Busca

Categoria: Camilo fora


22:53 · 14.06.2015 / atualizado às 22:53 · 14.06.2015 por
Governador Camilo Santana foi diversas vezes a Brasília nesse ano em busca de recursos. FOTO: DIVULGAÇÃO/FACEBOOK
Governador Camilo Santana foi diversas vezes a Brasília nesse ano em busca de recursos. FOTO: DIVULGAÇÃO/FACEBOOK

O governador Camilo Santana vai a Brasília nesta segunda-feira (15), onde terá encontro com o ministro da Saúde, Artur Chioro, visando solicitar mais recursos para a área que passa por dificuldades no Ceará. Nas últimas semanas, o chefe do Poder Executivo no Estado foi diversas vezes ao Distrito Federal em busca de dinheiro para enfrentamento dos problemas ocasionados pela seca, assim como para minorar a situação pela qual passa a Saúde.

No fim de maio, Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, tiveram uma audiência com o ministro da Saúde, onde foram solicitar maiores repasses para a média e alta complexidade. No início daquele mês, o então secretário de Saúde, Carlile Lavor, pediu exoneração do cargo, pois, segundo informou mais tarde, não estava conseguindo apresentar suas ideias para a área.

A situação da Saúde, conforme vem mostrando o Diário do Nordeste desde o início do ano, ainda é crítica, com filas de pessoas para serem atendidas, assim como falta de medicação e estrutura das unidades. Uma série de audiências já foi realizada na comissão de Seguridade e Saúde da Assembleia Legislativa, buscando entender tal situação, e os diretores dos hospitais criticaram, algumas vezes, a falta de repasses de recursos por parte da Prefeitura de Fortaleza.

O deputado Heitor Férrer (PDT), por outro lado,chegou a propor a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades no Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), responsável por algumas UPAs e dois hospitais no Estado. O pedido de CPI ainda não foi protocolado, pois o pedetista não conseguiu o número mínimo de assinaturas para tramitação do requerimento.

09:11 · 18.02.2015 / atualizado às 09:11 · 18.02.2015 por
Secretario de Cidades, Ivo Gomes, deve assumir os trabalhos dos órgãos. FOTO: JOSE LEOMAR
Secretario de Cidades, Ivo Gomes, deve assumir os trabalhos dos órgãos. FOTO: JOSE LEOMAR

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Ceará, e o Metrô de Fortaleza (Metrofor) deixarão de ser administrados pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) do Governo do Estado, e passarão a ser geridos pela Secretaria de Cidades, atualmente comandada pelo deputado licenciado Ivo Gomes. Essa será uma das mudanças da Reforma Administrativa do Poder Executivo que será lida no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa provavelmente amanhã.

O Governo do Estado, em comum acordo com o Legislativo, decidiu que a proposta só deve ser anunciada para os parlamentares da Casa após o Carnaval, que se deu até ontem, terça-feira. O projeto vem sendo aguardado por todos os deputados, uma vez que entre as mudanças está a criação e extinção de pastas.
A Secretaria de Grandes Eventos, tão questionada quando de sua criação no ano passado,deve ser extinta por Camilo Santana, o que deve gerar um embate forte entre os deputados que foram contrários à sua criação, principalmente, aqueles de oposição. Outras pastas devem ser criadas, como a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Relações Institucionais, Secretaria de Pesca, Aquicultura e Agricultura Irrigada, Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade e a Secretaria de Política sobre Drogas.
Esta última será dirigida pela atual deputada Mirian Sobreira (PROS), que deve se licenciar para dar espaço para a petista Rachel Marques, que em entrevista ao Diário do Nordeste, disse que está na expectativa da convocação. Logo que seja empossada na vaga deixada por Sobreira, Marques deve ser anunciada como o segundo apoio para o líder Evandro Leitão (PDT), na vice-liderança do Governo, ao lado de Júlio César Filho (PTN).
A criação de novas secretarias também deve ser outro ponto discutido pelos opositores, que vão questionar o fato de o chefe do Poder Executivo ter anunciando cortes de gastos estar criando pastas, que devem gerar despesas. Os deputados terão um bom tempo para se debruçarem sobre a proposta, e debaterem sobre o tema.

10:09 · 11.06.2012 / atualizado às 10:09 · 11.06.2012 por

O deputado estadual Camilo Santana (PT), embora sempre fosse citado como um dos nomes do PT que o PSB aceitaria como candidato a prefeito de Fortaleza,  não foi relacionado dentre os possíveis candidatos na pesquisa que o PSB contratou e foi publicada no início do mês de maio. Esse fato mudou o entendimento de políticos tanto do PT quanto do próprio PSB e fora deles. O argumento é o de que, se realmente houvesse interesse no Governo de que ele fosse candidato o seu nome teria sido colocado para a consulta popular, até para fortalecê-lo mais junto ao seu partido.

A nova pesquisa a ser feita pelo Ibope para o PSB, também não constará o nome dele, embora possa apresentar o nome do deputado estadual Nelson Martins (PT)