Busca

Categoria: Condenações


11:36 · 14.11.2013 / atualizado às 11:36 · 14.11.2013 por

Ontem, uma das Câmaras do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, decretou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, para garantir provável prejuízo à Prefeitura daquele Município, segundo denúncia em apuração feita pelo Ministério Público estadual.

Hoje, a assessoria do Ministério Público cearense manda nota dando conta da condenação do ex-prefeito de Iguatu, Agenor Neto.  Segundo a nota, o “juiz da 1ª Vara da comarca de Iguatu, Josué de Sousa Lima Júnior, condenou, nesta quarta-feira (13), o ex-prefeito Agenor Gomes de Araújo Neto por ato de improbidade administrativa. Agenor Neto é acusado de ter contratado irregularmente 1.840 servidores temporários, sem concurso público, durante os seus dois mandatos no período de 2004 a 2012″.

Segundo ainda a nota encaminhadas às redações, sobre a condenação do ex-prefeito Agenor Neto,  a “sentença suspendeu os direitos políticos do ex-prefeito pelo prazo de quatro anos e proibiu-o de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais pelo prazo de três anos. O magistrado também impôs o pagamento de uma multa civil de dez vezes o valor do último subsídio auferido por Agenor Neto quando da condição de prefeito”.