Busca

Categoria: Escclarecimeento


10:16 · 15.10.2017 / atualizado às 10:16 · 15.10.2017 por

A defesa do presidente Michel Temer se insurge contra o vazamento da delação de Lúcio Funaro, chamando de ação criminosa para prejudicá-lo, às vésperas da decisão da Câmara dos Deputados, sobre se autoriza ou não a abertura do processo contra o presidente da República, por obstrução de Justiça e corrupção passiva, segundo denúncia da Procuradoria-geral da República. Para a defesa de Temer, não se deveria dar ouvido a Funaro, por conta das ações criminosas a ele atribuídas.

A Colaboração ou Delação, como é amplamente conhecida, apesar de alguns desvios, tem sido, nos últimos anos, um importante instrumento para desvendarem  o desvio de recursos públicos, principalmente na esfera Federal, onde os volumes de recursos são deveras elevados.

Ninguém melhor para falar dos crimes senão os próprios criminosos. As defesas iniciais dos acusados, não deveriam ficar limitadas a um simples desmentido, embora, realmente, a ampla defesa aconteça nos autos da ação criminal. Mas a população merece, logo após conhecer a acusação, informações mais esclarecedoras sobre a não participação dos denunciados, principalmente quando se trata de figuras como o presidente da República, e outros detentores de mandatos eletivos.