Busca

Categoria: Desvios


09:36 · 25.11.2014 / atualizado às 09:38 · 25.11.2014 por

 O mesmo problema que levou o vereador de Fortaleza Aonde É, ser preso e afastado da Câmara Municipal, por decisão da Justiça, está sendo investigado na Assembleia Legislativa de São Paulo. O vereador Aonde É é acusado de cobrar de assessores seus, na Câmara, parte do dinheiro que é pago mensalmente da chamada Verba de Desempenho Parlamentar, a conhecida VDP.

O jornal Folha de S.Paulo, desta terça-feira, publica a seguinte matéria:

“Assembleia de São Paulo

Promotoria investiga se deputados desviavam salários de funcionários

DE SÃO PAULO – O Ministério Público Estadual instaurou na última semana inquérito civil para apurar denúncia de esquema de cobrança de dinheiro a funcionários da Assembleia Legislativa de São Paulo.

A investigação, que tramita em sigilo, é baseada no depoimento de uma testemunha que trabalhou na atual legislatura. Segundo ela, os funcionários eram obrigados a devolver uma parte de seus salários mensais.

O ex-servidor procurou o Ministério Público e relatou que os agentes de segurança da Assembleia entregavam, em dinheiro, parte de seus vencimentos para Alessandra Crusco, então do Departamento de Serviços Gerais. Alessandra repassava as quantias para o funcionário comissionado André Pinto Nogueira, disse a testemunha.

O caso foi revelado nesta segunda (24) pela Rádio Estadão. Em entrevista à emissora, a testemunha afirmou que Nogueira dizia que o repasse ia para os deputados Aldo Demarchi (DEM) e Edmir Chedid (DEM).

Os parlamentares negam ter conhecimento da prática. A Promotoria estuda pedir a quebra dos sigilos fiscal e bancário de Nogueira e Alessandra. Nenhum dos dois foi localizado.”