Edison Silva

Categoria: Diabetes


09:47 · 27.09.2017 / atualizado às 09:47 · 27.09.2017 por
Por Letícia Lima
Começaram a tramitar ontem (26) na Assembleia Legislativa cinco Projetos de Lei de deputados estaduais, sendo a maioria com o objetivo de dar nomes a equipamentos localizados nas suas bases eleitorais, em homenagem a lideranças dos municípios. Apenas uma das propostas, de autoria da deputada Mirian Sobreira (PDT), visa dar “prioridade” no atendimento à população com diabetes.
Dois projetos que deram entrada na Casa esta semana tratam de “batizar” equipamentos no Estado. Um deles é do deputado Agenor Neto (PMDB), que quer denominar a escola de ensino médio de Iguatu, sua cidade natal, de Gleuberton Passini Mendonça. Segundo o parlamentar descreve no projeto, “Betinho”, como é conhecido, foi secretário de infraestrutura em Iguatu durante 12 anos e “idealizou diversos projetos em todo o Estado”.
Ele cita a construção de “sistemas de abastecimento de água nas localidades de Mulungu, Currais Novos, Garrota I e II, Garnaubinha e Sítio Alto, no município de Quixelô”. Além de ter construído um “açude comunitário na localidade de Jiqui, no município de Quixelô, o complexo turístico do Trussu” e ter concluído a “unidade mista de saúde de Granjeiro, a escola profissionalizante no município de Várzea Alegre”. Tomaz Holanda justifica então que, “pelos esforços prestados aos serviços públicos do Estado”, o projeto deve ser aprovado pela Assembleia.
O teor é o mesmo de um dos projetos apresentados pela deputada Bethrose (PMB). No seu caso, ela pretende denominar de “Eduardo de Castro Pessoa de Lima” uma Areninha que deverá ser construída pelo Governo do Estado em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Bethrose é de São Gonçalo do Amarante, município próximo. A parlamentar, na justificativa do projeto, diz que Eduardo (ex-candidato a prefeito de Caucaia em 2016) faleceu neste mês em decorrência de um câncer e que “entende ser das mais justas a homenagem” por seus “relevantes serviços que prestou ao longo de sua vida pública”.
Também ontem, outro Projeto de Lei da deputada começou a tramitar, dessa vez pedindo a inclusão da regata da Praia da Lagoinha no Calendário Oficial de Eventos do Estado que, segundo ela, vai abrir a possibilidade de “receber incentivos oficiais, consolidando ainda mais esse importante evento turístico e cultural daquela região”.
Já a proposta do deputado Tomaz Holanda (PPS) é conceder o título de cidadão cearense a Apollo Scherer Albuquerque, natural do município de Tapes, no Rio Grande do Sul. Tomaz justifica que Apollo se destacou em várias funções em empresas e órgãos do Estado, entre elas a ex-presidência do SECOVI (Sindicato das Imobiliárias e Condomínios).
Por outro lado, a deputada Mirian Sobreira (PDT) é autora de um projeto que pretende conceder prioridade no atendimento aos usuários portadores de diabetes, nos casos da realização de exames médicos em jejum total. No escopo da matéria, ela apresenta dados do Ministério da Saúde que apontam que 7,5% da população de Fortaleza sofre da doença. Segundo a parlamentar, o projeto visa permitir uma maior agilidade e conforto aos pacientes.
“É importante compreender a importância de dar o cuidado necessário ao paciente com diabetes, visto que na maioria das vezes realizam exames com maior frequência por ocasião das consultas e pelo controle da doença”, justifica.
Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs