Edison Silva

Categoria: Aumento do TCM


09:50 · 23.01.2015 / atualizado às 09:53 · 23.01.2015 por

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios aprovaram, ontem, uma Resolução encaminhando à Assembleia Legislativa do Ceará, projeto de lei majorando os seus subsídios e os dos auditores e procuradores de contas, em razão do aumento nacional conferido ao Poder Judiciário, com vigência já a partir deste mês de janeiro.

O aumento beneficia, também, a todos os aposentados e pensionistas. Os conselheiros dos Tribunais de Contas têm as vantagens e prerrogativas dos magistrados de segundo grau, ou seja, a desembargadores. No caso destes, o Conselho Nacional de Justiça aprovou uma Resolução dispensando a lei estadual para que o aumento dos subsídios já fossem pagos referente ao mês de janeiro.

A Assembleia só começa a funcionar a partir de 1ºde fevereiro, quando os deputados eleitos no mês de outubro do ano passado tomarão posse e elegerão os novos dirigentes da Casa, portanto, a proposta do Tribunal de Contas só será examinada depois que a folha de pagamento do mês de janeiro for liberada, no início de fevereiro.

Leia a íntegra do projeto a ser encaminhado à Assembleia, aprovado ontem pelos conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios:

PROJETO DE LEI

DISPÕE SOBRE O REAJUSTE DOS SUBSÍDIOS DOS

CONSELHEIROS, AUDITORES SUBSTITUTOS DE

CONSELHEIROS E PROCURADORES DO TRIBUNAL

DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO

CEARÁ – TCM/CE.

Art. 1º. Os valores dos subsídios mensais dos Conselheiros e Auditores Substitutos de Conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará e dos Procuradores de Contas do Ministério Público Especial, cujos efeitos financeiros vigorarão a partir de 1º de janeiro de 2015, passam a ser:

I – Conselheiro: R$ 30.471,11;

II – Auditor Substituto de Conselheiro: R$ 28.947,55;

III – Procurador de Contas: R$ 30.471,11.

Art. 2º. Aos proventos de aposentadoria e às pensões por morte de Conselheiro, Auditor Substituto de Conselheiro e Procurador de Contas aplicar-se-ão os critérios fixados no respectivo ato concessório, observando-se os limites previstos nesta Resolução.

Art. 3º. As despesas decorrentes desta Resolução correrão por conta das dotações orçamentárias próprias do Tribunal de Contas dos Municípios e do Sistema Único de Previdência Social dos Servidores Públicos Civis e Militares, dos Agentes Públicos e dos Membros de Poder do Estado do Ceará – SUPSEC.

Art. 4º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos pecuniários retroativos ao dia 1º de janeiro de 2015, revogando-se as disposições em contrário.

 

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs