Busca

Categoria: Cargos


12:25 · 27.11.2014 / atualizado às 12:26 · 27.11.2014 por

Está no site da revista Veja, nesta quinta-feira, matéria sobre a composição do ministério do Governo da presidente Dilma Rousseff, no seu segundo mandato, relatando a pressão do PMDB por mais espaços no ministério e cita, dentre os interessados em posições no Governo, o senador cearense Eunício Oliveira, derrotado na disputa pelo Governo do Estado do Ceará, neste ano.

No corpo da matéria da revista está dito que o ” PMDB, principal aliado do Palácio do Planalto, já apresentou sua fatura: quer comandar seis ministérios a partir de 2015, um a mais do que a cota atual. Três candidatos do partido derrotados nas urnas pressionam por cargos: os senadores Eduardo Braga (AM) e Eunício Oliveira (CE) e o atual presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (RN). Os três parlamentares são considerados homens-fortes do Planalto no Congresso Nacional: Eduardo Braga é líder do governo no Senado e o senador Eunício Oliveira ocupa o posto de líder do PMDB – ambos mantêm diálogo com a presidente sobre a votação de matérias prioritárias. Já Henrique Alves saiu das eleições magoado com o ex-presidente Lula, que apoiou seu adversário no segundo turno”.

19:16 · 18.09.2013 / atualizado às 19:16 · 18.09.2013 por
José Guimarães é líder do PT na Câmara Federal (Foto: Arquivo/ Diário do Nordeste)
José Guimarães é líder do PT na Câmara Federal (Foto: Arquivo/ Diário do Nordeste)

O líder do PT na Câmara Federal, deputado cearense José Guimarães, afirmou ao Diário do Nordeste, no início da noite desta quarta-feira (18), que caberá somente ao governador Cid Gomes (PSB) decidir se o Partido dos Trabalhadores continua ou não com os dois cargos que tem atualmente no Governo do Estado. “Os cargos sempre estão à disposição”, disse o petista.

A declaração foi em resposta ao comentário do líder do PSB na Câmara, deputado Beto Albuquerque (RS), defendendo que o PT  também deveria devolver os cargos que possui nos governos estaduais do PSB.  “Se o PT nos cobrou a devolução dos cargos nacionais, esperamos que eles sejam coerentes e devolvam também os cargos que têm nos governos do PSB”, disse Albuquerque.

Petista lamenta entrega de cargos

Guimarães também lamentou a decisão do PSB de desembarcar do Governo Dilma Rousseff “de uma hora para outra”. O petista afirmou que, apesar da entrega dos cargos, espera contar com o apoio do PSB durante as votações de projetos do Governo Federal no Congresso. O parlamentar disse ainda que vai continuar trabalhando para manter a aliança PT/PSB no Ceará.

“Do que me toca, vamos continuar trabalhando para manter aliança no Estado, para manter o palaque da presidente Dilma,  que a prioridade número 1 da nossa tática eleitoral”, declarou o líder do PT na Câmara. Diferentemente do grupo ligado à atual presidente do PT, a ex-prefeita Luizianne Lins, Guimarães comanda uma das alas petistas mais ligadas a Cid Gomes.

Procurada pela reportagem, Luizianne Lins  informou, por meio da assessoria, que não iria comentar o assunto. Disse apenas que vai aguardar decisão oficial do PT em relação à entrega ou não de cargos no Governo do Estado. Atualmente, o PT participa do Governo Cid na Secretaria do Desenvolvimento Agrário, com Nelson Martins, e da Educação, com Izolda Cela.

 

 

17:04 · 10.03.2013 / atualizado às 17:04 · 10.03.2013 por
Após derrota nas eleições, Elmano  e Luizianne buscam cargos a nível federal (Foto: Rodrigo Carvalho)
Após derrota nas eleições, Elmano e Luizianne buscam cargos a nível federal (Foto: Rodrigo Carvalho)

A ex-prefeita Luizianne Lins afirmou que vai se reunir, na próxima semana, em São Paulo, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o presidente nacional do PT, Rui Falcão. Segundo a petista, um dos ítens  da pauta do encontro será a discussão de um possível cargo a nível federal que ela poderá assumir nos próximos meses.

Luizianne Lins explicou que, até o momento, estão sendo cogitadas duas possibilidades. A primeira seria assumir como coordenadora dos prefeitos eleitos pela Secretaria Nacional de Assuntos Institucionais (SNAI) do PT. Já a segunda seria de assumir um cargo no Governo Federal. Ela não especificou, no entanto, para qual órgão ou pasta pode vir a ser nomeada.

A ex-prefeita afirmou ainda que, caso realmente assuma um cargo a nível federal, isso não a impossibilitará de continuar como professora efetiva do Curso de Comunicação Social da UFC, para onde ela volta a partir do próximo mês de abril. Luizianne está afastada das salas de aula da Universidade desde que assumiu como deputada estadual, em 2002.

Elmano também negocia cargo
Quem também está pleiteando cargo a nível nacional é o ex-secretário de Educação do Município e ex-candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza nas últimas eleições, Elmano de Freitas. Em entrevista ao Diário do Nordeste durante a reunião do diretório estadual do PT no sábado, ele disse que há duas possibilidades, evitando, no entanto, dizê-las, alegando que podem “causar reações”.

O petista adiantou apenas que deixou claro ao PT que quer assumir um cargo, desde que continue em Fortaleza, para poder “exercer a tarefa de construção partidária”, para fortalecer o partido para as eleições de 2014. O ex-secretário de Educação informou ainda que a decisão deve ser tomada até a próxima terça-feira, 19 de fevereiro.

09:41 · 25.02.2013 / atualizado às 09:41 · 25.02.2013 por

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, desde a última semana voltou a receber, isoladamente, os vereadores da Capital. Irrequietos, vez por outra um ou outro tenta falar sobre cargos na Prefeitura, principalmente aqueles que eram ligados à ex-prefeita Luizianne Lins, consequentemente com muitos cargos. O prefeito diz que não trata desse assunto e manda que procurem a pessoa encarregada das nomeações, que tem ordem expressa de examinar os currículos para dar prioridade a técnicos. Os vereadores não gostam dessa conversa. Alguns, no entanto, mesmo insatisfeitos com a nova política, chegam mesmo a admitir que houve uma farra de distribuição de empregos na administração passada. Um deles chegou a dizer para o prefeito, referindo-se a Catanho, o responsável pelas nomeações no Governo de Luizianne “é doutor, ele carregou mesmo na caneta”.

Um dos últimos vereadores a ser recebido por Roberto Cláudio, na última quinta-feira, foi Carlos Mesquita (PMDB).