Edison Silva

Categoria: Condenações


11:36 · 14.11.2013 / atualizado às 11:36 · 14.11.2013 por

Ontem, uma das Câmaras do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, decretou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, para garantir provável prejuízo à Prefeitura daquele Município, segundo denúncia em apuração feita pelo Ministério Público estadual.

Hoje, a assessoria do Ministério Público cearense manda nota dando conta da condenação do ex-prefeito de Iguatu, Agenor Neto.  Segundo a nota, o “juiz da 1ª Vara da comarca de Iguatu, Josué de Sousa Lima Júnior, condenou, nesta quarta-feira (13), o ex-prefeito Agenor Gomes de Araújo Neto por ato de improbidade administrativa. Agenor Neto é acusado de ter contratado irregularmente 1.840 servidores temporários, sem concurso público, durante os seus dois mandatos no período de 2004 a 2012″.

Segundo ainda a nota encaminhadas às redações, sobre a condenação do ex-prefeito Agenor Neto,  a “sentença suspendeu os direitos políticos do ex-prefeito pelo prazo de quatro anos e proibiu-o de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais pelo prazo de três anos. O magistrado também impôs o pagamento de uma multa civil de dez vezes o valor do último subsídio auferido por Agenor Neto quando da condição de prefeito”.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs