Busca

Categoria: Equilibrio


11:02 · 12.12.2017 / atualizado às 11:02 · 12.12.2017 por

Fazendo menção à proposta de lei orçamentária (LOA) do Governo do Estado para o exercício de 2018 que está em tramitação na Assembleia Legislativa, o deputado Manoel Santana (PT) chamou a atenção para o equilíbrio fiscal que o Ceará deverá manter, no ano que vem, bem diferente da situação relatada pela vice-presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputada Liziane Bayer (PSB), há duas semanas, quando participou de audiência pública sobre o Orçamento.

Segundo a relatora do Orçamento de seu estado, apesar da proposta aprovada por lá ser de, aproximadamente, R$ 75 bilhões, superior aos quase R$ 26 bilhões previstos para o Ceará, 10% do recurso do Rio Grande do Sul será gasto para cobrir o déficit nas contas estaduais. Manoel Santana, por sua vez, ressaltou o esforço do governo cearense em manter os investimentos e os salários dos servidores em dia, além de ações para atração de novos negócios para o Estado.

“Várias Mensagens já passaram por essa Casa reconhecendo os direitos dos estridores, pagando algum tipo de gratificação, para estimular mais o servidor e temos mais uma Mensagem que chega a esta Casa, que institui a gratificação por risco de vida aos servidores da Adagri. E outras ações de fundamental importância, esse Complexo do Pecém, pra ele chegar ao que é hoje, foi preciso planejar rodovias de acesso e está em processo de consolidação que seria a Transnordestina. O sistema elétrico foi pensado, o abastecimento de água, essa ZPE em pleno vigor com estímulo fiscal para atrair empresas, que tenham tecnologia e gerar empregos pros cearenses”.