Busca

Categoria: Bailarina


12:25 · 26.10.2017 / atualizado às 12:25 · 26.10.2017 por

O deputado Sergio Aguiar (PDT) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa, hoje,  para rebater as acusações, contidas no Memorial apresentado pelo deputado Heitor Ferrer (PSB) a ministros do Supremo Tribunal Federal, com irregularidades de conselheiros do extinto Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Matéria do Diário do Nordeste, veiculada ontem, mostra que Heitor, autor da emenda constitucional que extinguiu o TCM, entregou o documento no Supremo Tribunal Federal (STF), na última semana e ontem, quando constava na pauta de julgamento do Supremo a Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a extinção do TCM.

Sergio Aguiar, filho do conselheiro do órgão extinto, Francisco Aguiar, afirmou que ele ou sua família nunca se beneficiaram da função do pai, na hora de julgar suas contas. E defendeu que os julgamentos no Tribunal de processos que estavam prestes a prescrever, ocorreram graças a lei aprovada pela própria Assembleia.

“O deputado Tin Gomes foi propositor de uma proposta de emenda que trouxe o instituto da prescrição das contas de gestores municipais e estaduais com mais de cinco anos. Naquela votação, me abstive, justamente, para que não pudesse impedir qualquer fato dessa natureza”.

Aguiar criticou o comportamento de Heitor ao dizer que ele, “no afã de querer agradar alguém, não sei a quem”,  passar para a opinião pública uma situação diferente . “Ele faz uma coisa de manhã e à noite se veste de bailarina em outros campos”.