Diário na Copa

Categoria: Ingressos


16:21 · 21.07.2014 / atualizado às 18:33 · 21.07.2014 por
De acordo com a pesquisa, 76,2% dos torcedores que acompanharam a Copa são homens FOTO: Kiko Silva
De acordo com a pesquisa, 76,2% dos torcedores que acompanharam a Copa são homens FOTO: Kiko Silva

Acompanhar uma Copa do Mundo no estádio foi uma experiência inédita para 92,7% dos brasileiros que foram às praças esportivas. Os dados são de um estudo realizado pelo Ministério do Turismo (Mtur) com parceria da Fundação Getúlio Vargas que entrevistou 6.038 brasileiros nos arredores dos estádios, aeroportos, rodoviárias e Fifa Fan Fest.

A Copa de 2014 movimentou mais de 3 milhões de torcedores durante o evento. De acordo com a pesquisa, nove em cada dez brasileiros tiveram a oportunidade de vivenciar um Mundial pela primeira vez. Deste número, 43,5% já viajaram para acompanhar o seu time ou estão habituados a visitar estádios e 34,7% acompanham jogos de seus clubes pela televisão.

A pesquisa relevou, ainda, que mais de 3,6 bilhões de pessoas do mundo todo assistiram ao campeonato pela TV, pelo celular ou por outro dispositivo móvel que receba sinais de TV.

Mais da metade dos torcedores eram brasileiros

Dos torcedores que prestigiaram o evento no Brasil, 62% eram brasileiros e apenas 38% estrangeiros. O perfil de mais da metade dos torcedores é homem (76,2%) e tem ensino superior completo (55,3%). 40,3% tem entre 25 a 34 anos, 17,1% tem especialização em alguma área e 28,6% tem renda familiar que varia entre R$ 3.621 e R$ 7.240.

Para acompanhar os jogos das seleções, a maior parte (74,7%) organizou a viagem por conta própria e viajou acompanhado. 24,4% viajaram com amigos e 44% com a família.

21:52 · 04.07.2014 / atualizado às 21:56 · 04.07.2014 por
Jogador foi retirado do gramado de maca e levado ao Hospital São Carlos, em Fortaleza FOTO: Eduardo Queiroz
Jogador foi retirado do gramado de maca e levado ao Hospital São Carlos, em Fortaleza FOTO: Eduardo Queiroz

O autor da joelhada que deu fim a participação de Neymar na Copa do Mundo de 2014, o colombiano Zuñiga se defendeu em entrevista após a partida entre Brasil e Colômbia, nesta sexta-feira (4), na Arena Castelão, em Fortaleza.

“Uma jogada normal. Nunca tive a intenção de machucar um jogador”, disse o jogador durante entrevista à ESPN.

“A partida estava quente, o Brasil estava entrando forte, e nós também. Foi uma jogada normal. Não entrei pensando em fazer mal, só para defender o meu país. Espero que ele se recupere logo. Que não seja nada grave, pois é um talento do Brasil e do futebol mundial”, finalizou.

O lateral-direito acertou o joelho nas costas de Neymar, que saiu do gramado de maca e foi levado ao Hospital São Carlos, em Fortaleza. O atacante brasileiro teve uma fratura a terceira vértebra lombar,  e levará de quatro a seis semanas para se recuperar da lesão. O camisa 10 está fora da competição e não corre risco de perda de mobilidade.

19:39 · 04.07.2014 / atualizado às 19:39 · 04.07.2014 por

Horas antes do início de Brasil x Colômbia, nesta sexta-feira (4), no Castelão, pelas quartas de final da Copa do Mundo, torcedores usaram as redes sociais para tentar vender ingressos e se livrarem do prejuízo.

Por volta das 13h, um torcedor tentava vender quatro ingressos da categoria 3 por R$ 600. No site da Fifa, cada bilhete custa R$ 330. Já outro negociava dois ingressos da categoria 4 por R$ 1000 e deu a entender que o preço era esse “só porque está em cima (da hora do jogo)”. O preço oficial é R$ 110. Dias antes da partida, os bilhetes eram vendidos, de forma ilegal, ao preço de R$ 3 mil.

No lado de fora da Arena Castelão, a reportagem da Redação Web do Diário do Nordeste não registrou a presença de cambistas. De acordo com a Polícia, ninguém foi preso vendendo os bilhetes.

Torcedor tenta vender ingressos antes da partida Foto: Reprodução
Torcedor tenta vender ingressos antes da partida
Foto: Reprodução
11:32 · 30.06.2014 / atualizado às 11:47 · 30.06.2014 por
"Cambista virtual" oferece ingresso a R$ 5 mil (Foto: Reprodução)
“Cambista virtual” oferece ingresso a R$ 5 mil (Foto: Reprodução)

A Copa do Mundo estará deixando Fortaleza na próxima sexta-feira (4). E a despedida será com chave de ouro: um jogo da Seleção Brasileira pelas quartas-de-final. Aproveitando-se desse fato, os “cambistas virtuais” chegam a vender ingressos por até R$ 5 mil para o duelo contra os colombianos.

Em grupos de compra e venda no Facebook, os negociantes já estão receosos em publicar os preços dos bilhetes, convidando os compradores para uma negociação em uma conversa particular. A Redação Web entrou em contato 10 pessoas interessadas em vender ingressos para Brasil x Colômbia. Os valores cobrados variam entre R$ 1,7 mil e R$ 5 mil.

Os vendedores parecem não basear a pedida nas categorias dividas pela Fifa, visto que o ingresso mais caro oferecido nos grupos dá direito ao torcedor ficar apenas na categoria 3 do estádio, que originalmente foi vendida pela Fifa por R$ 330. Caso o negociante consiga vender pelo preço cobrado, ele terá um lucro de 1515%.

A categoria 4, que custou R$ 170, chega a ser vendida por até R$ 2 mil, enquanto a categoria 1, setor mais caro (R$ 660), pode ser encontrada por R$ 2,5 mil.

Alguns torcedores parecem se render

Vendedor oferece a R$ 4 mil e recebe contraproposta de R$ 1,5 mil (Foto: Reprodução)
Vendedor oferece a R$ 4 mil e recebe contraproposta de R$ 1,5 mil (Foto: Reprodução)

É grande o número de torcedores revoltados com as altas pedidas dos “cambistas virtuais”, mas parece que alguns já está se rendendo. É fácil encontrar quem pague até R$ 1.500 por um bilhete para ver a Seleção Brasileira de perto.

“Sei que é errado, mas hoje a tarde vendi meus dois ingressos categoria 4 por R$ 2.300, cada. Um cara veio buscar e pagou a vista! e garanto: TEM QUEM PAGUE! E detalhe, meu pai conseguiu vender o dele categoria 1 por R$ 3.900″, escreve um vendedor, questionado pelo alto preços dos ingressos.

Cambismo é crime

Conforme o artigo 41 do Estatuto do Torcedor, é crime fornecer, desviar ou facilitar a distribuição de ingressos para venda por preço superior ao estampado no bilhete, com pena de reclusão de dois a quatro anos, além de multa.

16:18 · 25.06.2014 / atualizado às 16:18 · 25.06.2014 por
Dentro de campo, a Argentina venceu a Nigéria por 3x2. Ambas se classificaram para as oitavas de final. Foto: Reuters
Dentro de campo, a Argentina venceu a Nigéria por 3×2. Ambas se classificaram para as oitavas de final. Foto: Reuters

O clima antes da partida entre Argentina e Nigéria, em Porto Alegre, foi tenso do lado de fora do estádio. Pessoas vestindo camisas da Argentina são suspeitos de roubar ingressos de torcedores na entrada do Beira-Rio. As informações são do site G1.

Foram pelo menos quatro ocorrências registradas pela Polícia gaúcha. Em todos, as vítimas apontam pessoas vestindo camisas da Seleção da Argentina como sendo os criminosos.

Há relatos de agressões em alguns casos. Os suspeitos abordaram as vítimas no trajeto feito até o estádio. Um nigeriano, que foi vítima da ação, reagiu e conseguiu recuperar o bilhete. “Um torcedor argentino passou correndo e tentou pegar o ingresso da minha mão. Eu dei um soco nele e ele saiu correndo”, disse o homem.

Em outro caso, a vítima foi um brasileiro. Ele conta que teve seus pertences tomados e, ao correr atrás do ladrão, apanhou de um grupo de argentinos. “Eu estava na fila, antes do portão que tem a escolta da Brigada Militar, quando um torcedor da Argentina passou e puxou a sacola que eu carregava. Eu fui atrás, arranquei a sacola  dele, mas vieram outros argentinos, me derrubaram e novamente tiraram a bolsa de mim. Depois, eles me chutaram na cabeça e nas costas”, afirmou.

09:26 · 20.06.2014 / atualizado às 09:38 · 20.06.2014 por
85 chilenos que tentaram invadir o Maracanã e cometeram atos de vandalismo foram detidos. FOTO: Reuters
85 chilenos que tentaram invadir o Maracanã e cometeram atos de vandalismo foram detidos. FOTO: Reuters

Faltou ingresso para quem quis. A maioria das partidas da Copa do Mundo 2014 teve os ingressos esgotados antes mesmo da abertura da competição, o que revoltou torcedores que não conseguiram garantir a sua entrada e que estão dispostos a fazer de tudo para tal.

O caso mais emblemático de indignação até esta sexta-feira (20) foi a invasão de cerca de 100 chilenos ao Maracanã, na última quarta (18), para tentar assistir à vitória do Chile sobre a Espanha por 2 a 0. Mas os fãs do esporte mais popular do mundo não pararam por aí.

> “Trapaça” não será admitida pela Fifa

> Três colombianos e um brasileiro são presos por venda ilegal de ingressos

> Partidas podem ter nova carga de bilhetes

Segundo o portal de notícias UOL, a Fifa, o Comitê Organizador Local da Copa (COL) e as forças de segurança do governo identificaram pelo menos outras 6 formas que torcedores encontraram para tentar “driblar” a “defesa” dos estádios. Confira a lista:

1. Também na partida entre Espanha e Chile, torcedores tentaram reutilizar ingressos de partidas anteriores.

2. Quem não conseguiu ingresso nenhum, inventou que havia perdido o ingresso e relutou em entrar, por “ter direito”.

3. Outros torcedores se utilizaram de credenciais em nome de outras pessoas, que, na verdade, são intransferíveis.

4. Na falta de credencial verdadeira, houve quem tentou usar credenciais piratas.

5. E até roupas falsas foram utilizadas, também.

6. Por fim, um problema recorrente no Brasil e que não deixou de se apresentar na Copa: a venda de ingressos fora do estádio por cambistas.

18:55 · 14.06.2014 / atualizado às 19:00 · 14.06.2014 por
Mais de 58 mil pessoas compareceram à histórica estreia do Castelão em Copas do Mundo. FOTO: Agência Reuters
Mais de 58 mil pessoas compareceram à histórica estreia do Castelão em Copas do Mundo. FOTO: Agência Reuters

Após 3 dias de Copa do Mundo, o público total do jogo entre Uruguai e Costa Rica, que terminou com triunfo dos costarriquenhos na Arena Castelão, é o segundo maior do mundial até o momento. A informação foi postada pelo secretário especial da Copa, Ferruccio Feitosa, através do seu twitter.

Ao todo, 58.679 pessoas assistiram à partida, que foi a primeira da Capital cearense em uma Copa do Mundo. O público só perde para o jogo de abertura do torneio, entre Brasil e Croácia, quando 62.103 pessoas assistiram à estreia do time de Felipão. A partida, entretanto, não foi a de maior público do novo Castelão. O recorde segue com o jogo entre Ceará x Sport, quando 61.240 acompanharam o empate das duas equipes em 1×1 e o título da Copa do Nordeste conquistado pela equipe pernambucana.

Confira os outros públicos da Copa até agora:

Colômbia x Grécia – 57.174

Holanda x Espanha – 48.173

Chile x Austrália – 40.275

México x Camarões – 39.216

11:25 · 12.06.2014 / atualizado às 12:11 · 12.06.2014 por
Estrangeiros eram maioria na noite da última quarta-feira (11), no aeroporto
Estrangeiros eram maioria na noite da última quarta-feira (11), no aeroporto. FOTO: Messias Borges

A retirada de ingressos no centro de atendimento da FIFA no Aeroporto Internacional Pinto Martins aumentou 1000% no dia anterior à abertura da Copa do Mundo, na última quarta-feira (11).

Enquanto cerca de 40 torcedores compareciam ao terminal de ingressos por dia, até a última terça-feira (10), 440 pessoas receberam seus ingressos para a Copa na última quarta, até 19h, assegurou o responsável pelo controle do número de atendimentos. O balcão da FIFA fica aberto até 21h.

O aumento do número de retiradas não é por acaso. Segundo levantamento do Diário do Nordeste, 37 mil ingressos de 3 partidas que serão disputadas em Fortaleza não haviam sido retirados até a última quarta.

> Comprou ingresso para a Copa e quer desistir? Saiba o que fazer

Os torcedores têm preferido ir ao Centro de Eventos do Ceará, o outro posto de trocas na capital cearense. No último sábado (7), o local estava lotado, enquanto o aeroporto estava vazio.

12:01 · 09.06.2014 / atualizado às 15:40 · 09.06.2014 por
Devolução de ingressos tem multa prevista, segundo política da FIFA
Devolução de ingressos tem multa prevista, segundo política da FIFA

Quem comprou ingressos para jogos da Copa do Mundo e não poderá ir terá de correr para não ter prejuízos. A Fifa disponibiliza três opções ao torcedor: devolver, revender ou transferir. O valor descontado pode chegar a 30% do total pago pelo bilhete.

Conforme a política da entidade, o torcedor que quiser devolver seu ingresso pagará uma multa de até 30% do valor pago. Caso a desistência aconteça em até 4 dias após a compra, é cobrado uma multa de 10%. A partir disso, o desconto passa a ser de 20%.

Quem adquiriu ingressos a preços especiais (estudantes, idosos e beneficiários do bolsa família) terão descontados 30% do valor pago.

Fifa tem opção de revenda oficial

A Fifa recebe, em até 7 dias antes da partida, ingressos para revenda. O bilhete, porém, somente será disponibilizado para revenda uma vez que todos os ingressos da mesma categoria, para a mesma partida, tenham sido vendidos pela entidade. A partir disso, ela coloca o ingresso devolvido à venda, cobrando uma taxa de 10% ao vendedor pelo serviço.

Caso as entradas não sejam revendidas, a Fifa não se responsabiliza e não reembolsa o torcedor.

Transferir para parentes é uma opção

Como o ingresso é nominal, a transferência para outras pessoas só acontece após consentimento, por escrito, da Fifa. Conforme a entidade, os bilhetes poderão ser transferidos somente para “convidados” autênticos do comprador, ou seja, parentes, amigos, colegas e/ou acompanhantes de indivíduos em cadeira de rodas ou portadores de algum tipo de deficiência, sem que haja ganho sobre o valor oficial do bilhete.

As entradas podem ser transferidas em até 3 dias antes da partida. Para mais detalhes, confira a política de transferência e revenda da Fifa.

12:16 · 07.06.2014 / atualizado às 12:16 · 07.06.2014 por

A procura por receber ingressos para a Copa do Mundo foi intensa na manhã deste sábado (7) em Fortaleza. Filas grandes formadas no Centro de Eventos, com torcedores tendo que esperar um bom tempo no sol.

Enquanto isso, no Aeroporto Pinto Martins, outro Centro de Ingressos da Copa na Capital, não havia torcedores. “As pessoas nem sabem que podem pegar seus ingressos aqui também”, confessou uma voluntária em serviço no aeroporto da capital.

Foto: Marcelo Bloc
Foto: Marcelo Bloc

Todos os centros de ingressos da Fifa e os locais de retirada de bilhetes adicionais ficam abertos diariamente das 9h às 21h.

Filas para pagar estacionamento

Mesmo com o aeroporto sem muito movimento nesta manhã, havia fila para o pagamento do ticket de estacionamento. Isto porque dos 4 quichês, apenas 1 estava funcionando. Os outros passavam por obras de acabamento, possivelmente visando a alta demanda que virá nos próximas dias, com os jogos da Copa do Mundo.

Recentemente o valor da hora de estacionamento no Pinto Martins subiu de R$ 5 para R$ 7.

Foto: Marcelo Bloc
Foto: Marcelo Bloc
Pesquisar

Diário na Copa

Só mais um site WordPress
Posts Recentes

02h09mFinal é reeditada na volta das seleções após a Copa; confira os jogos desta quarta (3)

01h09mDiário na Copa retorna com tudo sobre futebol internacional e preparação para Rússia 2018

11h07mCom quatro brasileiros, Fifa divulga a seleção da Copa na visão da torcida

12h07mConfira quais jogadores estão descartados, as promessas e quem tem boas chances de chegar à Copa 2018

04h07mPesquisa aponta que 92,7% acompanharam a Copa do Mundo pela primeira vez no estádio

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs