Busca

Categoria: Entrega


09:21 · 16.09.2018 / atualizado às 09:40 · 16.09.2018 por

 

Juiz Francisco Eduardo Scorsafava, presidente da Comissão de Segurança do Tribunal Regional Eleitoral

Satisfeito com o Plano de Segurança apresentado na última quinta-feira (13), pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), o presidente da Comissão de Segurança do Tribunal Regional Eleitoral cearense, juiz Francisco Eduardo Torquato Scorsafava, afirma que as eleições de 2018 acontecerão de forma tranquila.

“Muito (satisfeito). A Policia Militar tem sido uma grande parceira da Justiça Eleitoral, de forma que a população pode ficar tranquila. Nós teremos segurança. A gente espera um pleito com tranquilidade, com essa junção de forças, tanto da Policia Militar, da Polícia Civil, da Polícia Federal, das Forças Federais, de forma que a festa cívica ocorra na maior tranquilidade”, declarou.

Efetivo

A Operação Eleições 2018 disponibilizará 10.023 policiais militares para o primeiro turno das eleições, entre contingente normal e agentes mobilizados para o pleito. Apenas em Fortaleza, o reforço será de 1.500 policiais. Além da atuação local, o Tribunal Superior Eleitoral acatou pedido do TRE-CE para o envio de tropas federais para os cinco municípios cearenses com mais de 100 mil eleitores: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Sobral e Juazeiro do Norte.

 

 

17:55 · 22.11.2017 / atualizado às 17:55 · 22.11.2017 por

O deputado Manoel Santana (PT) destacou, na tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã de hoje, alguns de seus projetos de lei em tramitação na Casa. Um deles visa normatizar a dispensa de medicação com receituário médico.

“Destaco a importância de ajudar a pessoa que vai receber a medicação, poder ir com o receituário do médico e receber no posto de saúde. Isso hoje está impedido, porque foi construída uma burocracia, ás vezes, você tem a receita e tem o posto de saúde e porque o receituário não foi prescrito pelo médico do posto, não pode receber.

Manoel Santana destacou também outra proposta de sua autoria que visa fornecer microfones e auto falantes para os professores das escolas públicas estaduais, em razão dos profissionais usarem a voz por “várias horas por dia”, podendo prejudicar as suas cordas vocais.