Diário Científico

Busca


15/02/2013: asteroide com poder de destruição de uma bomba atômica vai “raspar” a Terra

Publicado em 14/02/2013 - 23:19 por | 37 Comentários

Categorias: Astrofísica, Astronomia, Evolução, Exploração Espacial

  • Enviar para o Kindle

Asteroide DA14, de 47 metros de diâmetro, e 130 mil toneladas poderia destruir uma cidade inteira caso se chocasse com a Terra Imagem: R7

Bem, o mundo não vai acabar, mas se os esotéricos que fizeram um estardalhaço antes do dia 21 de dezembro do ano passado quisessem dar maior credibilidade às suas previsões apocalípticas, a melhor data seria a dessa sexta-feira.

Em 15 de fevereiro de 2013, mais precisamente às 16h24 (horário cearense), o asteroide DA14, de aproximadamente 47 metros de diâmetro e 130 mil toneladas de peso vai passar a menor distância já registrada desde que as agências espaciais começaram a acompanhar as trajetórias desses corpos celestes na vizinhança da Terra: apenas 27.700 km!

Para se ter uma ideia do que isso representa, basta dizer que a Lua está quase quinze vezes mais longe e que alguns satélites de comunicação estão mais distantes do que isso. Outro detalhe é que a vel0cidade para que um foguete deixe a Terra é de cerca de 28.800 km/h. Ou seja, a distância do DA 14 para o nosso planeta será menor do que um foguete percorre em uma hora. Pior que isso, ele próprio está viajando a 30 mil km/h.

Cratera de Barringer foi formada há cerca de 50 mil anos, após impacto de asteroide com tamanho similar ao DA14 Imagem: R7

Quer mais!? Caso o DA14 sofra um desvio de trajetória e se choque com a Terra (o que a Nasa afirma não ser possível) o impacto dele contra a nossa superfície seria similar ao de uma bomba atômica como as que atingiram Hiroshima e Nagasaki, ou parecido com o do asteroide que atingiu a região russa de Tunguska (onde foram derrubadas cerca de 80 milhões de árvores), em 1908, ou ainda como a do asteroide que abriu a famosa cratera Barringer (que tem 200 metros de profundidade e 1 km de diâmetro), em Winslow, no Arizona (EUA) há 50 mil anos.

“Tem gente que ainda acha que o risco de choque de um asteroide é uma coisa de ficção científica. Mas, isto é absolutamente real. Já aconteceu no passado. A passagem deste asteroide a mais ou menos 27 mil km de distância é muito pequena. Isto deve servir para nós como um alerta”, garante o doutor em Ciências pela USP e editor-chefe da revista Scientific American Brasil, Ulisses Capozzoli.

Como a maior aproximação acontecerá durante a tarde no Ceará, não será possível observá-lo daqui, nem mesmo com telescópios. Mas mesmo nas regiões do planeta em que será noite quando o DA14 passar( com trajetória que cruzará os céus da Austrália, Ásia e leste da Europa, indo do sul para o norte), não será tão fácil observá-lo. Isso porque seu brilho terá magnitude 8 e o olho humano só capta magnitudes entre 5 e 6.

De acordo com o pesquisador cearense Valmir M. de Morais “a Nasa informou que a passagem do asteroide será transmitida em tempo real a partir das 14h (horário do Ceará,) pelos websites: http://www.nasa.gov/ntv e http://www.ustream.tv/nasajpl2 . As imagens serão disponibilizadas pela NASA por astrônomos da Austrália e da Europa”.

Um asteroide como o DA14 pode provocar destruição similar à causada por uma bomba atômica Imagem: R7

Colisão com algum asteroide vai ocorrer, só não se sabe quando

Mesmo afirmando que não há muitos riscos de ser atingida pelo DA 14, Capozolli não descarta a possibilidade de que a Terra possa ser atingida no futuro por um asteroide vindo de um ponto cego.

“A Terra está girando em torno do Sol. Suponha que você está girando em torno de um tambor, em um pátio, pode vir uma pedrada nas suas costas e você não ver direito. Este tipo de asteroide é mais difícil ainda de ser identificado. Há alguns anos atrás, um asteroide de 400 metros passou também próximo da Terra.”

“Não é aquela ideia tola do fim do mundo de 21 de dezembro de 2012. Isto aqui é real. A maior lição que a gente pode tirar é as pessoas se convenceram de que o risco de choque com um asteroide não é uma ameaça velada. Um asteroide vai se chocar com a Terra — é certo que vai acontecer. A questão é quando”, comenta o cientista.

Impactos com esses corpos celestes são muito comuns na história do planeta. Só no Brasil, há seis crateras confirmadas de quedas de asteroides.

Tiranossauro foi uma das espécies extintas pouco depois do impacto de um asteroide de 10 km de diâmetro no golfo do México Imagem: Scott Robert

Curiosidades sobre o DA 14 e os asteroides

Se explodisse no ar, o impacto do DA14 criaria uma onda de choque e ventos de 582 m/s que destruiria edifícios e casas de madeira, e entortaria estruturas de aço. Pontes e passarelas ruiriam, todas as janelas na área quebrariam, e carros e caminhões seriam arrastados e destruídos. A potência sonora da explosão chegaria a 116 dB.

Asteroides deste tamanho passam próximos da Terra a cada 40 anos, segundo estimativas da Nasa, mas impactos só acontecem a cada 1.000 ou 2.000 anos. De qualquer forma, devem existir uns 500.000 objetos semelhantes em órbita próxima da Terra (sendo que menos de 1% foram descobertos) neste momento.

O impacto mais famoso ocorreu há 65 milhões de anos. Um asteroide de 10 km de diâmetro deixou uma cratera de mais de 100km no golfo do México. Para a maioria dos paleontólogos, foi esse impacto que acelerou a extinção dos dinossauros e abriu caminho para a evolução mamífera.

A maior cratera, no entanto, está na África do Sul, e acredita-se que foi formada após o choque da Terra com um asteroide ainda maior há mais de 2 bilhões de anos.

Tags: , ,

Comentários

Mig

em 15 de fevereiro de 2013

Imagine um desses caindo em uma zona populosa ou no meio de um rio?!

Fábio

em 15 de fevereiro de 2013

Parece que alguns acompanhantes dele caíram na Rússia hoje. Hmm…

val freitas

em 15 de fevereiro de 2013

Porque que a Nasa só divulga essas notícias graves em última hora?

Eduardo

em 15 de fevereiro de 2013

Acredito que essas colisões são fenômenos divinos.
Acredito que no dia 27/07/2013 poderão ocorrer fenômenos parecidos com este.
Devemos acreditar que um choque de colisão pode sim ocorrer.
Enfim, tomara que se um dia ocorrer um choque desse porte quero estar vivo!!!

elaine

em 15 de fevereiro de 2013

Eu morro de medo de terremoto. Eu sou aqui de Pouso Alegre. Obrigada beijos e abraços. Fique com Deus quem leu esta mensagem.

Pedro

em 15 de fevereiro de 2013

É fascinante esse mundo galático…Se não for trágico…

Edmilson Paulino

em 15 de fevereiro de 2013

Ah.. um desse caindo no congresso nacional, em Brasília.

Raquel Alves

em 15 de fevereiro de 2013

Pode cair a vontade lá no Congresso Nacional! saushuahsuhsuha

joyce

em 15 de fevereiro de 2013

Gente, que medo desse asteróide e esse destroço que caiu na Rússia pode cair em outros lugares também. Tomara que seja só uma passagem pela Terra !!!!

pamela

em 15 de fevereiro de 2013

Nada a ver! Vocês estão pirando. Eu sou cientista e sei o que vai acontecer. É assim o asteroide vai passar bem perto da Terra só que ele não vai se chocar e nem encostar na Terra. Ele vai é passar bem pertinho e vai ficar lá do lado da Terra horas e horas e a qualquer momento ele vai explodir só que não vai matar ninguém na Terra por que o asteroide nao tá na Terra. Entenderam? E mais: o mundo vai acabar sim, mas daqui a 5 bilhões de anos

SERGIO

em 15 de fevereiro de 2013

BOM COMENTÁRIO SR. EDMILSON, MAS MELHOR AINDA SERIA NO DIA DA VOTAÇÃO DO SALÁRIO DELES, POIS TODOS ESTARIAM LÁ.

Lucas Gabriel

em 15 de fevereiro de 2013

RESPOSTA PARA VAL FREITAS: Olhe só, a Nasa só divulga de última hora porque eles só descobrem quando tá perto.

Dayane Rocha

em 15 de fevereiro de 2013

Gente, não percebem como é MAGNÍFICO o nosso planeta, e os planetas à nossa volta?
É fascinante ver como já é possivel prever o acontecimento desses asteroides.
Eu queria que um caísse, onde não iria matar ninguém, mas que possa servir para estudos!

camila

em 15 de fevereiro de 2013

Eu também acho muitoooooooooooo fascinante!

Vilmar - Riachinho/MG

em 15 de fevereiro de 2013

É claro que um dia tudo vai ser demolido e olhem meus caros, quero somente estar ao lado do Pai magnífico quando isto vier acontecer.

rafa

em 15 de fevereiro de 2013

Ai meu Deus, só o que me faltava essa. Querem explodir a Lua. Estilhaços dela cairão sobre a Terra. Dia 30/02/13.

Anonymou

em 15 de fevereiro de 2013

Deus sabe o que faz…

Rodrigo Lima

em 15 de fevereiro de 2013

“Acredito que essas colisões são fenômenos divinos.”

Se isso for divino, então Deus não é boa coisa não!!

ALVES

em 15 de fevereiro de 2013

uiiiii! ASTEROIDE VAI DETONAR A TERRA!

sandy

em 15 de fevereiro de 2013

Ai. Só de pensar nisso fico toda arrepiadaaa. Mas bem que seria bem comovente se um meteorito caisse aqui no Brasil. Tipo assim, muita gente ia vir pra cá só pra ver o meteorito. Tipo muita gente curiosa, muita gente mesmo tá!!!!!!!!!!!!! Ia ser legal. Eu ia ser a primeira a ir lá ver. kkkkkkkk Eu gosto dessas coisas, acho muito radical.

matheus gabriel

em 15 de fevereiro de 2013

Vai ter outro asteroide é? Me avisem.

Paulo Adão

em 16 de fevereiro de 2013

Sei lá.. Nem rolou nada ainda..

Erica

em 16 de fevereiro de 2013

Medo!

Andiara

em 16 de fevereiro de 2013

Bem que um desses podia cair aqui na minha cidade. É injusto cair meteoros na Rússia e aqui não. Espero viver só para poder ver uma colisão dessas. Só pra ver o mundo dar uma agitada. :-)

Kuririn

em 16 de fevereiro de 2013

Eles dizem que são meteoros mas sabemos a verdade…São os Sayajins que estão chegando. Help Goku!!!!

A verdade é de que jesus está voltando

em 16 de fevereiro de 2013

A verdade é de que Jesus está voltando e é “mó” mentira dos cientistas. Eles falam que o asteroide não vai atingir a Terra só pra não preocupar a gente porque se todo mundo soubesse que iria acontecer alguma coisa parecida todo mundo entraria em pânico. Essa é a verdade. Procurem Deus que ainda dá tempo.

123 de oliveira 4

em 16 de fevereiro de 2013

Se junto vier umas marcianas bem gostosas e uma bem pra mim tomara que caia mesmo.
Aushaushauhsuhahas!!!!

Paulo

em 17 de fevereiro de 2013

O governo coloca tanto dinheiro na Nasa pra eles vigiarem a nossa galáxia e mesmo assim somos pegos de surpresa (grandes vigilantes!)

jhow

em 17 de fevereiro de 2013

Se cair o asteroide mesmo mundo vira THE WALKING DEAD.

monica dayane alves rodrigues

em 18 de fevereiro de 2013

Jesus tá voltandooo gente. Vocês têm que aceitá-lo antes que seja tarde demais.

brener

em 30 de agosto de 2013

A MAIOR AMEAÇA PARA A HUMANIDADE E O HOMEM CRIANDO BOMBAS ATôMICAS E QUíMICAS! IMAGINA DAQUI a 1000 ANOS! TENHO PENA DE QUEM TIVER AQUI AINDA! QUEM Já ESTá COM DEUS TEM MUITA SORTE.

brener

em 30 de agosto de 2013

ELAINE, VoCê NãO Dá AULA DE MATEMáTICA? Só estou PERGUNTANDO POR QUE EU TAMBéM MORO EM POUSO ALEGRE.

David .v.p

em 17 de outubro de 2013

Eu acredito que isso é o fim do mundo. Qualquer dia vai bater um tão grande na Terra, que não vai dar tempo de piscar os olhos, que não vai ficar tijolo sobre tijolo, só vão sobrar as baratas.

vinicius lima

em 9 de março de 2014

Meu Deus que terrível! Como que eu sobrevivo agora? Tantas coisas pra fazer! Não pode acontecer!

brasileiro

em 21 de maio de 2014

Brasileiro é ignorante já no DNA. Olha quanto absurdo se pode ler nos comentários!
Uns acham que tudo é divino, outros tem medo de terremoto… e por aí vai!
Para vocês, dedico a música: Inútil, Ultraje a Rigor!

jones

em 21 de maio de 2014

Sério! Mandou e-mail avisando ou postou no face do retorno dele?


Facebook

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999