Busca

Autor: Letícia Lima


09:39 · 14.10.2017 / atualizado às 09:39 · 14.10.2017 por

Levantamento feito pelo Diário do Nordeste mostra que, nos últimos dois meses, de nove sextas-feiras em que a Assembleia Legislativa segue em funcionamento e, por sua vez, as sessões no Plenário devem transcorrer, normalmente, em cinco delas, o Plenário 13 de Maio ficou esvaziado.

Seja porque os deputados estaduais não compareceram em número suficiente (no mínimo 16 do total de 46 parlamentares) para que fosse aberta a sessão, seja porque ocorreram eventos naquele dia, na Casa, fazendo com que a sessão fosse levantada.

Ontem, segunda sexta-feira do mês de outubro não houve trabalho dos deputados no Plenário. Só que dessa vez, devido ao ponto facultativo decretado pelo Poder Executivo em virtude do feriado do dia das crianças. No entanto, não deveria ter alcançado o Poder Legislativo.

12:37 · 11.10.2017 / atualizado às 12:37 · 11.10.2017 por

O deputado Renato Roseno (Psol) usou o tempo de liderança hoje na Assembleia Legislativa para expor a situação de Fortaleza que considera a pior Capital do País para”se ser adolescente”.

Presidente do Comitê de Prevenção dos Homicídios de Crianças e Adolescentes da Assembleia, Roseno afirmou que, de janeiro a setembro deste ano, 500 jovens foram assassinados e cobrou a implementação das medidas de prevenção pelo Estado.

“Normalmente, prevenção é confundida com proteção social. Prevenção tem que ter inteligência, financiamento regular. Há um processo de depressão coletiva. Precisamos dar incentivo aos saraus literários, ao reggae, com o teatro e a dança. Há sim um desejo grande dos jovens realizarem, mas que esbarra na burocracia estatal”.

11:40 · 10.10.2017 / atualizado às 11:40 · 10.10.2017 por

A deputada Fernanda Pessoa (PR) levou à tribuna da Assembleia Legislativa hoje (10) o problema da violência contra a mulher e ressaltou que é preciso mudar a atitude da sociedade, pois “só as leis não são suficientes”.

“Já passou a hora de tratar o outro como igual, com respeito, gentileza, precisamos educar os nosso filhos a desde cedo ensinar sobre o respeito a meninos e meninas. Reforçamos aqui a luta contra todo tipo de violência e, especialmente, contra as mulheres e o clamor é para que os gestores públicos instituam ações que promovam o diálogo dentro das instituições, com o objetivo de estimular a participação das mulheres como protagonistas de suas vidas e do espaço de poder”.

10:26 · 10.10.2017 / atualizado às 10:26 · 10.10.2017 por

Em alusão à semana da criança, a deputada Rachel Marques (PT) destacou na tribuna da Assembleia Legislativa hoje (10) o programa “Primeira Infância”, idealizada pela primera-dama do Estado, Onélia Santana. Ela fala sobre a importância da brincadeirano desenvolvimento da criança.

“Brincar é uma forma da criança conhecer o mundo, a realidade que a rodeia. Brincar também é cura e não tenho dúvida de que o brincar deve ser também deve ser estimulado por políticas públicas. Por isso faço esse link com as iniciativas da primeira dama de construir brinquedopraças. É preocupante ver esses meninos só em celulares e tablets”.

Rachel Marques anunciou a realização de audiência pública hoje, a partir de 14h, na Assembleia, sobre o Programa de Educação contra Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca), do Ministério Público do Trabalho.

14:40 · 06.10.2017 / atualizado às 14:40 · 06.10.2017 por

Autor do Projeto de Lei que quer liberar a venda de bebida alcoólica nos estádios do Ceará, em tramitação na Assembleia Legislativa, o deputado Gony Arruda (PSD) voltou a defender na tribuna hoje (06) que 13 estados brasileiros já aprovaram leis nesse sentido, enquanto o Ceará vende “ilegalmente” dentro dos estádios.

“O Estado está deixando de arrecadar impostos com isso, os clubes cearenses estão deixando de arrecadar. Hoje as pessoas estão deixando pra entrar no estádio na última hora, porque, imediatamente, na porta do Castelão, do Presidente Vargas, há farta venda de bebida alcoólica liberada. As pessoas estão deixando pra entrar na última hora, gerando um tremendo engarrafamento, confusão. O meu projeto limita apenas a cervejinha, limitando a 10 graus de teor alcoólico”.

14:38 · 06.10.2017 / atualizado às 14:38 · 06.10.2017 por

Presidente da Comissão de educação, a deputada Silvana Oliveira (PMDB) anunciou na tribuna da Casa na manhã de hoje (06) que solicitou, através de requerimento, a criação de uma Frente Parlamentar para fiscalizar a ideologia de gênero nas escolas da rede pública cearense.

Ela cobrou à Secretaria de Educação do Estado que cumpra o plano estadual aprovado pela Assembleia, no ano passado, do qual foi retirado pontos que tratavam da inclusão de disciplinas sobre sexualidade nas escolas. Silvana fez a cobrança, após caso no município do Cedro, que circulou nas redes sociais, em que professores orientavam os alunos sobre a ideologia de gênero.

“Você tem o direito de gostar de quem você quiser, mas dentro da escola que é pra ensinar contra o plano estadual estadual e nacional? Nós somos fiscais do povo, somos empregados do povo. Nossa função é fiscalizar, eu sou presidente da Comissão de Educação, mas digo que aqui eu quero fiscalizar essas escolas e denunciar pro País”.

14:37 · 06.10.2017 / atualizado às 14:37 · 06.10.2017 por

A deputada Miriam Sobreira (PDT) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa na manhã de hoje (06) para criticar decisão liminar em favor do Conselho Regional de Medicina, que suspende, parcialmente, Portaria que regulamenta a atenção básica no Brasil.

Com essa decisão temporária, a deputada afirma que os enfermeiros não poderão prescrever medicamentos de programas da atenção básica do País, nem solicitar exames, por exemplo. Para Miriam Sobreira, os médicos estariam querendo “tolher” os enfermeiros.

“Eu gostaria muito de ver um hospital funcionar sem os profissionais da enfermagem, porque todo paciente que vai no hospital sabe que quando aperta na campainha, o primeiro profissional que chega é o enfermeiro. O médico não pode mais considerar o enfermeiro como se fosse empregado dele. Temos uma visão de uma equipe multidisciplinar, com respeito, dignidade, com ajuda de cada um, assim podemos oferecer uma saúde de qualidade,onde as pessoas possam ser atendidas, diante de um SUS fracassado”.

Segundo a deputada, que tem formação em enfermagem, o Conselho Federal de Medicina já teria ingressado com um recurso para derrubar a liminar. Ela disse também que solicitou uma audiência pública na Comissão de Saúde da Assembleia, para discutir essa “quebra de braço” entre médicos e enfermeiros.

13:32 · 05.10.2017 / atualizado às 13:32 · 05.10.2017 por

Chamando a atenção para a campanha de conscientização das mulheres para a prevenção contra o câncer de mama, realizada durante todo o mês de outubro, a deputada Fernanda Pessoa (PR) chamou a atenção no seu discurso, na tribuna da Assembleia hoje, para a medicina preventiva. Ela cobrou também mais rapidez no resultado dos exames.

“É importante que as mulheres entendam a mamografia como exame preventivo. Temos um dos piores serviços de mamografia do Nordeste, apesar de termos mamógrafos suficientes, a qualidade dos laudos não é boa. Pedimos fiscalização”.

11:10 · 05.10.2017 / atualizado às 11:10 · 05.10.2017 por

O deputado Agenor Ribeiro (PSDC) levou para a tribuna da Assembleia Legislativa hoje um problema enfrentado pela população em alguns municípios cearenses, que tiveram agências bancárias atacadas por organizações criminosas.

Ele citou municípios como Araripe, Nova Olinda, Assaré e Potengi, onde os moradores estão tendo que se deslocar para municípios vizinhos para utilizar o serviço bancário. O parlamentar cobrou investimento em segurança por parte das instituições financeiras.

“Não é papel do município tá dando segurança aos correspondentes bancários, os bancos que lucram não querem ter a responsabilidade na parte da segurança. O que me preocupa muito é a população, principalmente as pessoas que não têm como se deslocar e os municípios pequenos estão encolhendo mesmo e passam a ter uam economia diferenciada dos outros. Quem sai do seu município já sai gastando, porque tem que gastar com transporte, alimentação”.

10:59 · 05.10.2017 / atualizado às 10:59 · 05.10.2017 por

Diante da manifestação nas galerias da Assembleia Legislativa pela convocação do cadastro reserva de escrivães da Polícia Civil, o deputado Manoel Santana (PT) levou à tribuna hoje, a importância da atuação da inteligência policial para desbaratar o crime organizado. O parlamentar defendeu a implantação da polícia judiciária no Estado.

“O crime organizado tomou de conta do Brasil e veio se fortalecendo ao longo de anos e a incapacidade de uma política de segurança consistente e, muitas vezes, a nossa polícia no Estado é combativa, que tem grandes méritos, mas ela não consegue resultados melhores, porque os bandidos se refugiam. Eu defendo a implantação de um projeto piloto com o oficial de polícia judiciária, o policial que vai ser capaz de conduzir com maior celeridade a investigação em todos os níveis”.