Busca

Categoria: Espionagem


18:55 · 03.09.2013 / atualizado às 18:55 · 03.09.2013 por

Por Miguel Martins

O esquema de espionagem direta de atos da presidente Dilma Rousseff por parte do Governo Norte Americano repercutiu negativamente,  na Assembleia Legislativa. O deputado Lula Morais (PCdoB) criticou as ações do Governo de Barack Obama e ressaltou ser necessário que se acabe com o “ciclo de invasão” dos Estados Unidos no cotidiano dos demais países do mundo.
A reportagem sobre a espionagem foi divulgada no último domingo no programa Fantástico da TV Globo, e conforme ressaltou Morais, a matéria causou perplexidade nas pessoas que assistiram as imagens. O governo brasileiro chegou a dar um prazo de até uma semana para que o governo dos Estados Unidos esclareça as denúncias de espionagem feitas de atos da Agência de Segurança Nacional. A cobrança pelo monitoramento, que teria atingido a presidente foi feita pelo ministro de Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, em reunião com o embaixador dos EUA, Thomas Shannon, na manhã da última segunda-feira.
Após a reunião de emergência convocada pela presidente, também na segunda-feira, o Itamaraty deu início a uma série de conversas com outros países com o objetivo, segundo o ministro, de buscar uma regulamentação no âmbito mundial para proibir divulgação de dados de cidadãos e de governantes. “É importante que tenhamos provedores que possam arquivar nossas informações, para tirar da supremacia e da exclusividade dos Estados Unidos de terem essas informações”, ressaltou Lula Morais.
Ele lembrou ainda da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) proposta no Senado Federal para discorrer sobre o tema, visto que as denúncias agravaram mais ainda as relações entre Brasil e Estados Unidos. Segundo ele, o Governo brasileiro cogita levar a discussão sobre espionagem à fóruns internacionais para debater o que ele denominou de “crime contra os direitos humanos”.
“Precisamos acabar com o ciclo do que está acontecendo, pois essa é uma nova denúncia de espionagem dos Estados Unidos ao Brasil. A presidente Dilma inclusive cogita o cancelamento de viagem de estado em outubro ao País, caso o presidente Barack Obama não esclareça essa situação”, afirmou. O parlamentar le lembrou, no entanto, que o Palácio do Planalto descartou essa possibilidade de cancelamento de viagem da presidente.
“O Brasil não tem características de presença terrorista e mantemos boas relações políticas e comerciais com todos os países, principalmente com os Estados Unidos. Então por que se interessam em fazer uma investigação desse tipo? O Governo americano vai precisar se pronunciar”, afirmou. Morais reclamou ainda da tentativa dos Estados Unidos em invadir a Síria, visto que a opinião pública e até políticos em todos os países de mundo se mostram contrários à tal invasão. “Esse momento é de reflexão, porque fatos como esses podem desencadear uma guerra mundial”, apontou o comunista.

09:24 · 05.04.2013 / atualizado às 09:24 · 05.04.2013 por

Está no jornal Folha de S. Paulo de hoje, notícia relatando um pronunciamento do deputado federal Eudes Xavier, na Câmara Federal, denunciando a existência de uma rede de espionagem, no Ceará, montada pelo governador Cid Gomes e pelo ex-ministro Ciro Gomes.  Leia a íntegra da informação:

Deputado acusa irmãos Gomes de montar rede de espionagem no CE

Governador classifica como ‘disparate’ a acusação e diz que vai processar petista

DE BRASÍLIA

Em discurso no plenário da Câmara, o deputado Eudes Xavier (PT-CE) pediu ontem a investigação de uma suposta rede de espionagem de adversários montada pelos irmãos Cid Gomes (PSB), governador do Ceará, e Ciro Gomes, ex-ministro.

Xavier disse que recebeu “de uma fonte” cópia de e-mails trocados entre eles e secretários de Estado que provaria o esquema.

Em nota, o governador do Ceará classificou as acusações como disparatadas e mentirosas, disse que os e-mails são todos falsos e que ele e o irmão irão processar o petista na Justiça.

Os e-mails apresentados por Xavier têm a data de 2011 e se referem a uma suposta ação de Ciro Gomes contra o ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa (PR), um dos poucos adversários dos Gomes no Estado.

Em uma das supostas troca de e-mails, Ciro falaria a Cid que estaria disposto a tornar pública uma fita em que Pessoa achacaria empresários em Maracanaú.

ARAPONGAS

De acordo com os papéis apresentados por Xavier, Cid teria acionado secretários para conversar com Ciro e para ajudá-lo.

O ex-ministro também, afirma o petista, teria procurado a empresa de investigação Kroll.

O ex-prefeito Roberto Pessoa disse que os e-mails demonstram que os Gomes “inauguraram a primeira PPP de segurança pública do Ceará coordenada por Ciro, Cid e pela Kroll.”

A Folha não conseguiu contato com a Kroll.

(ANDREZA MATAIS E MARCIO FALCÃO)