Busca

Categoria: Balanço da Prefeitura


21:05 · 31.01.2013 / atualizado às 21:05 · 31.01.2013 por

O prefeito Roberto Cláudio, amanhã, na Câmara Municipal de Fortaleza, ao ler a sua mensagem na abertura da atual Legislatura que vai até 31 de dezembro de 2016, não entrará em detalhes sobre a herança que recebeu dos oito anos de administração da ex-prefeita Luizianne Lins (PT), mas designou três secretários municipais: Eudoro Santana, Philipe Theophilo e Jurandir Gurgel, responsáveis pelo Planejamento, Administração e Finanças, para concederem entrevistas coletivas e responderem a todas as perguntas sobre o acervo recebido no dia 1º de janeiro deste ano. As entrevistas serão na própria Câmara Municipal.

Está confirmado que a a gestão da ex-prefeita Luizianne Lins deixou uma dívida empenhada e não empenhada de R$ 375 milhões, sem contar com a falta de recursos para as obras inacabadas, como os Cucas e algumas praças, dentre elas a antiga 31 de Março, na Praia do Futuro.

O levantamento feito pela atual gestão municipal constatou que a Prefeitura tinha, até dezembro passado, uma folha com 59 mil servidores, sendo 28 mil do quadro ou estatutário, e 31 mil de terceirizados e outros. O que mais chamou a atenção da equipe do prefeito Roberto Cláudio foi o fato de a Etufor ter um quadro de apenas 136 servidores no fim do Governo Juraci  Magalhães e, em dezembro passado, após oito anos  de Luizianne Lins, registrar um quadro com 1.360 trabalhadores, sem que houvesse aumentado as suas atribuições legais.

Além disso o que também está preocupando ao prefeito Roberto Cláudio é a total desorganização administrativa, que lhe tem impossibilitado conhecer todos os detalhes da Prefeitura, tanto que, os números já comprovados ainda não são definitivos, pois podem sofrer aumento, principalmente nas contas a pagar.