Edison Silva

Categoria: Enquete


09:59 · 05.03.2017 / atualizado às 09:59 · 05.03.2017 por

O Boletim de Notícias do Tribunal de Justiça do Ceará, distribuído na quarta-feira de cinzas, destaca como uma de suas informações o resultado da enquete sobre ‘músicas do repertório’ carnavalesco, surpreendendo a alguns jurisdicionados, por certo, com o desejo de se manifestar sobre sua satisfação com os serviços prestados pelo Judiciário.

Leia a informação distribuída pela assessoria do Tribunal de Justiça do Ceará:

“O Carnaval acabou e em todo o Brasil muitos blocos de rua se reuniram para entoar marchinhas clássicas. Na última semana, a enquete do site do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) perguntou se os participantes concordavam com a retirada de algumas dessas músicas do repertório, por serem consideradas machistas e preconceituosas.

Foram 149 votantes, dos quais 70% (104) acreditam que a retirada das marchinhas é um exagero e as letras não são ofensivas. Já 21% (31) afirmaram que as músicas desrespeitosas não devem ser veiculadas. Outros 9% (14) não têm opinião sobre o assunto.

Alguns blocos de rua disseram que retirariam algumas músicas como “Maria Sapatão”, “Cabeleira do Zezé”, “Índio Quer Apito” e “O Teu Cabelo Não Nega” por ofenderem tanto o público LGBT quanto à população negra do país. Já outros blocos acreditam que as marchinhas são antigas, tradicionais e tinham um contexto na época e, portanto, não seriam ofensivas.”

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs