Edison Silva

Categoria: Acordo


16:56 · 03.05.2017 / atualizado às 16:56 · 03.05.2017 por

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores decidiu que o diretório municipal de Fortaleza  terá dois presidentes no curso do mandato de dois anos. O vereador Acrísio Sena, que saiu vencedor da disputa com três votos de diferença, mas foi contestado, sob a alegação de fraude em duas urnas, no dia da votação, presidirá a legenda durante o primeiro ano de mandato, enquanto o ex-vereador Deodato Ramalho, o candidato derrotado que recorreu do resultado pleito presidirá o partido na metade final do mandato. De acordo com nota divulgada pela Executiva, a decisão homologou acordo realizado entre os candidatos. O texto afirma que a deliberação ocorreu por compreensão da “unificação de todas as forças políticas como diretriz estratégicas para o processo de organização e fortalecimento do PT nesta Capital”.

Acrísio e Deodato têm posturas opostas em relação ao governo municipal. Deodato é defensor da manutenção do partido na oposição ao prefeito Roberto Cláudio (PDT). De acordo com ele, o partido recebeu votos de oposição na última disputa municipal e assim deve agir. Acrísio, por outro lado, apóia o diálogo, afirmando que PT, PDT e PCdoB são aliados em nível federal e estadual e que uma aproximação seria importante para a construção de um palanque forte para uma nova candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto, bem como para a campanha de reeleição do governador Camilo Santana. Ele prega que o partido seja “independente” e “saia do isolamento”.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs