Busca

Categoria: Comentários


11:33 · 08.01.2013 / atualizado às 11:33 · 08.01.2013 por

Email antoniopneto@
 Isso é a conta de um município. Agora multiplique pela totalidade de municípios do Brasil e veja o resultado dos impostos pagos pelo povo jogados no lixo. Nós elegemos vereadores para votar matérias contra o povo e a favor de si mesmo. O custo da maquina administrativa é cada vez maior. Os brasileiros pagam atualmente 35% do PIB em impostos. No governo militar mal falado pelos politícos atuais se pagava apenas 25%, ou seja 10% a menos. Para onde vai esses recursos. Enquanto as grandes corporações fazem fusões para diminuir os custos, o Brasil divide municípios pobres para aumentar a maquina administrativa e agravar as despesas. Deviamos pensar num Estado Unitario. A nossa federação é uma ficção. Se a economia der um soluço e o crescimento começar a ser negativo, tudo explode. A minha previsão é que o Brasil depois das Olimpíadas deve quebrar pelos excessos de gastos públicos e comprometimento das receitas sem contrapartida da arrecadação de impostos que já se encontra acima dos limites. Na Grécia foi assim. Já tivemos o primeiro sinal, com o fechamento irregular do superavit primario. O resto é aguardar e rezar.

andocoelhoferreira@
Cidade Fortaleza Ceará
Mais de cento e vinte e cinco milhões de reais dos nossos impostos jogados fora.Esse é o gasto com o legislativo municipal.Em contra partida,temos escolas caindo pela falta de manutenção,hospitais sem atendimentos adequados pela falta de profissionais,equipamentos e medicamentos,ruas esburacadas,e um sem números de desmandos.Eu diretamente não me sinto culpado,pois nunca votei para vereador.Nunca vi nada que me levasse a sair de casa para ajudar a eleger um vereador.Com certeza teriamos mais dinheiro para ser usado pela população em serviços,se não existisse vereadores.
Código Colunista 0

10:10 · 04.01.2013 / atualizado às 10:10 · 04.01.2013 por

 

karlinhamra@ mandou o seguinte comentário sobre a discussão em torno dos números apresentados por aliados da ex-prefeita Luizianne Lins e os apresentados por pessoas ligadas ao atual prefeito, Roberto Cláudio.

“A situação orçamentária e financeira, com base nos números apresentados, é excepcionalmente favorável a qualquer início de gestão. Aparentemente, as manifestações, aqui e ali, divulgadas por secretários do atual prefeito, de que a situação fiscal de Fortaleza era crítica ou desequilibrada, não tem fundamento algum, a julgar pelos números anunciados pelo ex-secretário Cialdini. Seria ótimo que o exemplo oferecido pelo ex-secretário Cialdini fosse repetido daqui para frente, porque é uma forma transparente e democrática de se colocar à disposição para o debate público, no ambiente da Câmara Municipal. A base do prefeito eleito deu uma péssima demonstração democrática, porque seria da sua obrigação questionar o ex-secretário Cialdini, inclusive para questionar a consistência dos dados”.

11:04 · 29.10.2012 / atualizado às 11:04 · 29.10.2012 por

A caixa de mensagens da Editoria de Política do Diário do Nordeste, sobretudo no curso da última campanha eleitoral, registrou uma grande quantidade de correspondências diariamente. Mas de ontem para hoje superou tudo. Dentre as inúmeras mensagens, pinçamentos umas poucas para compartilharmos com os leitores do blog.

Marcio Godinho
Felizmente venceu o bom senso. Se algo não está bom na política, o povo é soberano e decide se continua ou substitui. Se todas estas acusações ao longo dos oito anos fossem convertidas em trabalho para a população de Fortaleza, estou certo de que Luizianne teria cumprido sua meta. Todavia, parece que é mais fácil denegrir a imagem dos outros para desviar a atenção das massas, ou pior, administrar o povo dando-lhe pão e circo! Que Roberto Claudio finalmente possa dar a Fortaleza a condição que esta merecia ter tido há 8 anos, quando Luizianne, que parecia ser promissora, botou à perder sua própria carreira política ao vender facilidades para alguns e deixar ir embora vários ótimos projetos, à começar pelo estaleiro “perdido” para Pernambuco, por influência do Lula.
Cesar
c3fernandes@
O cara não tem a minima competencia de ser politico, passa toda a campanha só falando em Lula, o Lula é o cara sim, mas o cara foi embora e quem ficou foi a Loira Lins que em 8 anos de governo não cumpriu 10% do que prometeu e agora vem dizer que os Ferreira Gomes ganharam a politica de forma incorreta, o que que é isso, tão limpa que foi a campanha do PT não fizeram nada de errado todos inocentes igualmente ao caso do mensalão. #ELMANO VAI PRA CASA.
adriana
janainablack@
NÃO DONA LUIZIANNE,NÃO COLOQUE A CULPA NOS GOMES,SEU PROBLEMA É BEM CLARO “O POVO”, A POPULAÇÃO É QUE NÃO QUER MAIS E RESOLVEU MUDAR. NEM A SENHORA NEM O LULA TA MAIS COM ESSA BOLA TODA.O POVO DE FORTALEZA NAO É ALIENADO PRA CONTINUAR NA MESMICE. SE CONFORME E FAÇA SEU LIVRO, ASSIM VC ESQUECE A DERROTA. ABRAÇOS

10:25 · 31.08.2012 / atualizado às 10:25 · 31.08.2012 por

Do leitor Alberto Lima, comentando matéria do Diário do Nordeste sobre a troca de insultos entre vereadores, na discussão relacionada à instalação ou não de uma CPI para apurar as denúncias de uso político do Programa Bolsa Família:

“Lamentável! não apenas a cena grotesca que a as TVs nos mostraram e que nos envergonha, mas, principalmente, a tolerância, e porque não dizer, o protecionismo do legislativo ao ilícito, sobretudo quando praticado por um “colega” de casa. Esquecendo-se tais senhores que, a Câmara Municipal, saibam, é a casa do POVO, não deles! Ora, o próprio DN, não de hoje, vem estampando em suas páginas escândalos e mais escândalos envolvendo o nome de um certo vereador e sua esposa, tanto no programa Bolsa Família como em outros ilícitos. Não para minha surpresa, estamos falando do candidato a vereador melhor avaliado nas pesquisas de intenção de voto para o próximo pleito. (E aqui, se me permitem, abro espaço para gargalhar, uma vez que indignar-se, já não basta!). Querem fazer CPI na busca por holofotes… que seja! embora todos saibamos como elas terminam, mas pelo menos serviria para expor um pouco mais essa pouca vergonha na mídia. Mas é mesmo na atuação firme do Ministério Público e da Polícia federal que reside nossas esperanças… Resumindo, o que todos queremos e exigimos até, é que seja tudo devida e seriamente apurado, e mais, que os responsáveis sejam, exemplarmente, punidos. Será que é pedir muito?”