Busca

Categoria: Floexibilização


11:56 · 08.08.2018 / atualizado às 11:57 · 08.08.2018 por

O vereador Gardel Rolim (PPL) foi à tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza na manhã desta quarta-feira, 8, para lamentar os dados divulgados pela Fundação Abrinq, que apontaram para a volta do  crescimento da mortalidade infantil, após estagnação em mais de 25 anos, segundo dados referentes a 2016. De acordo com o parlamentar, houve “incompetência do SUS nesse ponto”.

Segundo ele, vários especialistas apontam que o crescimento dos casos deve-se ao teto dos gastos da União, que  foi aprovado pelo Congresso Nacional em dezembro daquele ano. Para o pepelista, é preciso que o texto seja, ao menos, flexibilizado, permitindo maiores investimentos em Saúde e Educação.

O pepelista aponta que, ao longo dos últimos anos, a União vem reduzindo sua proporção nos gastos com Saúde no País, o que vem sobrecarregando os municípios. “Ano passado, em Fortaleza, gastamos quase 30% do Orçamento com saúde”, diz.

E, apesar da falta de apoio de Brasília, Rolim declara que Fortaleza tem obtido bons resultados, inclusive com a manutenção da trajetória de queda da mortalidade infantil. “Saúde pública se mede por indicadores como esse”, diz.