Diário na Copa

Categoria: Acessibilidade


09:00 · 02.06.2014 / atualizado às 09:00 · 02.06.2014 por
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O jornal The Washington Post afirmou, em uma matéria publicada sábado (31), que Fortaleza é uma das cidades mais importantes do Nordeste do Brasil, mas que também figura como uma das mais pobres do País.

A matéria, que dá ênfase na estrutura da cidade de Recife como uma das cidades-sede da Copa do Mundo, também fala sobre Fortaleza. “Junto com Fortaleza, [Recife] é considerada como uma das cidades mais importantes do nordeste do Brasil. Elas representam uma das regiões mais pobres do país, e os estádios – nas periferias da cidades – foram construídos na esperança de estimular o desenvolvimento“, diz o artigo.

O site dá, ainda, dicas de como torcedor que for a Recife deve proceder na cidade durante os jogos. “O estádio [Arena Pernambuco] está localizado na periferia da cidade, por isso seria uma boa ideia sair cedo no dia do jogo, pois é muito provável que o tráfego esteja muito ruim“, recomenda o periódico.

13:01 · 24.04.2014 / atualizado às 14:39 · 24.04.2014 por
Jérôme Valcke
O secretário-geral da Fifa disse que acredita que o evento não será prejudicado pela falta de infraestrutura e pela violência das cidades-sede. Foto: José Leomar

Questionado na manhã desta quinta-feira (24) sobre o problema da insegurança no País – em especial depois do protesto que terminou com a morte de uma pessoa no Rio de JaneiroJérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, afirmou que o problema da segurança não é responsabilidade da Fifa, mas do País. A declaração foi feita durante a coletiva de imprensa para a divulgação das atrações da Fan Fest em Fortaleza, que aconteceu no Paço Municipal, no Centro.

Sobre a falta de estrutura nas cidades, Valcke afirmou que “as pessoas não vão lembrar do que acontecer fora do estádio, porque o evento será um sucesso”. O secretário-geral comentou o problema de mobilidade no aeroporto e nas estradas da Capital e demais cidades-sede do País, mas disse acreditar que o evento não será prejudicado por isso. Segundo ele, a cidade vai mudar bastante depois do Mundial e existirão muitas facilidades que serão deixadas como legado após a Copa.

O evento, que em Fortaleza acontece no Aterro da Praia de Iracema, é gratuito e tem capacidade para 50 mil pessoas, podendo atender um público ainda maior, tendo em vista que telões serão instalados na parte de fora da área. A organização espera que a Fan Fest receba um público até 8 vezes maior do que os estádios.

Fifa confirma Fan Fest em Recife

Durante a coletiva, Valcke e o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, confirmaram que os Fan Fest serão realizados em todas as cidades-sede do Mundial, inclusive em Recife, onde a festa estava pendente depois que a prefeitura se negou a arcar com os custos e chegou a cancelar o evento.

“É uma pena que algumas cidades não tenham se planejado melhor para o Fifa Fan Fest”, disse Weil, afirmando que ainda há tempo de fazer a festa em todas as outras cidades. Em Pernambuco, a exibição pública organizada pela Fifa acontecerá na Casa da Alfândega.

13:45 · 17.03.2014 / atualizado às 15:38 · 17.03.2014 por

A chuva moderada de 32mm que caiu sobre Fortaleza nesta segunda-feira (17) foi o bastante para provocar transtornos em áreas-chave para a Copa do Mundo de 2014, na capital cearense.

No Aeroporto Internacional Pinto Martins, o saguão ficou cheio de água que caía de goteiras. A internauta Lúcia Pinheiro, através da ferramenta VCrepórter no Whatsapp (85) 8948-8712, do Diário do Nordeste, flagrou o momento em que a água empoçava ao lado dos passageiros.

Confira as imagens gravadas dentro do aeroporto

Entorno da Arena Castelão não escapa dos alagamentos

No entorno da Arena Castelão, a água também se concentrou e a área próxima à Avenida Alberto Craveiro ficou parcialmente alagada. O registro foi do internauta Joseph James.

Mas o estrago maior mesmo se concentrou no cruzamento da Avenida Paulino Rocha e Juscelino Kubisctheck, nos arredores da obra ainda incompleta de uma rotatória.

Castelao_alagamento

Alagamento Castelão

 Av. Beira-Mar alaga novamente

Outro ponto que concentrará turistas durante o torneio mundial na capital cearense, a Avenida Beira Mar, também ficou novamente alagada, prejudicando o trânsito de pedestres e motoristas. Além disso, galerias pluviais, que recebem esgotos clandestinos, transportaram lixo para a orla.

Confira vídeo com o transtorno na avenida

Confira imagem:

Água e esgoto invadiu a pista de um dos principais pontos turísticos da Capital, a Av. Beira Mar. Foto: Natinho Rodrigues
Água e esgoto invadiu a pista de um dos principais pontos turísticos da Capital, a Av. Beira Mar. Foto: Natinho Rodrigues
11:40 · 04.03.2014 / atualizado às 11:16 · 06.03.2014 por

Após 4 anos da assinatura da Matriz de Responsabilidade, o planejamento e execução das melhorias na infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 transformaram-se em uma peça de ficção. 75,6% das 74 obras firmadas em torno da mobilidade urbana estão atrasadas. Projetos esses que foram anunciados como carro-chefe do mundial e essenciais para os deslocamentos até os estádios e dentro das cidades onde os jogos acontecerão.

Em Fortaleza, de 9 obras previstas pela Matriz, apenas a reforma do Castelão, que foi transformado em arena multiuso, foi concluída no prazo. A 100 dias da Copa, ainda há dúvida a respeito da maioria das obras previstas na Matriz de Responsabilidade, assinada pela ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, pelo governador do Estado, Cid Gomes, e pelo ex-ministro do esporte, Orlando Silva.

Além das obras, as cidades-sedes também recebem investimento em setores importantes para a viabilização do evento. A versão consolidada da Matriz de Responsabilidade prevê R$ 404 milhões para Telecomunicações em todos os estados. Já cada cidade-sede recebe para Segurança R$ 1.8 bilhão. Fortaleza também tem investimentos de R$ 22 milhões para o Turismo. Além disso, foram investidos R$ 35 milhões para instalações complementares para a Copa das Confederações. O valor desse tipo de instalação voltada para a Copa do Mundo será estipulado após processo de licitação.

Clique e role a página para conferir balanço das obras.
Clique e role a página para conferir balanço das obras

Fortalezenses convivem com canteiros de obras 

Apesar da proximidade do evento, o fortalezense ainda vive em meio a um canteiro de obras. A Prefeitura Municipal, já com Roberto Cláudio à frente, alterou o cronograma e inverteu a ordem de algumas obras para minimizar os prejuízos dos cidadãos no tráfego pela cidade. Apenas a avenida Alberto Craveiro tem os trabalhos avançados, com 92,71% de conclusão.

Apesar de todos os problemas e atrasos, o coordenador de Infraestrutura da Secretaria Municipal Extraordinária da Copa (SecopaFor), Daniel Lustosa, está confiante sobre o sucesso do evento e afirma que o atraso nas obras foram minimizados desde janeiro de 2013, mês em que Roberto Cláudio assumiu a prefeitura do município. “Estaremos totalmente preparados para recebermos o maior evento esportivo do mundo. A cidade estará pronta, com sinalização turísticas, galhardetes, toda enfeitada, para que todo mundo se sinta no clima da Copa”, garante o coordenador.

Já o secretário da Secretaria da Infraestrutura do município, Samuel Dias, foi mais direto e afirmou que a gestão anterior não realizou o cronograma inicial. “Tivemos dois períodos. De 2011 e 2012, onde as obras deveriam ter sido executadas e entrado adiantadas em 2013, mas houve um série de problemas, de percalços e a obra não andou. Quando assumimos, em 2013, tínhamos um ano e meio para fazer as obras que deveriam ter sido feitas em 3 anos e meio”, atacou.

Moradores relatam situação do entorno da Arena

 Matriz de Responsabilidade

O documento foi assinado em 10 de janeiro de 2010, em cerimônia realizada no Palácio do Itamaraty, cercada por governadores e prefeitos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo. Na ocasião, a então chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, considerava o documento um compromisso que seria cumprido pelo governo. “A Matriz de Responsabilidades traz projetos realistas que podem ser concluídos nos prazos determinados. Um legado permanente, um ganho significativo para a população das cidades”, falou. Lula, presidente na ocasião, afirmou: “Agora todo mundo sabe quais os compromissos que têm e o que precisamos para realizar a melhor Copa de todos os tempos”.

Porém, a animação e o clima otimista logo tornaram-se um pesadelo. A Matriz já teve mais de 20 empreendimentos extraídos. Além disso, mais de 25 obras tiveram orçamento alterado e o restante sofreu mudança no cronograma. Somente para a construção e reforma de estádios, foram destinados R$ 8,9 bilhões. A previsão inicial dava conta de R$ 6 bilhões.

Tais mudanças e atrasos sofrem diversos ataques da cúpula da Fifa. O presidente da entidade, Joseph Blatter, chegou a dizer o Brasil foi o país que mais teve tempo para organizar um evento desse porte e ainda teve atraso. Recentemente, a presença de Curitiba como cidade-sede da Copa foi extremamente ameaçada pela Fifa, mas acabou sendo confirmada pela mesma entidade.

Especialista critica obra e fala sobre legado da Copa

Já para Cássio Germano, professor em gerenciamento de projetos e diretor da Portfolio Gestão e Capacitação, empresa especializada em consultoria, o atraso das obras e as dificuldades de gestão demonstram que houve um problema na execução do projeto. “O Brasil teve 7 anos para se preparar para este evento. Não existe justificativa para esse atraso, com tão poucos equipamentos concluídos. É evidente que o Brasil não sabe gerenciar seus projetos. A Copa do Mundo mostra que isso é crítico”, lamentou.

O consultor de gerenciamento de projetos também afirma que não há mais tempo para improvisações. “Para a Copa do Mundo, não tem como dar o famoso “jeitinho brasileiro”. Ou [as obras] ficam prontas ou não, porque não tem como adiar a Copa. Simplesmente atrasa, e a gente vive com isso, como se fosse comum”, afirma Cássio Germano.

Daniel Lustosa, da Secopafor, reconhece que há falta de integração entre os 3 poderes, mas afirma que Fortaleza está na contramão das outras cidades e que o compartilhamento de informação entre as três instâncias do País é um dos maiores legados do evento para a cidade. “A gente conseguiu fazer reuniões semanais, sem faltas, com compromisso. Uma relação de muita amizade. É um legado silencioso, mas vai ficar. A integração foi feita”, exalta.

Sobre o possível “legado”, principal justificativa dada pelo governo para o Brasil ser indicada a país-sede do Mundial, Cássio alerta que após o evento a população estará mais vigilante sobre as ações dos gestores. “Agora é definir prioridades. Está próximo do início da Copa. Seria melhor focar esforços naquilo que poderia trazer resultados até junho. O maior legado da Copa é a consciência que o Brasil não seleciona, não prioriza, não planeja e nem controla adequadamente seus projetos. Nesse quesito já perdemos de goleada. Um dos pontos positivos da Copa é a constatação pública de nossa incompetência na gestão de projetos. É algo tão ruim para todos que talvez isso traga mudanças positivas”, finaliza.

 

00:05 · 16.07.2013 / atualizado às 14:13 · 16.07.2013 por
Roberto Cláudio
Roberto Cláudio disse que é preciso ter informações mais claras sobre estacionamentos dos ônibus no Castelão (Foto: Wilton Rodrigues)

O prefeito Roberto Cláudio considerou positiva a avaliação de Fortaleza na questão da mobilidade urbana durante a disputa da Copa das Confederações 2013. O chefe executivo falou do assunto durante entrevista concedida ao programa Show do Esporte – Debate, da Rádio Verdes Mares.

“Tivemos pouco mais de 5 meses para iniciar e terminar as obras no entorno do Castelão previstas para a Copa das Confederações. O que deveria ter sido feito 2 anos antes, data que o contrato foi assinado, teve que ser feito nesse curto espaço de tempo”, comentou.

Mesmo com os esforços apresentados, a Avenida Alberto Craveiro não foi entregue com 100% das obras concluídas. De acordo com o prefeito, a previsão de entrega da avenida na totalidade está programada para dezembro de 2013 e não será preciso uma nova intervenção no local. “Nós entregamos um parte da Avenida Alberto Craveiro. E mesmo nesses trechos há ainda espaços que estão incompletos, faltando concluir ciclovias, calçadas e algumas ações de drenagem. Além disso, falta finalizar pequenas  obras próximo a ponte da BR-116 “, explicou Roberto Cláudio informando que a nova avenida Alberto Craveiro está com 77% concluída.

Mesmo com pendências nas obras no entorno da Arena Castelão, o prefeito informou que os planos de mobilidade funcionaram bem e apontou alguns pontos a melhorar. Ele admitiu que é preciso ter informações mais claras sobre a questão dos estacionamentos dos ônibus na região do Castelão.

“A questão do esvaziamento do estádio ocorreu tudo bem, seguindo inclusive os padrões Fifa. Os bolsões foram bem recebidos, apesar de ter pontos que precisam ser aprimorados . Ouvimos queixas sobre a demora de alguns ônibus, chegada, número e informações de ponto dos coletivos, sobretudo nos estacionamentos. Anotamos todas as reclamações e vamos trabalhar para que na Copa do Mundo, esses problemas não se repitam”, ressaltou.

Em relação ao túnel da Avenida Paulino Rocha, o prefeito informou que um novo cronograma foi feito quando ele assumiu a prefeitura e que ficou programado a entrega do túnel da Avenida Paulino Rocha para dezembro de 2013.

11:58 · 16.06.2013 / atualizado às 12:16 · 16.06.2013 por
Órgãos de trânsito municipais, estaduais e federais fizeram simulação de escolta das seleções que vão jogar em Fortaleza, durante a Copa das Confederações, no último dia 24 de maio Foto: Natinho Rodrigues
Órgãos de trânsito municipais, estaduais e federais fizeram simulação de escolta das seleções que vão jogar em Fortaleza, durante a Copa das Confederações, no último dia 24 de maio Foto: Natinho Rodrigues

A Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) divulgou na manhã deste domingo (16), o esquema especial do órgão para a chegada e deslocamento da Seleção Brasileira em Fortaleza.

De acordo com nota oficial da autarquia, “ao desembarcar em solo cearense, a Seleção Brasileira contará com o apoio para se deslocar pelas vias da cidade. O suporte varia desde o auxílio ao trabalho de escolta, realizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Militar, ao controle dos semáforos centralizados, que possibilitarão maior fluidez do tráfego durante os percursos”.

Ainda segundo a instituição municipal, “à medida que o comboio se aproximar dos semáforos, o tempo do sinal será alterado para permanecer aberto até que a delegação cruze os pontos semafóricos. A abertura e sincronização desses equipamentos otimizará os principais deslocamentos da comissão técnica e jogadores aos seus destinos. Para coordenar a operação semafórica, engenheiros de trânsito promoverão a abertura dos semáforos diretamente do Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (CTAFOR)”.

Além de divulgar o esquema de escolta, a AMC também explicou o funcionamento do trânsito nos arredores do Estádio Presidente Vargas para segunda-feira (17/06). O local servirá de centro de treinamento da Seleção Brasileira. “Cerca de 20 agentes iniciarão a operação às 7h com a coibição de estacionamento nas principais vias de acesso à praça esportiva. Posteriormente, ao meio-dia, bloqueios viários serão realizados nas ruas Paulino Nogueira, Costa e Souza e Marechal Deodoro”, resumiu o comunicado.

10:40 · 14.06.2013 / atualizado às 11:19 · 14.06.2013 por
Metrô de Fortaleza terá trens circulando com intervalo de 18 minutos e integração com linha de ônibus que ligará Estação da Parangaba ao estádio Castelão Foto: JL Rosa
Metrô de Fortaleza terá trens circulando com intervalo de 18 minutos e integração com linha de ônibus que ligará Estação da Parangaba ao estádio Castelão Foto: JL Rosa

Uma notícia boa para quem mora próximo a uma das estações do Metrô de Fortaleza (Metrofor) e vai assistir a um dos três jogos da Copa das Confederações, na Arena Castelão.

A empresa administradora das linhas de trem divulgou nota em que confirma a adoção de horários diferenciados de circulação nos dias 19, 23 e 27 de junho. “Nessas datas o funcionamento da Linha Sul, que é gratuito, será das 13 horas às 20 horas para atender a demanda de passageiros na cidade”, informa o comunicado.

Ainda segundo o Metrofor, o intervalo entre os trens será de 18 minutos e os passageiros que estiverem indo assistir aos jogos devem desembarcar na estação da Parangaba. Lá haverá a integração com uma linha de ônibus especial, disponibilizada pela Etufor, que descerá na Av. Dedé Brasil com Av. Heróis do Acre. Nesses dias, o metrô não vai funcionar pela manhã.

Também terá horário diferenciado a Linha Oeste, que liga Caucaia a Fortaleza, porém sem gratuidades e com intervalo maior entre os trens: 45 minutos.

Relembre os horários dos jogos em Fortaleza

19/06 – 16:00 – Brasil X México
23/06 – 16:00 – Nigéria X Espanha
27/06 – 16:00 – Semifinais (1ºB X 2ºA)

11:19 · 11.06.2013 / atualizado às 15:47 · 12.06.2013 por
14:40 · 17.05.2013 / atualizado às 16:11 · 17.05.2013 por

Quem está preocupado com o trânsito que possa vir a enfrentar no dia dos jogos da Copa das Confederações, tem um outro motivo para se preocupar antes disso: a burocracia exigida pela Fifa para entregar os ingressos.

Passo a passo

Para começar, o torcedor tem que fazer logon no site da FIFA e no link http://pt.fifa.com/confederationscup/organisation/ticketing/apply-for-tickets/index.html clicar no botão “Compre Ingressos / Veja o Seu Pedido”.

Na página seguinte, é preciso preencher os campos “Sede” (no caso, marcando Fortaleza), “Localização do ponto de retirada de ingressos” (no caso, Centro de Eventos) e em seguida escolher a “Data de retirada” e clicar no botão “Atualizar retirada de ingressos”.

1

Quem quiser alterar a data do agendamento terá que fazer isso com antecedência de pelo menos 72 horas em relação ao dia marcado. Segundo o Centro de Ingressos da Fifa, “a medida possibilita a impressão dos bilhetes antes da chegada ao posto de coleta. Você entra em uma fila preferencial para retirar os ingressos”.

Mas nada é tão simples assim.  Os ingressos só poderão ser retirados pelo titular da solicitação. No ato de retirada, será necessário apresentar o cartão utilizado no pagamento dos ingressos. Caso a compra tenha sido paga via boleto, a entidade recomenda que seja levada uma cópia do comprovante bancário.

Além disso, é preciso apresentar um documento de identidade com foto, como carteira de motorista ou passaporte. Para quem comprou ingressos de categoria 4, ingressos com desconto ou ingressos reservados a portadores de deficiência, é necessário apresentar uma infinidade de documentos.

2

Por exemplo, para  quem comprou ingressos de categoria 4 e ingressos com desconto, é preciso levar documento oficial brasileiro que comprove a condição que dá direito à compra de ingressos de categoria 4 (ou com desconto) por parte do solicitante ou convidado, nos termos da chamada Lei Geral da Copa.

Os comprovantes necessários para cada ingresso de categoria 4 ou meia-entrada são os seguintes:

• Todos os solicitantes de ingressos desta categoria, exclusiva para quem reside no Brasil,  precisam apresentar CPF e RG no ato da compra, documento de identificação com foto no momento da retirada dos ingressos e comprovante de residência para acesso aos estádios;

• Idosos devem apresentar certidão de nascimento e CPF e/ou RG no ato da coleta. Os portadores de ingressos para idosos precisam apresentar documento de identidade também na entrada do estádio;

• Estudantes (UNE, UBES, ANPG) e beneficiários do programa Bolsa Família devem apresentar CPF/RG e cartão válido de identificação estudantil (UNE, UBES, ANPG) ou do programa Bolsa Família, tanto no momento da retirada dos ingressos quanto no acesso aos estádios;

• Portadores de deficiência  necessitam apresentar comprovante da condição de deficiente. Entre os documentos aceitos estão: atestados com identificação do número de CRM do médico e código CID da doença, passe de estacionamento para portadores de deficiência ou pessoas com mobilidade reduzida, entre outros;

• Pessoas obesas devem levar atestado assinado pelo médico informando um índice de massa corporal (IMC) superior a 30 kg/m2.

Quem tiver mais dúvidas (o que é muito provável) pode acessar https://fcctickets.fifa.com/ContactUs.aspx?l=pt , preencher os campos obrigatórios do “Formulário Fale Conosco” e escrever um texto de até 500 linhas com perguntas ou comentários. Outra opção é ligar para a equipe de vendas da Fifa no 0300 021 2014 e aí ter muita paciência.

11:39 · 10.05.2013 / atualizado às 11:58 · 10.05.2013 por
Para o Secretário Especial da Copa, Ferruccio Feitosa, exigência não é novidade e a nova configuração dos assentos será temporária Foto: Alex Costa
Para o Secretário Especial da Copa, Ferruccio Feitosa, exigência não é novidade e a nova configuração dos assentos será temporária. Foto: Alex Costa

O estádio Castelão, inaugurado há pouco menos de cinco meses, já vai passar pelo primeiro ajuste para a Copa das Confederações. É que a Fifa, entidade máxima do futebol mundial, exige a adequação do nível dos bancos de reservas da Arena para o padrão das competições que ela promove.

Entre os seis estádios que receberão jogos da Copa das Confederações, três vão rebaixar os bancos em relação ao nível do solo, incluindo o próprio Castelão, o Maracanã e o Mineirão.

Já a Arena Pernambuco, a Fonte Nova e o Mané Garrincha vão ter que colocar os assentos no  nível do solo. As mudanças, no entanto, deverão ser apenas temporárias. De acordo com as especificações básicas da Fifa, os 23 assentos terão 1,90 m de altura e ocuparão espaço de 11, 5 m largura , tendo protetores transparentes e resistentes ao calor.

Intervenção sem custos para o Estado

De acordo com o Secretário Especial da Copa, Ferruccio Feitosa, “a exigência não é nenhuma novidade para nós. Isso já estava previsto e vai ser feito pela própria Fifa, que trata essa intervenção como uma estrutura temporária. Nós não vamos deixar como estrutura de legado e não teremos nenhum  custo com a obra”.

O secretário também afirmou que a entidade “já está executando alguns serviços na Arena Castelão e vai assumir definitivamente o controle do estádio no dia 24 de maio.”

Pesquisar

Diário na Copa

Só mais um site WordPress
Posts Recentes

02h09mFinal é reeditada na volta das seleções após a Copa; confira os jogos desta quarta (3)

01h09mDiário na Copa retorna com tudo sobre futebol internacional e preparação para Rússia 2018

11h07mCom quatro brasileiros, Fifa divulga a seleção da Copa na visão da torcida

12h07mConfira quais jogadores estão descartados, as promessas e quem tem boas chances de chegar à Copa 2018

04h07mPesquisa aponta que 92,7% acompanharam a Copa do Mundo pela primeira vez no estádio

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs