Edison Silva

Categoria: Caravana


14:45 · 02.03.2018 / atualizado às 14:46 · 02.03.2018 por

Sem ter encontrado, ainda, um partido que dê musculatura para uma eventual candidatura sua ao Governo do Estado, o deputado Capitão Wagner (PR) foi à tribuna, hoje, reclamar que “terra, água e ar” se unem contra ele. Ele fez referência à tentativa frustrada dele de articular, diretamente com lideranças nacionais do DEM, em Brasília, possível ida para a legenda que, no Estado, pertence à base de apoio do governador Camilo Santana (PT).

Fazendo críticas à atuação do Ministério Público Eleitoral no Ceará, o deputado questionou a legalidade da caravana do pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), pela Região do Cariri, iniciada ontem. “Campanha claramente antecipada, com vários integrantes de órgãos públicos. Quero saber se o Ministério Público consultou se cada passagem e hospedagem não foi paga com dinheiro público”, questionou.

Alegando perseguição política, Capitão Wagner concluiu o pronunciamento dizendo que “se depender de mim, vai ter disputa e vai ser árdua”.

10:29 · 27.08.2017 / atualizado às 10:29 · 27.08.2017 por

       

Segundo o presidente do PT no Ceará, Francisco De Assis Diniz, o governador Camilo Santana recepcionará o ex-presidente Lula Foto: Lucas de Menezes

O ex-presidente Lula (PT), pré-candidato à disputa pelo Palácio do Planalto na eleição do ano que vem, chega ao Ceará no início desta semana. De acordo com o sindicalista De Assis Diniz, presidente estadual do partido, o presidenciável chega ao Estado no dia 29, pelo município de Quixeré, vindo do Rio Grande do Norte. A expectativa é de que ele seja recebido pelo governador Camilo Santana (PT). De lá, Lula segue para Morada Nova e, na sequência, para Quixadá. Nas duas cidades, ele participa de manifestações.

O ex-presidente segue, no dia 30, para o Crato, onde, de acordo com De Assis, deve ser agraciado com a medalha Bárbara de Alencar e o título de cidadão da cidade, além de receber o título de doutor honoris causa pela Universidade Regional do Cariri (Urca). O presidente deve partir depois para o Piauí.

Segundo o dirigente do partido, a expectativa é de que a caravana tenha “mais a cara dos movimentos sociais do que da política tradicional”. Ele afirma que o ex-presidente deve ter encontros com representantes de diversos movimentos sociais, de mulheres e de juventude, além do movimento negro. De Assis declara que a vinda do presidente servirá como forma de animar a militância petista. “Lula está muito convencido do papel que ele tem”, declara. Segundo o dirigente petista, o papel do ex-presidente seria o de liderar a “resistência ao golpe”, que é como ele classifica o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e a consequente ascensão de Michel Temer (PMDB) ao cargo.

Avaliação semelhante faz o líder da bancada do PT na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), Guilherme Sampaio, que já anunciou que deverá acompanhar a passagem de Lula pelo Ceará. Para ele, a função da vida do presidente também é de “mobilizar a militância”, mas não só “a militância filiada ao Partido dos Trabalhadores”. De acordo com o vereador, a caravana também anima os “movimentos sociais, do povo do sertão, da serra e das praias do Ceará”.

Assim como De Assis, ele também avalia que cabe ao ex-presidente “construir uma resistência política capaz de barrar esse golpe em curso”. Para Sampaio, Lula também aproveita a caravana para construir sua nova candidatura ao Planalto. “Também é um momento de escuta”, declara.

O petista compara a viagem de agora com as Caravanas da Cidadania, uma série de viagens que Lula entre 1993 e 1996. De acordo com Sampaio, “a única coisa que não mudou é o compromisso de Lula com o povo”. Ele afirma que, naquele momento, a democracia brasileira passava por um processo de consolidação, recém-saída de mais de 20 anos de ditadura militar. Agora, o sistema democrático encontraria-se sob ataque. “Trata-se de uma conjuntura de desmonte do Estado brasileiro”, declara, citando como exemplos os anúncios de privatizações feitas pelo governo federal, bem como cortes entre os beneficiários do Bolsa Família.

A caravana realizada pelo ex-presidente Lula iniciou-se na quinta-feira, 17, pela Bahia. Além do Rio Grande do Norte, o petista já visitou Sergipe e Alagoas, onde dividiu palanque com o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB).

09:13 · 27.12.2014 / atualizado às 09:13 · 27.12.2014 por

Cid Gomes viaja para Brasília imediatamente após a transmissão do cargo de governador para Camilo Santana, no início da tarde da próxima quinta-feira. Ele vai com o presidente da Assembleia, deputado José Albuquerquie e o prefeito Roberto Cláudio de carona com o próprio Camilo. A fila dos cumprimentos ao novo governador no Palácio da Abolição terá que ser controlado para não atrasar a viagem em razão do horário de verão que estabelece uma diferença de uma hora entre o horário de Brasília e o do Ceará.

Além do governador, presidente da Assembleia, prefeito de Fortaleza, vários outros políticos estão acertando as viagens  para participarem da posse de Cid Gomes no Ministério da Educação. O presidente eleito da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, inclusive acertou com os demais vereadores para cancelar a solenidade de sua posse que ocorreria no fim da tarde do dia 1º de janeiro, para também ir a Brasília naquele dia.

Deputados estaduais, secretários que trabalharam com Cid no Governo do Estado e algumas outras lideranças políticos se articulam para conseguirem fretar uma aeronave. Alguns empresários cearenses também vão a Brasília.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs