Busca

Categoria: Defesa de Camilo


11:39 · 28.05.2017 / atualizado às 11:47 · 28.05.2017 por

Inicialmente o encontro de Camilo Santana era com apenas uns poucos deputados de sua base de sustentação na Assembleia, segunda-feira passada, após a entrevista dada por Cid Gomes, sobre a citação de seu nome (Cid) feita por um dos donos da JBS.  Mas como a convocação do encontro de Camilo com um determinado grupo de aliados, a convocação se estendeu a todos.

Eles se reuniram no Palácio da Abolição. Após Camilo ouvir as respostas à sua indagação sobre como Cid teria se saído na entrevista, eles começaram a discutir as estratégias de atuação da bancada para a semana. E os deputados fizeram quase tudo do que havia sido acertado.

Fizeram discursos em defesa de Cid e do Governo, obstruíram sessão para evitar discursos de oposicionistas, enfim fizeram o que “nunca antes” tinham feito em defesa do Governo.

Na terça-feira, quando os governistas obstruíram a continuidade da sessão, após a fala do líder do Governo, Evandro Leitão, o autor do pedido de verificação de presenças, deputado João Jaime, dizia: “o dono da bola quando está perdendo o jogo tira a bola de campo e encerra a partida”.

A expectativa agora é como a bancada se portará nesta semana.

09:19 · 26.05.2016 / atualizado às 09:43 · 27.05.2016 por

Por Suzane Saldanha

Diante da crise penitenciária registrada na Capital e Região Metropolitana, especialmente com as rebeliões simultâneas nos presídios que deixaram pelo menos 18 mortos no último fim de semana, o vereador Acrísio Sena (PT) subiu à tribuna da Câmara Municipal, ontem, para defender a condução do governador Camilo Santana (PT) na área de segurança pública. Segundo apontou, apesar dos casos, o chefe do Executivo Estadual tem avançado com o diálogo e movimentos sólidos na área.

Sena relatou que o governo estadual apresentou propostas benéficas para os policiais militares, civis e para os agentes penitenciários. Ele afirmou ainda não ser possível concordar com críticas que estão sendo feitas ao governador por serem injustas já que são apenas dois anos de governo.

“A imprensa tem dedicado suas páginas ao problema de segurança no Estado e queria entrar nesse debate que não é de natureza fácil, o estado do Ceará enfrenta dificuldades e os problemas de segurança não são novos”, argumentou.

O parlamentar destacou que, logo no início da gestão, o governador buscou resgatar a auto estima da Polícia Militar realizando promoções, restabelecendo o comando, discutindo a hierarquia da categoria, além de fornecer condições para os policiais desenvolverem o trabalho.

Acrísio apontou que o mesmo ocorreu com a Polícia Civil e relatou a proposta que tramita na Assembleia Legislativa do Estado criando o abono especial por reforço operacional, a ser concedido aos integrantes da carreira de segurança penitenciária. Pela proposta, o bônus será creditado ao agente que de forma voluntária participar de serviço para o qual seja designado.

De acordo com Acrísio Sena, não falta diálogo nesta gestão e isso foi observado por ele no quase um ano que ficou como assessor especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais.

O vereador relatou ter conversado com o secretário de Planejamento, Hugo Santana, que o informou estar em fase de conclusão o projeto que trata do reajuste salarial dos policiais militares de acordo com a média do Nordeste. “Já está em fase de conclusão, tudo isso na política do Ceará Pacífico que não entende a segurança apenas a ter mais policial na rua”, disse.

O vereador ainda afirmou não entender as críticas feitas ao Governo por parte da oposição que pode estar seguindo a linha do quanto pior melhor. Para ele, uma mobilização que está feita para paralisação da Polícia Militar tem o intuito de incendiar a segurança no Estado.
Acrísio também questionou qual seria o intuito e onde o deputado estadual Capitão Wagner (PR) deseja chegar ao apoiar o movimento mesmo com os casos nos presídios registrados no último fim de semana.

“O episódio que aconteceu no fim de semana foi lamentável e a oposição dizer que é por falta de diálogo e habilidade? O que mais me estranha é hoje eu ver uma mobilização da Associação dos Profissionais de Segurança puxando para paralisar a Polícia Militar do Estado”, ressaltou.