Busca

Categoria: Agremiações partidárias


14:13 · 04.10.2013 / atualizado às 14:13 · 04.10.2013 por

O Partido Democrático Trabalhista no Estado do Ceará (PDT-CE) realizará sua Convenção Estadual no próximo domingo, dia 6 de outubro, a partir das 8h30min, na Câmara Municipal de Fortaleza, com a presença do presidente estadual deputado federal André Figueiredo, do presidente do diretório de Fortaleza, Papito de Oliveira, deputados estaduais e vereadores, e de diversos dirigentes do partido.

A convenção tem o objetivo de eleger o Diretório Estadual, a Comissão de Ética e o Conselho Fiscal, cumprindo as determinações legais e estatutárias. Na ocasião, o deputado federal André Figueiredo deverá ser reconduzido para a presidência do partido, tendo como vices os deputados estaduais Heitor Ferrer e Ferreira Aragão.

Devem participar da convenção  membros do Diretório Estadual, delegados dos Diretórios Municipais e presidentes de Movimentos Partidários, organizados no Estado.

Estão sendo aguardadas caravanas procedentes de diversos municípios onde o PDT está organizado, compostas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, suplentes de vereadores, filiados e simpatizantes.

da Assessoria

10:20 · 18.03.2013 / atualizado às 10:20 · 18.03.2013 por

Por Georgea Veras

Apresentando o PV como uma nova força política para o País, o ex-deputado federal Fernando Gabeira realizou, ontem, em Fortaleza, uma palestra que tratou de analisar a classe política do Brasil. Apontado como pré-candidato pelo Partido Verde à presidência da República, Gabeira destacou que a política brasileira precisa de novos quadros e de novas alternativas, entendendo que a polarização do poder entre PT e PSDB já está desgastada. O seminário Novas Lideranças para uma Mudança Cultural na Política Brasileira, promovido pela Fundação Verde Herbert Daniel, está levando o pré-candidato a cidades de todo o País.
Não somente a alternância entre esses dois partidos no poder já se desgastou perante os eleitores, como também as própria siglas já mostram um certo desgaste, na opinião de Gabeira. Ele entende ser necessário o surgimento de novas forças políticas, a exemplo do que aconteceu, conforme analisa, com essas duas siglas, quando ascenderam politicamente no País.
No seu entendimento, os políticos que reverberam um discurso socialista não estão apresentando o novo, isso porque, na visão do ex-parlamentar, o socialismo está esgotado desde o século passado. Gabeira acredita que o novo, nesse momento, é a defesa do desenvolvimento sustentável e do meio ambiente, uma das principais bandeiras do Partido Verde.
Ele lembrou que na eleição do ano passado, o partido percorreu 20 cidades falando das suas expectativas e dos programas de desenvolvimento para as cidades brasileiras, momento em que também buscavam novos filiados. De acordo com ele, a visão de muitos que hoje procuram uma filiação partidária é de que terão a oportunidade de enriquecer na política, deixando claro que o PV procura mudar esse foco, sinalizando aos seus filiados que a política é um espaço de debater a coletividade.
Agora, aponta, a situação é outra. A eleição que se avizinha, de 2014, irá eleger para o Executivo os governadores e o presidente do País, afirmando que é o momento do povo se questionar onde estamos e para onde vamos. Nesse aspecto, Gabeira aponta que o partido quer apresentar novas alternativas administrativas para o Brasil, destacando, por exemplo, as sugestões do PV para a política econômica.
Conforme o ex-parlamentar, o crescimento do Brasil está sendo baseado apenas no estímulo ao consumo, ou seja, na perspectiva de que o país pode crescer trazendo satisfação de vida para as pessoas. Porém, esse tipo de crescimento, analisa, tem uma curta ascensão. Um exemplo disso, citou, foi o incentivo dado pelo governo na compra de carros e de outros bens com a baixa do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).
Ele acredita que é necessário buscar outros caminhos de crescimentos que sejam permanentes. De acordo com o ex-deputado, o PV defende o crescimento baseado na educação e inovação, entendendo que sem qualidade na educação não tem como o país crescer, e uma das preocupações mais urgentes é a qualificação da mão de obra. “Falta mão de obra qualificada”, alerta.
Se continuar nesse ritmo, pontua Gabeira, o Brasil não terá quadros capazes para funções básicas, entendendo que não tem condições de importar profissionais qualificados para todas as áreas do mercado de trabalho do País. Ele aponta que a falta de mão de obra qualificada já está tendo impacto, principalmente, em áreas que necessitam de novos profissionais, dando como exemplo o setor que trata do petróleo.
Outro ponto que considera importante é a infraestrutura, defendendo que o País necessita de bons portos, aeroportos, estradas e de comunicação, considerando que, sem capacidade de inovar o país estará sujeito à estagnação. Antes de proferir a palestra, Gabeira fez uma caminhada pela trilha ecológica do Parque do Cocó.
O presidente estadual do PV, Marcelo Silva, informou que, no momento, o partido está fazendo uma análise da situação política do Brasil e preparando um programa partidário que seja anunciado para a sociedade como uma alternativa ao que vem sendo apresentando nas últimas eleições. Assim como o PV pretende ter candidato à presidência da República, no Ceará, adianta, o sentimento do partido é de ter candidatura própria.
Na eleição de 2012, o Partido verde não apresentou candidato à Prefeitura de Fortaleza, se coligando ao PT. Marcelo Silva esclarece que, por enquanto, a legenda não está preocupada com possíveis nomes que possam vir a disputar o pleito de 2014, entendendo que o momento agora é debater um projeto para o Estado.