá levava uma vidinha normal em sua casa. Todos os dias, sob o sol quente do sertão, se dedicava ao trabalho na lavoura. Até que ele recebe a visita de uma garotinha que vinha de longe com a missão de descobrir o grande segredo da festa do Boi-Bumbá. O boi propõe à menina passar um tempo com ele, acompanhar sua rotina no campo e participar dos preparativos que antecedem a grande festa do Boi-Bumbá.

Mãe do ouro

Mãe do ouro
Ed Scipione
Autora:Lucília Garcez
Quem anda pelas margens do rio Paranã tem muita história para contar. Entre outras entidades que guardam a mata, o rio e assombram os viajantes, pescadores ou garimpeiros. Aparece, em algumas horas da noite, uma luz deslumbrante, vinda das profundezas das águas. É a mãe do ouro, que protege uma fortuna escondida…

 

09:14 · 13.08.2013 / atualizado às 09:14 · 13.08.2013 por

Durante a infância, o cuidado com a leitura é fundamental. Incentivar o aproveitamento de livros educativos é uma boa opção para garantir o pleno desenvolvimento das crianças. Questões como o Bullying, por exemplo, devem ser bem trabalhadas e essa é a proposta dos dois lançamentos da Editora Nova Terra: Um Peixe de Calça Jeans e Outras Histórias para Unir e A Baratinha Listrada e a Zebra Sem Listras.

Os livros abordam sutilmente a importância de se respeitar as diferenças entre as pessoas e acabam esbarrando na questão do Bullying, que é um dos assuntos mais discutidos na atualidade.

A Baratinha Listrada e a Zebra Sem Listras conta a história emocionante da baratinha listrada e da zebra que nasceu sem listras. Por conta da diferença delas em meio às suas espécies, ficava difícil se relacionar e fazer novos amigos, até que um dia, as duas se encontram e a partir deste momento, uma estranha magia surge no ar.

016 - A Baratinha Listrada e a Zebra Sem Listras

Em Um Peixe de Calça Jeans e Outras Histórias para Unir, o Bullying, é abordado de uma forma suave e simples.  São seis histórias que falam sobre a importância de valores como a paz e a união. Cada personagem (herói), para além da fantasia, interage na realidade subconsciente da criança, fazendo perceber as diferenças entre elas como fator de integração, não o contrário.

Um peixe de calça jeans - Capafrente

Aproveitem a leitura e depois contem tudo para a gente! 🙂

Serviço

A Baratinha Listrada e a Zebra de Listras
Autores: Lívia Maria Fonseca Santana e Leonardo Garcia Góes
Editora: Nova Terra
Número de Páginas: 24
Preço: R$ 19,90

O Peixe de Calça Jeans
Autor: Allan Pitz
Ilustrações: Carolina Mancini
Editora: Nova Terra
Número de Páginas: 44
Preço: R$ 23,90

 

16:49 · 09.08.2013 / atualizado às 16:49 · 09.08.2013 por

O Dia dos Pais está chegando  e a leitura pode ser uma ótima forma de compartilhar afeto e experiências pessoais, assim como fortalecer o vínculo de amor, confiança e amizade. As obras “Tudo depende” e “Você sabe assobiar?”, da editora Callis, trazem exemplos de como a figura masculina é importante. No primeiro, de José Manuel Mateo e com ilustrações de Margarida Sada, o pai da jovem Maria tenta mostrar-lhe, com bom senso e delicadeza, que não existe o “certo” e o “errado” o “bom” e o “ruim”. Afinal, tudo depende do ponto de vista. Com diálogos curtos e linguagem simples, a obra ressalta o aprendizado por meio de experiências do dia a dia. Já no segundo “Você Sabe Assobiar”, o autor Ulf Stark ressalta a importância do avô. O livro conta a história de Beto, que com a ajuda do amigo Hugo, quer encontrar um avô legal que saiba assobiar e soltar pipa.

Já da editora FTD, a dica é o livro “Alô, papai!”, da série Acalanto. Trata-se de um conto de Alice Horn que retrata uma divertida conversa telefônica entre pai e filho. O garoto lhe pede um presente e o pai, criativo, começa a imaginar um trator com asas, um avião com remo e até um bode de óculos! Mesmo achando tudo muito legal, o garoto lembra ao pai, a cada brinquedo sugerido, que sua invenção não é possível… não é real. O que ele não desconfia é que, enquanto conversam, a surpresa está cada vez mais próxima: a chegada do próprio pai, seu maior presente.

Além da leitura, pode ser bem prazeroso compartilhar com os  filhos as histórias de assombração e as brincadeiras infantis de outros tempos. Quem vem do interior, sempre tem as suas, mas também na cidade, várias lendas urbanas ocuparam as mentes das crianças. Pelo menos, para a minha geração, nos anos 1980, em Fortaleza, era bem conhecida a história da Perna Cabeluda e da Loura do Banheiro. Que tal chamar as crianças para contar essas histórias, à luz de lanterna, embaixo da mesa, em uma barraca improvisada? Lá em casa, tinha história sempre que faltava energia. E haja Assobiador, Caipora e outras histórias nos matos e dunas do serrote de Jeri e arredores…

Serviço

Tudo Depende-Alta

Tudo Depende
Autor: José Manuel Mateo
Ilustração: Margarita Sada
Editora Callis

images

Você Sabe Assobiar?
Autor: Ulf Stark
Ilustração: João Lin
Editora Callis

9788532285812

Alô, papai!
Autora: Alice Horn
Ilustrador: Joëlle Tourlonias
Tradução: Heloisa Prieto
Editora: FTD

 

Pesquisar
Posts Recentes

12h07mEm breve, endereço novo

11h07m‘Guardiões da Galáxia’ ganhará série animada

09h07mAdaptação de ‘Chaves’ está sendo produzida pela TV Cultura

04h07m15 opções de lazer para as crianças de hoje a domingo

02h07mConfiram último dia de feira infantil no Shopping Aldeota. Vejam fotos!

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs