Busca

Categoria: Creches


16:28 · 11.01.2013 / atualizado às 18:47 · 11.01.2013 por

Foi demorado e proveitoso, segundo a assessoria do prefeito Roberto Cláudio, o encontro dele com o ministro Aluízio Mercadante, nesta manhã, em Brasília, juntamente com o secretário de Educação do Município de Fortaleza, Ivo Gomes, e a secretaria de Educação do Estado, Izolda Cela. A presença da secretaria foi uma demonstração de efetividade da parceria entre Estado e Município de Fortaleza, no desenvolvimento de um projeto conjunto de Educação.

O ministro Aluízio Mercadante garantiu todo o apoio ao projeto da Prefeitura, a partir da construção de 80 creches que haviam sido destinadas para a Prefeitura de Fortaleza e a administração passada não utilizou. O secretário Ivo Gomes garantiu que a Prefeitura tem os terrenos para as construções e o prefeito Roberto Cláudio garantiu todo o apoio necessário às construções e o funcionamento das creches.

07:53 · 12.12.2012 / atualizado às 07:53 · 12.12.2012 por

Já está fazendo parte do cotidiano da Câmara Municipal de Fortaleza a ida de trabalhadores ligados à Prefeitura Municipal para reclamarem do atraso de salários e benefícios. Na manhã de ontem, funcionários de creches conveniadas com a atual gestão compareceram à sessão ordinária, para reivindicarem o pagamento de seus salários, que segundo eles, estavam em atraso há mais de três meses. Mesmo aguardando o líder do Governo, Ronivaldo Maia (PT), e o presidente da comissão de Educação, Guilherme Sampaio (PT), durante toda a manhã, os educadores só obtiveram êxito em seus intentos, depois do encerramento dos trabalhos legislativos, pois os parlamentares só chegaram à Casa quando a sessão já havia terminado.
A vereadora Eliana Gomes, presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, disse que as creches sempre foram colocadas como prioridade pela atual gestão e que portanto, não poderia ficar em segundo plano agora, no fim do Governo Luizianne Lins. Ela disse ainda que espera que o secretário de Educação, Elmano de Freitas, resolva o problema. “As 34 creches conveniadas podem fechar porque os profissionais podem ficar sem seus salários e isso é inaceitável. Espero contar com a sensibilidade do líder da prefeita, Ronivaldo e do presidente da comissão de educação, |Guilherme”, reclamou em plenário.
O vereador João Alfredo (PSOL), além de citar a dificuldade para as creches conveniadas estarem funcionando, lembrou que entidades de Diretos Humanos ligadas à proteção da criança e do adolescente também não estão recebendo repasses da Prefeitura. O socialista criticou também a falta de repasse para terceirizados do Instituto de Desenvolvimento e Gestão em Saúde (IDGS), que estavam realizando paralisação no Instituto Doutro José Frota (IJF).
“Parece que a administração está sem cabeça, acéfala”, criticou o parlamentar, afirmando ainda que o que existe na atual gestão da prefeita Luizianne Lins não é corrupção, mas má gestão e incompetência. O líder da prefeita, Ronivaldo Maia (PT), disse que muitos factoides estão sendo criados, mas afirmou que alguns ajustes eram necessários ser feitos, mas que isso iria ser resolvido sem maiores alardes caso o PT saísse vitorioso nessas eleições, o que não aconteceu.
“Nós não queremos ser irresponsáveis e deixar pendências para o próximo prefeito. O atual governo, depois das eleições, se voltou em um movimento para dentro, para a transição. Tem pendências da Saúde e não podemos empurrar com a barriga. Estamos fazendo, sim os ajustes e a prefeita está fazendo muito, porque ela é republicano”, ressaltou Ronivaldo Maia, garantindo que o Governo não deixará dívidas para Roberto Cláudio.