Edison Silva

Categoria: Apreensão


10:14 · 14.11.2012 / atualizado às 10:14 · 14.11.2012 por

Um aditivo ao contrato assinado pelo superintendente que estava respondendo pelo Departamento Estadual de Trânsito, Francisco Júlio Dias Cavalcante e Stefan Danzl, representante legal da empresa Multsys Soluções Corporativas Ltda, garante o pagamento, no prazo de doze meses, da importância de R$ 3.759.252,00,  para o serviço de apreensão, fornecimento de alimentação e transporte dos animais soltos, apreendidos nas rodovias estaduais.

O contrato não diz por quanto tempo os animais deverão ficar sobre a guarda da empresa contratada, nem como se dará o resgaste, nem muito menos quanto e a quem o dono do animal apreendido pagará pela soltura se o animal for reclamado imediatamente após a apreensão, um dia depois dela ou mais dias.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs