Busca

Categoria: Despedidas


09:02 · 11.07.2016 / atualizado às 09:02 · 11.07.2016 por

Por Suzane Saldanha

 

Vereadora Toinha Rocha, embora o seu mandato só termine em janeiro do próximo ano, ontem ela fez uma prestação de contas FOTO: Fabiane de Paula
Vereadora Toinha Rocha, embora o seu mandato só termine em janeiro do próximo ano, ontem ela fez uma prestação de contas FOTO: Fabiane de Paula

Apontando a aproximação do fim do mandato como vereadora da Capital Toinha Rocha (Rede), que não vai concorrer à reeleição, subiu à tribuna da Câmara Municipal, na última semana, para fazer uma prestação de contas da sua atuação em três anos e meio de mandato. Ela destacou a luta pelo direito das mulheres, o público LGBT, das crianças e adolescentes, negros e negras, e moradores da periferia.
“Faltando menos de seis meses para terminar esta missão, são três anos e meio de atuação parlamentar, agora como titular em vista que na Legislatura passada assumimos por oito meses. Ações que tinham e têm objetivo de movimentar a cidade, conquistar políticas públicas e desenvolver a sociedade”, ressaltou.
Toinha ressaltou que o seu mandato também tem se pautado no esforço pela promoção do desenvolvimento social e para a construção de uma política de mobilidade que contemple.
Ela salientou ter dado entrada nos últimos três anos em 648 requerimentos, 28 projetos de Indicação, 34 de Lei Ordinária, 8 de Resolução, dois de Lei Complementar, dois de Emenda à Lei Orgânica e 809 ofícios.
Relatando o alto índice de violência contra a mulher no país, a parlamentar apontou a defesa pelo direito das mulheres, a denúncia do machismo e da violência doméstica. “São registrados mais de 170 relatos de agressão por dia, cinco espancamentos, ao final do meu pronunciamento teremos dez brasileiras vítimas de violência física. Isso sem falar do estupro, a cada 11 uma mulher é estuprada. Coloquei o mandato a busca de uma sociedade sem descriminação e opressão física e psicológica entre homens e mulheres”, relatou.
Segundo ela, pauta importante o seu mandato foi a defesa de novas creches na cidade e o acesso ao emprego. “São de autoria do nosso mandato projetos que acentuam dignidade, emprego, acesso à saúde pública, medidas para o parto humanizado”, disse.
Outra temática debatida por Toinha foi a de políticas públicas para crianças e adolescentes da Capital. Ela criou uma Frente Parlamentar para otimizar medidas municipais na área e se posicionou de forma contrária a redução da maioridade penal. “A solução é criar ações afirmativas, perceber a necessidade das políticas públicas”, disse.
Segundo ela, a manutenção dos Conselhos Tutelares e o trabalho voltado para as crianças que sofrem de alergia alimentar também foram ações do seu mandato. “Só acredito em políticas públicas como forma de mudar nossa realidade”, afirmou.
Outra pauta de atuação da vereadora foram as políticas em defesa da diversidade sexual e do fomento à cultura. Ela salientou ter conseguido aprovar proposta para instituir a parada pela diversidade sexual em Messejana no calendário oficial de Fortaleza.
A vereadora também lembrou da defesa de políticas voltadas para proteção animal.

12:06 · 22.12.2014 / atualizado às 12:06 · 22.12.2014 por

O governador Cid Gomes fala no plenário da Assembleia, a partir das 10 horas de amanhã, provavelmente o última de sessão da atual legislatura. Uma mensagem do Governo prevista para chegar hoje à Assembleia, indicando o nome de Artur Silva Filho para ser dirigente da Arce, a Agência Reguladora do Estado, pode fazer com que não seja hoje a última sessão do ano.

Cid acertou a sua ida ao Legislativa com o presidente da Casa, deputado José Albuquerque. No jantar que ele ofereceu aos deputados não houve oportunidade para um discurso de agradecimento, e também ele achou importante falar a todos no plenário da Casa.

Camilo Santana também havia programado ir à Assembleia, como aqui haviamos informado, mas foi aconselhado a cancelar a visita em razão da inquietação dos deputados com a falta de informação sobre a composição do novo secretariado estadual, do qual alguns estão querendo participar.

18:29 · 17.12.2014 / atualizado às 18:32 · 17.12.2014 por

O governador Cid Gomes recebe esta noite, na residência oficial, os deputados estaduais cearenses que, como ele, estão encerrando o mandato iníciado em 2011. Cid, ontem, não foi à confraternização dos deputados. Ele passou o dia em Brasília onde conversou com o ministro da Justiça sobre questões da área da Segurança e de presídios. Cid dirá aos deputados que vai morar pelo menos dois anos nos Estados Unidos e de que, até o presente momento, não conversou com a presidente Dilma Rousseff, sobre ministério para ele ou qualquer pessoa do seu grupo político. 

No dia 31 de dezembro termina o mandato de Cid Gomes. O segundo consecutivo. Cid foi eleito pela primeira vez em outubro de 2006.  Durante os aoito anos ele manteve uma relação amistosa com o Poder Legislativo. Hoje, embora o ambiente seja de confraternização, é esperado  um pronunciamento de agradecimento de Cid, tendo em vista que até o último dia do seu Governo ele não terá mais oportunidade de estar com todos os parlamentares.

09:19 · 02.12.2014 / atualizado às 09:19 · 02.12.2014 por

Camilo Santana (PT), governador eleito do Ceará, não precisa renunciar ao mandato de deputado estadual para assumir a chefia do Executivo cearense, dia 1º de janeiro próximo. No entanto, há uma certa expectativa quanto a um pronunciamento seu, no Legislativo, até o último dia desta sessão legislativa, em 19 de dezembro vindouro, não apenas como um gesto de atenção ao Poder que ele ainda integra, como pela oportunidade de, agora sim, com o conhecimento mais aprofundado da realidade da máquina pública, dizer como iniciará o Governo e do apoio que espera ter daquela Casa.

Camilo tem participado de praticamente todas as reuniões do grupo de transição com o atual secretariado e outros auxiliares das diversas instâncias do Governo Cid Gomes. Não tem ainda todo o diagnóstico, mas já conseguiu reunir números e detalhes dos projetos nos quatro principais pontos da gestão estadual: erário, educação, segurança e saúde. Paralelo, acompanha a discussão do Plano de Governo, cuja etapa principal, antes de sua publicação, acontece de hoje até o dia 4, quinta-feira, um seminário onde serão discutidas as prioridades dos projetos em que se transformaram as promessas de campanha.

O governador, como acontece a todo início de Governo, precisará muito do Legislativo, posto ter necessidade de aprovar suas primeiras proposições. Evidente que a nova composição da Assembleia será bem diferente da atual, em razão da renovação imposta pelo pleito deste ano, mas a influência dos reeleitos e a necessidade de mostrar, na prática, sua consideração aos deputados, reclama, sim, um pronunciamento de despedida, embora tenha sido muito efêmera sua passagem pela Casa, em razão do fato de ter sido chamado para o secretariado do atual gestor, ao longo de praticamente todo o mandato.

Coincidentemente, o último dia de sessão ordinária desta legislatura vai acontecer no dia 19, a mesma data definida pelo Tribunal Regional Eleitoral para diplomar os eleitos de outubro passado, última etapa da Justiça Eleitoral antes da posse dos eleitos. Embora os mandatos dos deputados só se encerrem no último dia do mês de janeiro, Camilo Santana já no dia 1º de janeiro terá que comparecer ao plenário da Assembleia para ser empossado, após prestar o juramento legal.

10:17 · 26.12.2012 / atualizado às 10:17 · 26.12.2012 por

Depois de 26 anos como deputado estadual, Moésio Loiola faz, neste momento, no plenário da Assembleia Legislativa cearense, seu discurso de despedidas. Ele vai assumir, a partir do dia 1º de janeiro de 2013, a Prefeitura do Município de Campos Sales. Ele é o deputado com o maior número de mandatos até hoje.

14:57 · 11.12.2012 / atualizado às 14:54 · 12.12.2012 por

Ficou definido que os trabalhos do Legislativo estadual serão encerrados no próximo dia 20. Pelo Regimento Interno, poderia acontecer sessão até o dia 21, sexta-feira, mas em razão das votações que acontecerão até quinta-feira, limpando a pauta da Casa, ficou acertado que na quinta-feira o presidente  fará um balanço das suas atividades no período em que foi presidente da Casa, dois anos e oficialmente se despede dos colegas, embora a renúncia ao mandato de deputado e de presidente do Poder só ocorra no dia 31 de dezembro, véspera de assumir o mandato de prefeito de Fortaleza, por um período de quatro anos.

Naquele mesmo dia 20, Roberto Cláudio fará o jantar de confraternização com os deputados e no dia seguinte ele participa de um jantar com os jornalistas. Roberto Cláudio vai passar o Natal com a família, fora de Fortaleza.