Edison Silva

Categoria: Custo


12:14 · 06.05.2018 / atualizado às 12:14 · 06.05.2018 por

Ex-deputado, estadual e federal, ainda muito enfronhado na política local, acredita que as eleições deste ano para deputado federal, principalmente, terão um custo muito mais elevado que a de 2014, apesar de a Legislação Eleitoral ter definido um teto de R$ 2,5 milhões para uma eleição de deputado federal. Segundo aquele político, não custará menos de R$ 10 milhões um mandato federal. A proibição de financiamento privado não vai baratear a campanha.

Segundo a alegação para apontar tão volumoso montante de recursos para uma eleição de deputado federal, evidente que sem o apoio financeiro de prefeituras, se dará por conta do entendimento do eleitorado de que todo político rouba e que todos estão ricos. Por isso o eleitor vai pedir mais para votar.

Outro fato motivador do encarecimento da campanha é a grande quantidade de partidos existentes que acabaram com as tradicionais chefias políticas no Interior, onde o candidato negociava os votos com apenas uma liderança. Hoje, os políticos têm que negociar no varejo e nem sempre recebe os votos comprados, pois os eleitores estão mais independentes.

O Caixa Dois vai ser, então, muito maior que em todas as outras campanhas.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs