Busca

Tag: Editora Moderna


15:37 · 31.03.2015 / atualizado às 15:37 · 31.03.2015 por

Tão importante quanto aprender Matemática, é aprender o valor das coisas. Quanto custa aquele chocolate que é bom de comer depois do almoço? Qual é o valor daquele brinquedo super bacana visto naquele outro dia? Será que é muito caro aquela viagem feita com os pais no final do ano para o interior?

diarinho_capa_29.03

Ser criança não é barato. Principalmente nos dias de hoje, quando existem muito mais opções de atividades, passeios e objetos que despertam o interesse e a vontade de fazer ou ter. Muitas vezes, por não saber o valor das coisas, as crianças ficam tristes (ou até mesmo emburradas) quando não ganham aquilo que pediram para os pais “porque está muito caro” ou “não tem dinheiro para isso”.

Um dos meios utilizados pelos pais para ensinar aos filhos o valor do dinheiro é incentivá-los a manter um cofrinho. O processo de juntar moeda por moeda e esperar até que o cofre esteja cheio para ver o quanto foi economizado e a recompensa no final de todo esse processo, não só é um ensinamento básico de economia, como estimula as crianças a desenvolverem um objetivo e trabalharem para alcançá-lo.

Otávio Benevides, 7, economizou para comprar a moto do Homem-Aranha Foto: Fernanda Siebra/ Agência Diário
Otávio Benevides, 7, economizou para comprar a moto do Homem-Aranha Fotos: Fernanda Siebra/ Agência Diário

Foi assim que Otávio Benevides, de 7 anos, conseguiu comprar a moto do Homem-Aranha no ano passado. Ele ganhou um porquinho de presente da mãe e, jundo com a família e amigos foi enchendo o cofre no decorrer do ano.

otavio_colagem

Então, no dia 19 de dezembro de 2014 o porquinho foi quebrado e Otávio não só pôde comprar o brinquedo, como deu um presente para o primo e colocou o restante do dinheiro na poupança. Este ano, ele já tem um novo porquinho e diz que quer fazer a mesma coisa: enchê-lo para poder comprar um novo brinquedo e guardar o resto do dinheiro.

Quem também segue a tradição do cofrinho de porquinho é a Lara de Oliveira, de 4 anos. Ela começou a juntar as moedinhas para fazer sua festa de aniversário em agosto, porém uma ideia mais divertida apareceu e agora ela quer usar as suas economias para viajar com os pais para Gramado, no Rio Grande do Sul.

Lara de Oliveira, 4, começou a juntar moedinhas para fazer sua festa de aniversário, em agosto Fotos: Fabiane de Paula/ Agência Diário
Lara de Oliveira, 4, começou a juntar moedinhas para fazer sua festa de aniversário, em agosto Fotos: Fabiane de Paula/ Agência Diário

Além do porquinho, Lara também tem uma caixinha onde ficam as moedas menores que ela usa para comprar os doces que ela gosta. A menina também diz que tem planos para um terceiro cofrinho, mas esse será para fazer a festinha de um ano do irmãozinho mais novo, Miguel. Como ele ainda é muito pequeno, não custa nada ajudar, não é?

lara_colagem

Já a Isabela Tavares Albano começou a manter um cofre quando tinha apenas quatro anos de idade para ajudar a mãe a fazer a festa de aniversário do colégio. A economia deu tão certo que hoje, com 6 anos, ela está enchendo um segundo cofrinho, desta vez uma garrafa, para poder viajar com os pais e a avó para Juazeiro do Norte no Natal.

Isabela Tavares, 6, escolhe garrafas de plástico para guardar as moedinhas Fotos: Fernanda Siebra
Isabela Tavares, 6, escolhe garrafas de plástico para guardar as moedinhas Fotos: Fernanda Siebra

A ideia de usar uma garrafa de plástico como cofre veio da tia-avó Bazinha, que sempre teve o costume de juntar dinheiro para visitar a família no final do ano. De acordo com Isabela, guardar dinheiro desse jeito acaba sendo muito mais interessante porque “a garrafa só fica com o peso das moedas, você vê quanto tem dentro e ainda recicla”.

isabela_colagem

Educação financeira para crianças

A obra “Lições de Valor – Educação financeira escolar” é dica para quem quer começar a economizar e não sabe bem como. Escrita por Andyara de Santis, que possui experiência de 11 anos no mercado financeiro, em seu primeiro desafio junto ao público infantil, estimula o envolvimento da família nas atividades propostas e a participação protagonista da criança ou adolescente.

CAPA_VALOR_LA“Trocando reflexões, receitas novas de pensar e agir, construímos uma mudança mais efetiva no mundo. Este é o objetivo principal do livro”, diz a autora que, em seguida, enfatiza a importância do exemplo dos pais dentro de casa. “Os filhos se espelham na educação que recebem. E eles observam como os pais lidam com consumo, escolhas e prioridades. A participação da escola é importante também nessa formação, mas a experiência no lar é a principal”.

Pensando nessa realidade, a obra traz atividades para serem desenvolvidas em família e também na sala de aula. Dentre os exercícios, por exemplo, propõe aos estudantes planejar financeiramente a feira da semana e refletir sobre os consumos de água e luz dentro de casa.

Estimular este hábito pode resultar em escolhas que garantam mais qualidade de vida a esses jovens, assim como em economia no orçamento da família, estimulando, ainda, uma relação responsável entre consumo e sustentabilidade.

Aprenda a lidar com seu dinheiro*: 

Visão de Futuro: Anote em um quadro cada meta que você tem, quando quer realizá-la e o valor necessário para isso. Pesquise, converse com seus pais e amigos, procure na internet e faça a estimativa mais aproximada possível do custo do seu sonho na vida real.

Talentos: Pense em atividades feitas por você, como tocar instrumentos, falar outra língua, ser campeão no videogame, cozinhar ou fabricar acessórios para ganhar algum dinheiro.

Consciência nas escolhas: Reflita sobre as escolhas que você faz no dia a dia e pergunte a si mesmo se está escolhendo para satisfazer seus valores e sonhos ou está apenas se deixando levar pelos colegas, pela propaganda ou pela moda.

Mesada: Se você recebe uma mesada, reserve uma parte do dinheiro todo mês. Esta quantia poderá ser gasta para comprar um brinquedo que queria depois de alguns meses ou para outro objetivo a ser definido, com base em seus gostos e sonhos.

Doação ou feira de troca: o que você não usa mais no dia a dia pode ser doado a amigos/parentes. Outra opção é pedir para os seus pais a ajuda para fazer uma feira de troca de brinquedos ou roupas, por exemplo.

*Dicas da autora Andyara de Santis

Serviço:
Lições de Valor – Educação financeira escolar
Autora: Andyara de Santis
Volume único
Editora Moderna
Materiais complementares do livro no site www.moderna.com.br/licoesdevalor – como sugestões de leituras, atividades extras e planilhas de controle financeiro.
12:47 · 09.08.2014 / atualizado às 12:47 · 09.08.2014 por

Leitura compartilhada com pai e mãe é uma delícia, não é? E se for na hora de dormir, então, é sinônimo de carinho incondicional. Para enriquecer esses momentos, trago algumas dicas de livros que falam dessa relação tão bonita que existe entre pais e filhos.

Para começar, indico dois novos livros de um autor muito querido pela criançada, pelas suas ideias originais, inclusive inspirada nas próprias filhas. Falo de Ilan Brenman, doutor em educação e pai de duas meninas,  já publicou mais de 60 livros infantis e juvenis, sendo que três deles foram vencedores do Prêmio Fundação Nacional do Livro Infantil  Juvenil (FNLIJ) nas categorias Reconto (2009), Livro-Imagem (2010) e Melhor para Criança (2011). Ah, foi ele quem escreveu a divertida história que “Até as princesas soltam pum”, que é um de seus livros mais famosos. 

Pela Editora Moderna, Ilan acaba de lançar a coleção Olhar de Pai, composta por livros inspirados em histórias e comportamento de suas duas filhas. No primeiro, O Bico, o autor se inspirou na sua filha,  que sempre estava de cara emburrada e com um belo bico no rosto. Certo dia,  a pequena se deparou com um tucano, cujo bico era tão grande quanto o seu e percebeu que os semelhantes, no caso os bicudos, se atraem. A partir daí, substituiu o bico por um belo sorriso que nunca mais saiu de seu rosto. Uma das belas ilustrações, feitas por Noemi Villamuza

Bico2

Bico

O Bico

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Noemi Villamuza

Indicação: a partir de sete anos

Preço médio: R$34

No outro Segredos”, Ilan brinca não somente com as confissões, seguidas do clássico “juro que não vou contar para ninguém”, mas também com a forma que algumas revelações escapolem sem o nosso consentimento e as consequências que isso pode trazer, tanto pra quem conta o segredo quanto para aquele que deixa o danado escapar! Olhem as ilustrações, feitas por Anuska Allepuz:

Segredos_02

 

Segredos_01

Segredos

Autor: Ilan Brenman

Ilustrações: Anuska Allepuz

Editora Moderna

Indicação: A partir dos 8 anos

Preço médio: R$ 34

Para pais e filhos que curtem futebol, indicamos O Presente, da editora Cosac Naify. Neste livro-imagem de Odilon Moraes, um menino é convidado para uma “pelada” com os amigos logo após assistir, pela televisão, à derrota do Brasil em uma partida da Copa do Mundo. Com um gol de placa, ele abranda a decepção que sentira ao ver a seleção ser desclassificada. Belo retrato sobre os sentimentos que o esporte suscita, este é mais do que um livro sobre o futebol, “uma das mais complexas formações, e formação de compromisso, que a cultura e a sociedade brasileira foram capazes de produzir”, como escreve o professor e psicanalista Tales A. M. Ab’Sáber na quarta capa do livro. Essa é uma das muitas lindas ilustrações desse livro:

E essa é a animação dele, que lembra bem o que sentimos quando o Brasil perdeu pra Alemanha, né gente?

opresente2

O Presente

O Presente

Autor e ilustrador: Odilon Moraes

Editora: Cosac Naify

Indicação: A partir de quatro anos

Preço médio: R$39

Em Alô, papai!, de Alice Horn, da editora FTD, com tradução de Heloisa Prieto, um pai e um filho conversam por telefone. O menino pede ao pai que lhe traga um presente após o trabalho e o pai usa a criatividade para inventar um trator com asas, um avião com remo e até um bode de óculos. Apesar de achar muito divertido, o menino sempre contesta o pai. O presente que chega é uma grata surpresa para o filho.

alopapai

Alô, papai!

Autora: Alice Horn

Tradução: Heloisa Prieto

Ilustrações: Joëlle Torlonias

Editora FTD

Indicação: a partir dos seis anos

Preço médio: R$ 33

Já Meu pai sabe voar, de Marcelo Maluf e Daniela Pinotti, conta a história de Júlio, cujo pai é catador de papelão e todos os dias o presenteia com uma asa feita de materiais que recolhe nas ruas. À noite, conta ao menino uma história que ele mesmo inventa sobre cada uma delas. Um dia, Júlio observa o pai descendo uma ladeira. O peso da traseira do carrinho faz com que ele seja impulsionado para cima e o menino tem a impressão de que o pai está voando.

meupai

 Meu pai sabe voar

Autores: Marcelo Maluf e Daniela Pinotti

Editora FTD

Indicação: a partir dos oito anos

Preço médio: R$ 33

Pai está presente nas brincadeiras e nos conselhos com os filhos. Sempre ajuda, apóia e participa. O escritor e ilustrador Guto Lins mostra que ser pai é muito mais do que somente ser… pai. É ser amigo, professor, técnico, “paizão”, “paizinho” e até mãe – por que não? De forma criativa e divertida, o autor ilustra a vida desses personagens: de padrinho a papai Noel. Pai faz parte da Coleção Família, uma família de livros, uma família que encanta e emociona. Os livros Avó, Mãe, Filha, Filho, Primo e Sogra.

paig

Pai

Autor e ilustrador: Guto Lins

Indicação: a partir dos oito anos

Editora Globinho

Preço médio: R$ 22

No livro “Tudo Depende”, de José Manuel Mateo e ilustrações de Margarida Sada, o pai da jovem Maria tenta mostrar-lhe, com bom senso e delicadeza, que não existe o “certo” e o “errado” o “bom” e o “ruim”. Afinal, tudo depende do ponto de vista. Com diálogos curtos e linguagem simples, a obra ressalta o aprendizado por meio de experiências do dia a dia.

tudo

Tudo Depende

Autor: José Manuel Mateo

Ilustração: Margarita Sada

Editora: Callis

Indicação: a partir de oito anos

Preço médio: R$ 28,90

Já na obra “Você Sabe Assobiar?”, o autor Ulf Stark ressalta a importância do avô. O livro conta a história de Beto, que com a ajuda do amigo Hugo, quer encontrar um avô legal que saiba assobiar e soltar pipa.  

vo

Você sabe assobiar?

Autor: Ulf Stark

Ilustração: João Lin

Indicação: a partir de 8 anos

Preço médio: R$ 28,90

 

 

14:00 · 10.12.2013 / atualizado às 14:00 · 10.12.2013 por

pedro bandeira

Dono de um carisma que encanta gerações, Pedro Bandeira encontrará os fãs cearenses no próximo dia 14 de dezembro, sábado, às 16h, na Livraria Cultura do Shopping Varanda Mall. O autor promoverá seus novos livros “A bruxinha invejosa”, “Pânico na Escola” e “O Poeta e o Cavaleiro” e, de quebra, encontrará os fãs na tarde de autógrafos que será realizada na mesma ocasião.

image001

“A bruxinha invejosa” conta a história de duas bruxinhas aprendizes: Micélia era a primeira da classe e Apotécia era… a última! E não é que ela morria de inveja da colega estudiosa?!

Já na história de “Pânico na escola”, cinco fugitivos de uma penitenciária invadem uma escola estadual. Em sua ânsia pela liberdade, os criminosos estão dispostos a morrer se for necessário, mas levando junto as pobres vidas de alunos indefesos…

Em “O Poeta e o Cavaleiro”, uma democrática cidade chamada Findomundo era pacata como ela só, até que um estrondo ensurdecedor de cima de um morro assustou todo mundo! No meio da confusão, surgiu um tremendo cavaleiro de armadura e cara feia e um terrível dragão de sete cabeças, que se aproximava cuspindo fogo para destruir tudo! O que seria aquilo?

 Anote na agenda

Tarde de autógrafos com Pedro Bandeira e lançamento dos livros “A bruxinha invejosa”, “Pânico na Escola” e “O Poeta e o Cavaleiro”

Quando: 14/12 (sábado)

Horário: 16h

Onde: Shopping Varanda Mall (Av. Dom Luís, 1010 – Lojas 8,9 e 10, Meireles)