Edison Silva

Categoria: Avaliação


11:00 · 22.07.2018 / atualizado às 11:00 · 22.07.2018 por

Leia a íntegra da coluna deste domingo do jornalista Bernardo Mello Franco, no jornal O Globo:

Eleição será a mais difícil da história, diz presidente do Ibope

por Bernardo Mello Franco

Marina Silva, Jair Bolsonaro, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes

A eleição mais difícil

Não se preocupe se você não tem ideia do que vai acontecer em outubro. Até quem vive de fazer previsões anda perdido com a corrida presidencial. “Será a eleição mais difícil da história do Brasil”, afirma o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro. No instituto desde 1971, ele se diz impressionado com o desinteresse pelo voto. “A população está enojada com a política. Nunca vi o eleitor tão frio e desmotivado”.

O Ibope começou a sondar os eleitores há um ano e dois meses. Segundo Montenegro, o quadro permaneceu imóvel “como água parada”. “Ninguém sobe nem desce, porque os candidatos não emocionam”, avalia. “Pode ser que 70 milhões de brasileiros não votem para presidente. A população está decretando por conta própria o fim do voto obrigatório”.

Apesar da indefinição, Montenegro arrisca alguns palpites. Ele aposta que o atual líder da disputa, Jair Bolsonaro, não se elegerá presidente. “Ele perde para qualquer um no segundo turno”, sentencia. “O voto do Bolsonaro não é ideológico de direita. É como o voto nulo, no Enéas ou no Tiririca”.

O mago das pesquisas duvida que Marina Silva chegue ao segundo turno. “O que ela tem hoje é recall das últimas eleições. Quando o horário eleitoral começar, isso se esfacela. Ela vai sumir”, afirma, referindo-se aos 8 segundos da Rede na TV. Ele diz que Ciro Gomes corre o mesmo risco, caso não consiga fechar alianças. “Mas o maior adversário do Ciro é ele mesmo”, ironiza, referindo-se à língua solta do pedetista.

Para o presidente do Ibope, o desempenho de Geraldo Alckmin ainda é um enigma. “Há um cansaço brutal com o PSDB. O caso do Aécio Neves foi quase um tiro de misericórdia”, afirma. “O Alckmin tem currículo. A dúvida é saber o que vai prevalecer: o desgaste da velha política ou o que ele fez em São Paulo”.

Montenegro aposta que o PT lançará Jaques Wagner, e não Fernando Haddad, mas duvida do potencial de transferência de votos do ex-presidente Lula. Em 2010, ele também declarou que o petista não elegeria um poste. Quebrou a cara com a vitória de Dilma Rousseff. “O PT pegou no meu pé, e com razão”, reconhece, oito anos depois. “Mas o Lula preso é diferente do Lula daquela época”, observa.

12:31 · 15.12.2014 / atualizado às 12:31 · 15.12.2014 por

Por Yohanna Pinheiro

A Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA), programa que visa constatar os níveis de alfabetização e letramento em Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental das escolas públicas, foi apontada pela deputada Rachel Marques (PT) como medida que possibilitará o avanço na qualidade do ensino no País. A parlamentar destacou  que os indicadores a serem produzidos detalharão o nível dos alunos e do ensino das escolas, de maneira a possibilitar o direcionamento de políticas públicas mais eficazes.
Destacando que a ANA teve como precursor o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), implantado pioneiramente pelo Governo do Ceará, Rachel ressaltou que a avaliação é uma pesquisa censitária, isto é, que avalia o nível de todos os estudantes da rede pública que estão na série pesquisada. “Como todos são avaliados, os indicadores mostram as condições de oferta de ensino e, consequentemente, apontaram caminhos para que o ensino tenha mais qualidade”, ponderou a parlamentar.
Além dos testes de proficiência dos alunos nas duas disciplinas, a deputada destacou que a ANA, que foi instituída em 2012, traz ainda dois indicadores importantes por apresentarem dados contextuais que informam sobre as condições do trabalho escolar: o Indicador de Nível Socioeconômico e o de Formação Docente das escola. “(O objetivo é) para que possamos ver onde está a deficiência e fazer avançar a qualidade do ensino no País”, pontuou.
De acordo com Rachel, o Indicador de Nível Socioeconômico é calculado a partir da escolaridade dos pais, da posse de bens e da contratação de serviços pela família dos estudantes. Dessa maneira, a parlamentar explicou que o índice possibilita, de modo geral, situar o público atendido pela escola em um estrato ou nível social, apontando o padrão de vida referente a cada um.
Já em relação ao índice referente à formação dos professores das escolas, a deputada apontou que o estudo avaliará a instrução dos professores de Língua Portuguesa e Matemática, de forma a destacar o nível e a capacidade daqueles que lecionam o 3º ano do ensino fundamental. “Será verificado se possuem licenciatura em Língua Portuguesa ou Matemática, ou bacharelado, como também se possuem cursos de complementação pedagógica”, explicou.
Outro índice destacado pela parlamentar é o perfil de escolas similares, que busca sintetizar o resultado de um grupo escolas com características semelhantes, que pertencem à mesma microrregião geográfica e à mesma localização (urbana e rural) e que possuem semelhante nível socioeconômico. A ideia é que o perfil sirva de referência para a análise de seus resultados.
Na visão de Rachel, a ANA será importante no processo de alfabetização nas escolas públicas brasileiras, uma vez que fornecerá dados que poderão nortear as práticas pedagógicas dos educadores. “Essa avaliação vai apontar indicadores que vão contribuir para acompanhar e monitorar esse processo de alfabetização nas escolas públicas”, disse, apontando que os dados, “permitem aprofundar e avançar cada vez mais para o sucesso e a qualidade do ensino”.

11:48 · 02.11.2014 / atualizado às 11:48 · 02.11.2014 por

Está na Folha de S. Paulo deste domingo, a seguinte informação:

Balanço

PT debaterá resultado das eleições

O Diretório Nacional do PT vai se reunir em Fortaleza nos dias 28 e 29 de novembro para fazer um balanço das eleições de outubro, discutir as prioridades do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff e a política de alianças em 2016.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs