Busca

Categoria: Folha de S.Paulo


09:40 · 14.08.2014 / atualizado às 09:40 · 14.08.2014 por

 Está na edição de hoje, do Jornal Folha de S.Paulo, a notícia sobre a pesquisa que o Instituto DataFolha fez no Ceará, sobre a eleição para governador do Estado, nos seguintes termos:

 “Eunício seria eleito no Ceará no 1º turno, aponta Datafolha

Senador do PMDB obteve 47%, contra 30% da soma de seus adversários

Peemedebista rompeu com atual governador, Cid Gomes; embora diga apoiar Dilma, tem na chapa siglas opositoras

DE FORTALEZA

DE SÃO PAULO
O senador Eunício Oliveira (PMDB) venceria no primeiro turno se a eleição para o governo do Ceará fosse hoje, aponta o Datafolha.O peemedebista aparece com 47% das intenções de voto –mais que a soma de seus rivais, que, juntos, têm 30%.Candidato dos irmãos Cid e Ciro Gomes (Pros), Camilo Santana (PT) registrou 19%. Eliane Novais (PSB) teve 7%, e Ailton Lopes (PSOL), 4%.

Outros 10% dos entrevistados declararam voto nulo ou em branco, e 13% disseram não saber em quem votariam.

O Datafolha entrevistou 1.108 eleitores entre segunda (11) e quarta (13), em 41 cidades. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa é a primeira do instituto após a oficialização das candidaturas no Ceará.

Eunício obteve melhor desempenho entre eleitores que consideram o governo da presidente Dilma Rousseff regular (56%). Já Camilo alcançou melhores índices entre quem considera as gestões Dilma e Cid ótimas ou boas (22% e 26%, respectivamente).

Os candidatos do PT, PSB e PSOL tiveram os maiores índices de rejeição –30%, 28% e 26%, respectivamente.

Já Eunício registrou o menor índice –16% afirmaram que não votariam no candidato peemedebista.

CENÁRIO

Eunício era aliado de Cid, mas rompeu a aliança por não ter recebido apoio do governador para a sucessão.

O senador diz sustentar a reeleição da presidente Dilma, mas tem apoio de siglas de oposição ao Planalto, como DEM e PSDB.

O candidato ao Senado em sua chapa é o ex-governador Tasso Jereissati, que apoia a candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência.

Eunício tem evitado associações com Aécio, mas tampouco tem defendido a reeleição de Dilma em discursos.

Já a escolha do candidato dos irmãos Gomes só foi definida a dois dias do prazo final das convenções partidárias, em junho.

A campanha de Camilo tem o marqueteiro que trabalhou com Cid em 2006 e 2010, e trocou o vermelho do PT pela cor amarela do Pros”.