Edison Silva

Categoria: Direção do PP


08:46 · 06.06.2016 / atualizado às 08:46 · 06.06.2016 por

Por Miguel Martins

 

Deputado federal Macedo do PP é um dos que estão tratando de unir o partido no Ceará, após a revolta contra Adail C arneiro
Deputado federal Macedo do PP é um dos que estão tratando de unir o partido no Ceará, após a revolta contra Adail C arneiro

Após discussão e até judicialização para saber quem comandava o Partido Progressista (PP) no Ceará, a sigla está procurando unidade, e na próxima segunda-feira todas as lideranças do grêmio devem se reunir para garantir o consenso em torno da aliança com o governador Camilo Santana. A informação é do deputado federal Macedo, que esteve, ontem, reunido com o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), tratando sobre os detalhes de unificação da legenda em todo o Estado.
Em consequência da votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff na Câmara, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), chegou a destituir a atual direção do partido no Ceará e passou o comando do diretório regional da sigla ao deputado federal Adail Carneiro, que votou favorável ao impedimento da petista. O voto do parlamentar surpreendeu governistas e até opositores, pois, Carneiro havia se comprometido em votar contra o impedimento da petista.
Logo após receber o comando do partido, o deputado recebeu duras críticas de parlamentares do PP na Assembleia, que diziam não se sentir representados por ele. No entanto, em maio passado a Justiça estadual devolveu para o ex-deputado federal Padre José Linhares e para o prefeito de Massapê, Antônio Albuquerque, o comando do grêmio no Ceará.
Para Macedo, tudo está tranquilo no partido. Na manhã de ontem, ele conversou com Zezinho Albuquerque acertando os detalhes para a reunião que acontecerá na segunda-feira com todas as lideranças do partido, que tem seis deputados na Assembleia Legislativa e dois deputados federais na Câmara. “Provavelmente, nesta reunião segunda-feira, vamos definir as metas do partido para, se manter junto com o Governo Camilo Santana, ficar na base de apoio para dar governabilidade a ele”, disse. Segundo o parlamentar, houve “um pequeno desgaste” na legenda, mas este já foi superado e toda a bancada está comprometida com o governador
“A situação no partido está a mais cômoda possível. O PP está unificado, e agora assumindo os espaços que foram criados no novo Governo Federal. A questão do impeachment está sendo trabalhada em processo que será votado no Senado”, disse ele ao explicar seu alinhamento com o Governo do presidente Michel Temer. Macedo votou contrário ao impedimento da presidente Dilma Rousseff na Câmara Federal, em abril passado.
“O partido entendeu meu voto de maneira normal, porque a questão do impeachment é muito difícil de criar um consenso. È um posicionamento pessoa, e eu sempre estive na base do Governo anterior, e seria interpretado de forma estranha se eu votasse a favor do impeachment”, explicou”.
Para Macedo a Câmara Federal está, aos poucos, voltando a sua normalidade, inclusive, aprovando matérias de importância para a sociedade. Dois problemas impediam que as votações tivessem prosseguimento: o não reconhecimento do presidente interino Valdir Maranhão (PP-MA) e a demora na escolha do líder do novo Governo na Casa. “A questão do presidente Valdir Maranhão está pacificada, houve deslize da parte dele, mas foi corrigido. A paralisação ocorreu porque houve demora para o novo Governo assumir e escolher um líder”.
Outro impasse que os deputados federais do Ceará estão enfrentando diz respeito à coordenação da Bancada Cearense, visto que o atual coordenador do grupo, José Airton Cirilo (PT), faz oposição ao Governo Temer, enquanto que metade do colegiado está divido entre governistas e opositores. Macedo defende a permanência do colega petista no comando dos trabalhos da Bancada, visto que Cirilo, em sua opinião, tem atuado de forma exemplar.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs