Busca

Categoria: Caravana


10:29 · 27.08.2017 / atualizado às 10:29 · 27.08.2017 por

       

Segundo o presidente do PT no Ceará, Francisco De Assis Diniz, o governador Camilo Santana recepcionará o ex-presidente Lula Foto: Lucas de Menezes

O ex-presidente Lula (PT), pré-candidato à disputa pelo Palácio do Planalto na eleição do ano que vem, chega ao Ceará no início desta semana. De acordo com o sindicalista De Assis Diniz, presidente estadual do partido, o presidenciável chega ao Estado no dia 29, pelo município de Quixeré, vindo do Rio Grande do Norte. A expectativa é de que ele seja recebido pelo governador Camilo Santana (PT). De lá, Lula segue para Morada Nova e, na sequência, para Quixadá. Nas duas cidades, ele participa de manifestações.

O ex-presidente segue, no dia 30, para o Crato, onde, de acordo com De Assis, deve ser agraciado com a medalha Bárbara de Alencar e o título de cidadão da cidade, além de receber o título de doutor honoris causa pela Universidade Regional do Cariri (Urca). O presidente deve partir depois para o Piauí.

Segundo o dirigente do partido, a expectativa é de que a caravana tenha “mais a cara dos movimentos sociais do que da política tradicional”. Ele afirma que o ex-presidente deve ter encontros com representantes de diversos movimentos sociais, de mulheres e de juventude, além do movimento negro. De Assis declara que a vinda do presidente servirá como forma de animar a militância petista. “Lula está muito convencido do papel que ele tem”, declara. Segundo o dirigente petista, o papel do ex-presidente seria o de liderar a “resistência ao golpe”, que é como ele classifica o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a consequente ascensão de Michel Temer (PMDB) ao cargo.

Avaliação semelhante faz o líder da bancada do PT na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), Guilherme Sampaio, que já anunciou que deverá acompanhar a passagem de Lula pelo Ceará. Para ele, a função da vida do presidente também é de “mobilizar a militância”, mas não só “a militância filiada ao Partido dos Trabalhadores”. De acordo com o vereador, a caravana também anima os “movimentos sociais, do povo do sertão, da serra e das praias do Ceará”.

Assim como De Assis, ele também avalia que cabe ao ex-presidente “construir uma resistência política capaz de barrar esse golpe em curso”. Para Sampaio, Lula também aproveita a caravana para construir sua nova candidatura ao Planalto. “Também é um momento de escuta”, declara.

O petista compara a viagem de agora com as Caravanas da Cidadania, uma série de viagens que Lula entre 1993 e 1996. De acordo com Sampaio, “a única coisa que não mudou é o compromisso de Lula com o povo”. Ele afirma que, naquele momento, a democracia brasileira passava por um processo de consolidação, recém-saída de mais de 20 anos de ditadura militar. Agora, o sistema democrático encontraria-se sob ataque. “Trata-se de uma conjuntura de desmonte do Estado brasileiro”, declara, citando como exemplos os anúncios de privatizações feitas pelo governo federal, bem como cortes entre os beneficiários do Bolsa Família.

A caravana realizada pelo ex-presidente Lula iniciou-se na quinta-feira, 17, pela Bahia. Além do Rio Grande do Norte, o petista já visitou Sergipe e Alagoas, onde dividiu palanque com o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB).

09:13 · 27.12.2014 / atualizado às 09:13 · 27.12.2014 por

Cid Gomes viaja para Brasília imediatamente após a transmissão do cargo de governador para Camilo Santana, no início da tarde da próxima quinta-feira. Ele vai com o presidente da Assembleia, deputado José Albuquerquie e o prefeito Roberto Cláudio de carona com o próprio Camilo. A fila dos cumprimentos ao novo governador no Palácio da Abolição terá que ser controlado para não atrasar a viagem em razão do horário de verão que estabelece uma diferença de uma hora entre o horário de Brasília e o do Ceará.

Além do governador, presidente da Assembleia, prefeito de Fortaleza, vários outros políticos estão acertando as viagens  para participarem da posse de Cid Gomes no Ministério da Educação. O presidente eleito da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, inclusive acertou com os demais vereadores para cancelar a solenidade de sua posse que ocorreria no fim da tarde do dia 1º de janeiro, para também ir a Brasília naquele dia.

Deputados estaduais, secretários que trabalharam com Cid no Governo do Estado e algumas outras lideranças políticos se articulam para conseguirem fretar uma aeronave. Alguns empresários cearenses também vão a Brasília.