Edison Silva

Categoria: Estatística dos candidatos


11:16 · 11.08.2018 / atualizado às 11:16 · 11.08.2018 por
Ciro Gomes e Kátia Abreu, do PDT, fizeram os mais recentes pedidos de registro de candidatura à Presidência e à Vice-Presidência da República, respectivamente, protocolados na sexta-feira (10) Foto: AFP

O fim do prazo para as convenções partidárias que definiram candidaturas à Presidência da República, entre outros cargos, acabou no domingo passado (5), mas até o momento apenas 5 dos 13 candidatos anunciados formalizaram o pedido de registro de candidatura, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os pedidos devem ser feitos até a quarta-feira (15).

Entre os que já protocolaram na Justiça Eleitoral a intenção de concorrer ao Palácio do Planalto estão os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Cabo Daciolo (Patriota) e Vera Lúcia (PSTU). Seus respectivos vices, caso as chapas sejam aprovadas pelo TSE, serão Kátia Abreu (PDT), Ana Amélia (PP), Sônia Guajajara (PSOL), Suelene Nascimento (Patriota) e Hertz Dias (PSTU).

Além dos 10 pedidos de registro de candidaturas a presidente e vice-presidente, foram feitos 36 pedidos para  governador (e igual número a vice-governador), 64 para senador (além de 64 para 1º suplente e 65 para 2º suplente), 1.374 para deputado federal, 2.498 para deputado estadual e 239 para deputado distrital, totalizando 4.386 pedidos de registros de candidatura.

Embora, ainda tenham pouco mais de quatro dias para entrar com esse tipo de protocolo junto à Justiça Eleitoral, os 35 partidos brasileiros só pediram o registro de um número equivalente a 19,5% do total de candidaturas observado em 2014. Naquele ano, foram 22.384 pedidos feitos, dos quais 21.162 foram validados.

Entre os candidatos que já protocolaram seus pedidos de registro, apenas três já tiveram suas candidaturas analisadas, todos do Acre. Janaína Furtado e Júlio César, ambos da Rede Sustentabilidade, concorrerão aos cargos de governador e vice-governador, respectivamente. O candidato a segundo suplente de senador Max da Silva Teodoro, também da Rede, renunciou e teve o pedido de desistência acolhido pela Justiça Eleitoral.

Outras estatísticas

O partido que mais fez pedido de registro de candidaturas até a publicação desse post foi o PSOL, que protocolou 655 pedidos. Por outro lado, o PRTB foi o que menos pedidos fez à Justiça Eleitoral: apenas 11.

Entre os 4.386 pedidos de registro, 69,1% são de candidatos homens e 30,9% de candidatas mulheres. O perfil médio dos candidatos que já protocolaram seus pedidos é de casados (52,3%), com idade entre 45 e 49 anos (15,91%), de cor branca (57,3%), com nível de escolaridade superior (53%). Entre os que declararam profissão, o maior número é de empresários, que representam 10, 3% do total de candidatos que fizeram o pedido de registro eleitoral.

No Ceará, foram feitos 133 pedidos de registro de candidatura, sendo 98 para deputado estadual e 35 para deputado federal. Apenas 4 partidos, Novo, PCdoB, PROS e PTB já fizeram pedidos de registro de candidatura no Estado. Nenhum dos cinco nomes anunciados nas convenções para governador do Ceará fez o pedido de registro de candidatura junto à Justiça Eleitoral até a publicação desta postagem.

11:45 · 17.08.2012 / atualizado às 11:45 · 17.08.2012 por

Os partidos políticos que participam das eleições deste ano no Ceará requereram à Justiça Eleitoral 14.600 registros de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador. As estatísticas de candidaturas divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  indicam que todas as legendas estruturadas com diretório ou comissão provisória nos municípios cearenses apresentam candidato a prefeito, vice-prefeito e vereador.

 Dos 29 partidos com o registro no TSE o Partido da Causa Operária é o único que está fora da disputa eleitoral deste ano, no Estado. As legendas com maior quantidade de candidatos são o PT com 1.370 (9,384%), o PSB com 1.184 (8,110%) e o PMDB com 1.126 (7,712%). Quem menos apresentou candidato foi o PSTU com apenas 13 (0,089%), o PCB com 47 (0,322%) e o PSOL com 124 candidatos o que corresponde a 0,849 do total.
Para disputar as 184 prefeituras cearenses os partidos requereram registro para 519 candidatos a prefeito e 13.550 candidatos a vereador. Na disputa pelas prefeituras vale ressaltar que a maioria dos candidatos tem curso superior completo e a soma dos candidatos com o grau de instrução superior incompleto e superior completo atinge um índice de 60,308%. Somente com nível superior completo existem 272 candidatos (52,408%) e com nível superior incompleto são 41, que representam 7,900% dos candidatos a prefeito.
As informações do Tribunal Superior Eleitoral sobre os candidatos a prefeito no Ceará, por grau de instrução, revelam ainda a existência de seis candidatos que apenas lê e escreve, 21 com o ensino fundamental incompleto, 33 com o ensino fundamental completo, 16 com o ensino médio incompleto e 130 com o ensino médio completo.
.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs