Busca

Categoria: Depoimento


17:53 · 25.06.2018 / atualizado às 17:53 · 25.06.2018 por

Por Márcio Dornelles

O deputado estadual Roberto Mesquita (PROS) foi o terceiro parlamentar cearense a depor no Ministério Público Eleitoral, por declarações feitas na Assembleia Legislativa, dando conta de possíveis crimes cometidos por pré-candidatos e suas estruturas. Os esclarecimentos foram dados nesta segunda-feira (25), ao procurador regional eleitoral Anastácio Tahim Junior, na sede do Ministério Público Federal.

Durante cerca de uma hora, Mesquita repetiu o discurso feito por outros deputados também interrogados por Tahim, como Manoel Santana (PT) e Fernando Hugo (PP). “Foi bastante proveitosa (a reunião). Eu vi que o Ministério Público Eleitoral quer fazer com que o pleito transcorra de forma justa, onde todos tenham a oportunidade de concorrer em igualdade de condição”, disse.

Roberto Mesquita acrescentou que o órgão está atento às “estruturas que estão usando o peso econômico, seja oficial ou privado, para beneficiar candidaturas”. Uma das práticas mais comuns é exatamente a compra de votos relatada pelos parlamentares na tribuna da Assembleia Legislativa do Ceará e pela imprensa.

08:25 · 18.04.2018 / atualizado às 08:25 · 18.04.2018 por

Por  Renato Sousa

O titular da Secretaria Executiva Regional (SER) I, Gilberto Bastos, declarou que sua pasta conseguiu eliminar em torno de 90 pontos de lixo na sua área de responsabilidade, representando 40% dos 230 que existiam na área no ano passado. A declaração foi dada ontem, 17, em prestação de contas à Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor). “Fizemos isso com requalificação, iluminação, capeamento, em parceria com vários outros órgãos da Prefeitura ligado a essa parte de limpeza”, declara. O auxiliar do prefeito Roberto Cláudio (PDT) destaca ainda que a meta para este ano é eliminar mais 54 pontos.

O secretário também destaca os esforços da pasta para mudar o comportamento da população em relação ao descarte de resíduos sólidos. Um exemplo apontado desse esforço é o programa Senhora Faxina, que envolve cerca de três mil idosos que participam do programa Saúde Bombeiros Sociedade, realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Ceará. De acordo com ele, até julho, o projeto deverá chegar a todas as SERs da cidade, alcançando 14 mil idosos. “Temos que mudar o comportamento também dentro de casa, que é o maior foco do mosquito Aedes Aegypti”, explica.

As iniciativas foram alvo de elogios por parte do presidente da Casa, Salmito Filho (PDT). De acordo com o trabalhista, essa mudança de mentalidade é a mais importante. “Todos nós que moramos na cidade de Fortaleza produzimos lixo. Portanto, precisamos saber dar a destinação correta a esses resíduos”, declara. Para ele, o simples descarte esperando que o poder público recolha o material é uma lógica “completamente ultrapassada, equivocada, que onera em muito o poder público”. Essa política é apontada pelo trabalhista como um “enxugamento de gelo”, com o Executivo ampliando cada vez mais a quantidade de veículos para fazer a coleta sem conseguir resolver o problema.

Outra iniciativa do Executivo na Capital, em parceria com o Banco Palmas, também é destacado pelo titular da CMFor. Pelo projeto E-Carroceiro, os carroceiros – que antes, em muitos casos, despejavam resíduos nos canteiros centrais, empurrando o problema para a coleta pública – passaram a ser remunerados através do banco comunitário do Conjunto Palmeiras pelo lixo descartado no ecoponto da área, podendo sacar o valor ou convertê-lo em crédito em estabelecimento no bairro. “Ganha o meio ambiente, a comunidade, a Prefeitura e o carroceiro”, declara o parlamentar. Apenas nos primeiros três meses do ano, de acordo com Salmito, já teriam sido recolhidas cerca de 150 toneladas de lixo.

Roberto Cláudio já havia apontado em 2017 a limpeza urbana como das prioridades de sua administração. “Nós, enquanto líderes desta cidade, enquanto pessoas que devem estar à frente de seu tempo, temos que liderar esse esforço”, declarou em discurso na CMFor. De acordo com ele, em 2015, Fortaleza era a cidade que coletava a maior quantidade de lixo per capita no País. O trabalhista disse que a cidade desembolsava mais de R$200 milhões para sustentar a coleta desse material.

12:11 · 25.03.2018 / atualizado às 12:11 · 25.03.2018 por

Numa longa entrevista ao jornal O Globo, deste domingo, a atriz Patrícia Pilar diz que vota em Ciro Gomes (PDT) para presidente da República, diz que ao longo dos 17 anos que conviveram como marido e mulher, ele nunca teve gesto machista. Ela comentou o episódio da eleição presidencial de 2002, quando Ciro respondeu a uma pergunta sobre o papel dela, afirmando  era dormir com ele. Ela justificou a resposta dele.