Edison Silva

Categoria: Empréstimo


18:40 · 18.09.2018 / atualizado às 18:40 · 18.09.2018 por

Por Renato Sousa

Os vereadores de  Fortaleza aprovaram, hoje, em primeiro turno, autorização para o prefeito Roberto Cláudio contratar empréstimo de R$150 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para a efetivação de obras de drenagem e saneamento básico nos bairros do Barroso, Canindezinho, Mondubim e nas comunidades Che Guevara e Unidos Venceremos.

A mensagem recebeu elogios mesmo de parlamentares da oposição. De acordo com Márcio Martins (sem partido), saneamento é uma preocupação de estadistas. “São investimentos que não estão visíveis aos olhos. Não é o famoso cimento, concreto”, declara o parlamentar. Para ele, a população espera que os parlamentares, sejam da base ou da oposição, saibam distinguir quais projetos são ou não de interesse da cidade.

Guilherme Sampaio (PT), por sua vez, destaca que o saneamento, atualmente, só chega a pouco mais de 60% da cidade. E isso, de acordo com ele, também precisa ser debatido. “Nossa cidade é encravada no semi-árido. Nós convivemos com a seca como regra em razão das nossas características geográficas. Portanto, o reuso da água é quase tão importante quanto o saneamento”, declara o vereador.

O líder do prefeito na Casa, Ésio Feitosa (PPL), apontou que a área é “estratégia e fundamental para a melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, alegando que isso tem reflexos na saúde e na qualidade de vida. Para o pepelista, a possibilidade da cidade contrair o empréstimo evidencia a saúde financeira da Capital. “Fortaleza tem conseguido suprir a falta de repasses do governo federal, a falta de repasses para a saúde, educação, saneamento, usando o crédito que tem em razão da gestão austera e responsável com os recursos públicos”, declara.

Esse é o segundo empréstimo aprovado pela CMFor apenas este mês. No dia 6, foi aprovado em segundo turno a contratação de outros R$35 milhões junto ao Banco do Brasil para a segunda etapa do corredor de ônibus ligando os bairros de Messejana e Centro. Os recursos serão utilizados nas obras do trecho do corredor da BR-116, em uma obra que se estenderá por dez km, indo da rotatória Manuel Dias Branco, na av. Aguanambi, ao viaduto da av. Jornalista Tomáz Coelho, em Messejana.

A Casa também aprovou ontem mensagem da Prefeitura propondo a abertura de vagas para dois cirurgiões-dentistas para o Instituto Dr. José Frota (IJF). De acordo com a apresentação da matéria, as contratações acontecem para preencher vagas de profissionais que se aposentaram.

23:13 · 22.10.2015 / atualizado às 23:13 · 22.10.2015 por

Depois de quase quinze horas de sessão, a Assembleia Legislativa cearense aprovou, agora há pouco, a mensagem do Governo do Estado pedindo autorização para contrair empréstimo externo no montante de 123 milhões de dólares, para aplicação em ações da secretaria de Saúde do Ceará.

Os poucos deputados de oposição utilizaram todos os  meios ofertados pelo processo legislativo para adiar o momento da votação. Foram apresentadas várias emendas e todas elas foram discutidas pelos mesmos parlamentares oposicionistas. A bancada governista, calada, esperava o tempo passar sob os olhares do secretário Nelson Martins, responsável pelos encaminhamentos dos pleitos dos deputados no Governo.

 

10:19 · 02.10.2013 / atualizado às 10:19 · 02.10.2013 por

Por Georgea Veras

Quatro mensagens do Poder Executivo começaram a tramitar ontem, na Câmara Municipal de Fortaleza. Duas delas já estão em regime de urgência, e tratam de instituir uma bolsa complementar para os monitores que atuarão no Programa Mais Educação e autoriza o Executivo a contratar financiamento para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I).
A Prefeitura pretende contratar operações de crédito, junto à Caixa Econômica Federal, no valor de até R$ 33, 9 milhões. É a contrapartida que caberá à Prefeitura para que Fortaleza participe como contratante para as obras do PAC. Segundo as mensagem, as intervenções irão se concentrar, principalmente, nas áreas de risco da cidade.
Estão previstas obras de urbanização, realocação de famílias e construção de unidades habitacionais de interesse social, melhorias habitacionais, regularização fundiária, saneamento básico, iluminação pública, drenagem, pavimentação, urbanização e recuperação do meio ambiente natural, para remanejamento das famílias localizadas nas áreas de risco sob intervenção.
O Executivo municipal argumenta que a lentidão das obras e a dificuldade de realocar as famílias, elevou consideravelmente o preço das obras, dessa forma, foi necessário um redimensionamento dos projetos e obras em andamento, resultando em aumento da contrapartida, por isso a necessidade da Prefeitura garantir um empréstimo.
Sobre a bolsa complementar para o Programa Mais Educação, o Governo explica que ela será destinada aos monitores voluntários que atuam nas áreas de acompanhamento pedagógico. O Mais Educação, segundo a Prefeitura, é um programa do Ministério Educação voltado para crianças, adolescentes e jovens, desenvolvido para melhorar a aprendizagem por meio da ampliação do tempo de permanência do estudante na escola, a partir da oferta de educação básica em tempo integral.
As outras duas matérias não tramitarão em urgência. Uma delas institui o programa de incentivo à exigência da nota fiscal de serviços eletrônica. Segundo a Prefeitura, o objetivo do projeto é estimular e educar os cidadãos sobre a importância socioeconômica dos tributos e o direito à exigência da nota fiscal de serviço. Na última matéria, o Governo pede a desafetação da área de praça, localizada no bairro Vicente Pinzon para a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS)

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs