Busca

Categoria: Acordo


16:56 · 03.05.2017 / atualizado às 16:56 · 03.05.2017 por

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores decidiu que o diretório municipal de Fortaleza  terá dois presidentes no curso do mandato de dois anos. O vereador Acrísio Sena, que saiu vencedor da disputa com três votos de diferença, mas foi contestado, sob a alegação de fraude em duas urnas, no dia da votação, presidirá a legenda durante o primeiro ano de mandato, enquanto o ex-vereador Deodato Ramalho, o candidato derrotado que recorreu do resultado pleito presidirá o partido na metade final do mandato. De acordo com nota divulgada pela Executiva, a decisão homologou acordo realizado entre os candidatos. O texto afirma que a deliberação ocorreu por compreensão da “unificação de todas as forças políticas como diretriz estratégicas para o processo de organização e fortalecimento do PT nesta Capital”.

Acrísio e Deodato têm posturas opostas em relação ao governo municipal. Deodato é defensor da manutenção do partido na oposição ao prefeito Roberto Cláudio (PDT). De acordo com ele, o partido recebeu votos de oposição na última disputa municipal e assim deve agir. Acrísio, por outro lado, apóia o diálogo, afirmando que PT, PDT e PCdoB são aliados em nível federal e estadual e que uma aproximação seria importante para a construção de um palanque forte para uma nova candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto, bem como para a campanha de reeleição do governador Camilo Santana. Ele prega que o partido seja “independente” e “saia do isolamento”.