Busca

Categoria: Aeroporto


09:49 · 27.09.2017 / atualizado às 09:49 · 27.09.2017 por

Por Renato Sousa

O anúncio realizado na segunda, 25, pela empresa Air France-KLM da instalação de um hub na Capital foi motivo de comemoração entre os parlamentares da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor). De acordo com eles, a iniciativa deve trazer empregos e investimentos para a cidade e o Estado, além de intensificar o diálogo com a Europa.

O primeiro a levar o tema à tribuna da Casa foi o vice-líder do prefeito Roberto Cláudio (PDT), Dr. Porto (PRTB). Segundo ele, “o governo está de parabéns porque conseguiu uma conquista muito grande”. De acordo com parlamentar, isso demonstra que a Capital é alvo do interesse de “empresas importantes no mundo”. O vereador citou o caso da Fraport, empresa alemã que ganhou a concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins este ano. Segundo ele, a administração do equipamento pela empresa estrangeira “traz muita esperança de novos empregos e mais investimentos”.

O líder da bancada do PDT na Casa, Iraguassú Filho, também comemorou o anúncio. “Fortaleza e o Estado do Ceará receberam uma grande notícia do nosso governador Camilo Santana”, declara. O trabalhista disse que já havia destacando a importância dos hubs para a Capital anteriormente, afirmando que o novo equipamento “vem para fortalecer ainda mais a economia cearense”.

O vereador afirma que o anúncio traz ganhos não apenas para a Capital ou para o Ceará, mas para todo o Nordeste. “Muitas vezes, o turista tinham que ir até São Paulo, Rio de Janeiro para fazer suas conexões”, diz. Segundo o parlamentar, a iniciativa deixa o Velho Continente mais próximo dos estados nordestinos.

O trabalhista também destacou que a escolha da empresa por Fortaleza também é uma forma de reconhecimento das administrações fiscalmente responsáveis feitas tanto pelo Paço Municipal quanto pelo Palácio da Abolição, especialmente quando comparados com outros entes da Federação que enfrentam dificuldades para honrar compromissos. “Fortaleza e o Ceará colocam-se aptos para receber investimentos”, afirma. Ele também lembrou dos esforços do governador para financiar, junto a empresas chinesas, a instalação de uma refinaria no Porto do Pecém e as negociações com a empresa aérea chilena Latam, que também avalia a possibilidade de instalar um hub no Pinto Martins. “Muito provavelmente, também escolherá Fortaleza”, avalia Iraguassú.

O líder da base governista, Ésio Feitosa (PPL), também comemorou o anúncio. Segundo ele, trata-se de uma decisão que traz inúmeros benefícios para a cidade, que vão para além do aspecto econômico. De acordo com ele, deve haver uma “intensificação do intercâmbio cultural e acadêmico do nosso povo com os nossos visitantes”.

Assim como Iraguassú, Feitosa também avalia que o equilíbrio fiscal das administrações estadual e municipal teve participação na decisão da empresa francesa. “Certamente, influenciou bastante”, declara o parlamentar. Ele também aponta a geografia como determinante, já que Fortaleza é a capital brasileira mais próxima da Europa.

De acordo com Feitosa, a CMFor também teve sua participação na conquista do hub da Air France em Fortaleza. Ele lembra que, em 2016, a Casa aprovou, para empresas que instalassem hubs aeroportuários na Capital, isenção de IPTU, ITBI e ISS, além de reduzir de 5% para 2% a alíquota deste último imposto para serviços de como manutenção de aeronaves e venda de passagens.