Edison Silva

Categoria: Aliança nacional


09:58 · 02.07.2012 / atualizado às 09:58 · 02.07.2012 por

Assinada pelo vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, circulou ontem um documento do partido falando do seu relacionamento com o PT nacional, onde o rompimento da aliança em Fortaleza é um dos destaques. Após afirmar que o PSB é aliado do PT desde 1989, a manifestação pública faz algumas onsiderações críticas ao comportamento do Partido dos Trabalhadores com os seus aliados, quando diz: “Defendemos essa linha com firmeza, mesmo ao sacrifício de algumas eleições, mesmo quando nosso principal aliado, o PT, praticava a unilateralidade das candidaturas próprias como tese e projeto isolado de crescimento, ao arrepio na maioria das vezes, da realidade objetiva que clamava pela união das forças de esquerda”.

O PSB justifica as questões municipais, explicitando suas razões no caso de Recife, onde há uma briga interna no PT e faz referências à situação de Fortaleza. “O desfecho de Fortaleza decorre da mesma lógica, pois igualmente atende à necessidade de preservarmos em nosso campo a Prefeitura, necessidade ameaçada pela crise da administração municipal e a dificuldade de encontrar como candidato um nome que unisse as forças de nosso campo”. Termina a nota dizendo não haver risco para a aliança nacional dos dois partidos e reafirmando o  “compromisso com a continuidade do projeto de centro esquerda, ora liderado pela presidente Dilma”.

 

 

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs