Edison Silva

Categoria: Desistencia


11:37 · 18.08.2018 / atualizado às 11:37 · 18.08.2018 por
Deputado estadual Roberto Mesquita não explicou as razões para a desistência. Imagem: DivulgaCand/TSE

Consta no sistema DivulgaCand, gerido pelo Tribunal Superior Eleitoral, a desistência da candidatura à reeleição do deputado estadual Roberto Mesquita, recentemente filiado ao PROS. A informação ficou disponível no fim da tarde desta sexta-feira (17).

A renúncia foi antecipada no último dia 10 de agosto pelo Diário do Nordeste. As razões para a decisão não foram explicadas pelo parlamentar, que deverá transferir alguns colégios eleitorais no Interior para outros candidatos, a exemplo de Pentecoste e Apuiarés para a candidata a deputada estadual, Érika Amorim, esposa do prefeito de Caucaia, Naumi Amorim.

O TSE alerta que “caso o eleitor digite o número de um candidato inapto, o voto será nulo”. É o caso de Mesquita, a partir da renúncia ao pleito. Além dele, o Ceará também contabiliza a renúncia da candidata a deputada federal pelo PMN, Mariana Macedo.

09:57 · 14.08.2018 / atualizado às 09:57 · 14.08.2018 por

 

O deputado federal Macedão, do PP cearense, está incluído na relação dos que não disputarão a reeleição neste ano. Em seu lugar está sendo apontada a sua mulher Polyanna

O deputado federal cearense conhecido como Macedão (José Maria Macedo Junior), filiado ao PP, segundo levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), não será candidato à reeleição. Em seu lugar disputará uma vaga na Câmara dos Deputados, sua mulher Polyanna Luzia Barbosa de Moura Macedo, registra a coluna política do jornal Estado de S. Paulo desta terça-feira.

O PP cearense, segundo a ata da convenção do partido, realizada no último dia 5 de agosto, apresentou uma relação de cinco nomes para a disputa federal, incluindo o próprio Macedão e sua mulher Polyanna.

Oficialmente, no Ceará, o deputado ainda não confirmou a sua desistência, embora antes da convenção o comentário é que ele poderia indicar um filho como candidato a federal, ou até mesmo para disputar vaga na Assembleia Legislativa. Macedão foi um das surpresas da última eleição.

Leia as notas da coluna política do Estadão desta terça-feira:

Um levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) já identificou que parte dos políticos que desistiram de disputar a reeleição para a Câmara e o Senado em outubro registrou seus parentes para substituí-los nas urnas. “A renovação vai se dar pela entrada de parentes, celebridades, evangélicos ou policiais linha-dura”, diz o presidente do Diap, órgão que há décadas acompanha a movimentação no Congresso, Antonio Augusto de Queiroz. Segundo ele, o eleitor que apostar na renovação de fato sairá frustrado.

» A massa. O levantamento do Diap identificou que 10% dos deputados não vão disputar a reeleição. Parte dará lugar aos parentes, outra vai concorrer a novo cargo e há os que desistiram.

» Grande família. No Rio Grande do Norte, dois deputados federais abriram mão de tentar a reeleição: Felipe Maia (DEM) dará lugar ao pai, o senador Agripino Maia (DEM). Zenaide Maia (PHS) apoiará o irmão para a Câmara e vai concorrer ao Senado.

» Tudo em casa. No Ceará, o deputado federal Macedão (PP) desistiu da reeleição e vai apoiar a mulher, Poliana Macedão.

14:38 · 10.08.2018 / atualizado às 14:38 · 10.08.2018 por

 

Deputado Roberto Mesquita (PROS) desistiu de disputar um novo mandato no Legislativo estadual. A decisão dele foi confirmada hoje
Foto: Paulo Rocha

O deputado estadual Roberto Mesquita, recentemente filiado ao PROS, um dos principais adversários do governador Camilo Santana (PT),  desistiu de disputar um novo mandato de deputado estadual. Ele não explicou as razões de sua decisão, mas já acertou transferir alguns dos seus colégios eleitorais, no Interior, para outros candidatos.

Dois desses colégios já teriam sido acertados com o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, para melhorar a situação eleitoral de sua mulher, candidata a deputado estadual, Érika Amorim.  São os colégios de Pentecostes e Apuiarés.

Há dias o deputado não participa das sessões ordinárias da Assembleia, onde é assíduo na tribuna, sempre com pronunciamentos críticos ao Governo do Estado.  Ele durante um certo tempo foi ligado ao conselheiro do TCE, em disponibilidade, Domingos Filho, quando este era oposição ao Governo Camilo Santana.

Roberto Mesquita, antes de ser eleito deputado estadual, foi vereador de Fortaleza.

10:26 · 23.07.2016 / atualizado às 10:27 · 23.07.2016 por

Por Miguel Martins

 

O deputado Ely Aguiar já teria acertado a coligação do PSDC com o prefeito Roberto Cláudio. Quando ele esteve com o governador tratou disso
O deputado Ely Aguiar já teria acertado a coligação do PSDC com o prefeito Roberto Cláudio. Quando ele esteve com o governador tratou disso

O deputado estadual Ely Aguiar (PSDC) está, praticamente, definido em apoiar a candidatura à reeleição do prefeito Roberto Cláudio. O PSDC, segundo disse Aguiar, tem como alternativa se aliar ao PV e PSC para tentar fazer o maior número de vereadores para a Câmara Municipal de Fortaleza, ou lançar candidatura própria e apoiar um outro nome no segundo turno. O problema, de acordo com o parlamentar, é que ao se coligar com as outras siglas, terá que apoiar a candidatura de Roberto Cláudio, uma vez que tanto PV quanto PSC fazem parte da base de apoio ao prefeito.
O deputado afirmou que na próxima quinta-feira deve se reunir com os pré-candidatos a vereador pelo PSDC para decidir os rumos do partido em relação à disputa na Capital. “Vou dizer a eles que se a gente se coligar com os dois partidos a minha candidatura fica inviável, porque os dois partidos querem apoiar o Roberto Cláudio. Em contrapartida, a união dessas três legendas viabilizaria pelo menos a eleição de quatro vereadores”, explicou.
Ele salientou ainda que indo para a disputa terá apenas 15 segundos de tempo de Rádio e Televisão para fazer a propaganda eleitoral, podendo, em sua análise, fazer dois ou três vereadores com poucos votos. Aguiar esteve reunido com o presidente da sigla, José Maria Eymael, e após a reunião, conforme disse, o partido deu “carta branca” para que o parlamentar fosse para a disputa.
“Se os vereadores quiserem chapa pura, sem coligar com ninguém e com candidatura própria, terei que escolher no meio dos vereadores um nome para ser o vice, de preferência mulher. O Eymael diz que eu tenho potencial, e que virá a Fortaleza para me ajudar. Ele garante material e recursos para a propaganda”, disse ele, ressaltando, porém, que os recursos para uma possível campanha terão que ser divididos com outras postulações, como a de São Paulo onde o PSDC terá candidatura própria.
De acordo com o parlamentar, nada foi fechado com o prefeito Roberto Cláudio. No entanto, recentemente, Aguiar esteve com o governador Camilo Santana que pediu para que ele apoiasse o atual prefeito.

11:14 · 03.06.2012 / atualizado às 11:29 · 03.06.2012 por

 

O vereador Guilherme Sampaio deve anunciar, logo no início das discussoes do encontro petista, sua saída da disputa interna do partido. De acordo com ele, na semana que passou, em conversa com membros do Partido dos Trabalhadores, ficou decidido que o seu nome não agrega apoio dentro da agremiacão, e que por isso, irá apoiar o nome do pré-candidato Elmano de Freitas.

Assim como a maioria dos petistas, o parlamentar defende a manutencão da alianca entre PT, PMDB e demais partidos, devido o projeto nacional que elegeu e reelegeu Lula e que elegeu, em 2010, a presidente Dilma Rousseff. “O governador Cid defende a alianca e isso tem um peso muito grande para nós. Reconhecemos que a alianca nos trouxe ate aqui. Muitas aguas ainda irão rolar, só que dessa vez com o nome petista escolhido”, afirmou Guilherme Sampaio.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs