Edison Silva

Categoria: Desautorizado


10:00 · 04.01.2015 / atualizado às 10:00 · 04.01.2015 por

A nota de responsabilidade do Ministério do Planejamento, publicada no último sábado, confirmando que a fórmula de definição dos valores do salário mínimo nos próximos anos será a mesmo vigente atualmente, não só desautoriza o próprio ministro Nelson Barbosa, empossado na última quinta-feira, como mostra a falta de sintonia entre a presidente Dilma Rousseff e um dos principais auxiliares do seu Governo.

Na sexta-feira, após a transmissão de cargo em que Nelson Barbosa, de fato, passou a comandar o Planejamento do Governo Central, ele declarou, em entrevista coletiva, que o Governo mandaria ao Congresso Nacional um projeto de lei fixando novas normas para o estabelecimento dos valores do salário mínimo. A presidente, segundo o noticiário, já no gozo de mais um período de férias, na Bahia, ao tomar conhecimento da afirmação do ministro ordenou que ele dissesse à Nação, no sábado, que não haveria a mudança por ele próprio anunciada. Ele cumpriu a ordem com a publicação da nota.

O fato é lamentável. Negativo para o Governo e pior ainda para o ministro que, no mínimo, por respeito próprio, deveria ter entregue o cargo ao ser desautorizado a falar pelas responsabilidades de sua Pasta. Ficar ministro, sem autoridade  e sem sintonia com o projeto da presidente, como demonstraram a declaração de sexta-feira e a nota de sábado, prejudica a todos.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs