Edison Silva

Categoria: Gastos na campanha


09:30 · 23.08.2016 / atualizado às 09:30 · 23.08.2016 por
O candidato divulgou ter recebido R$ 225 mil da direção nacional de seu partido, mas não divulgou quanto já foi gasto nos sete primeiros dias de campanha Foto: José Leomar
O candidato divulgou ter recebido R$ 225 mil da direção nacional de seu partido, mas não divulgou quanto já foi gasto nos sete primeiros dias de campanha Foto: José Leomar

Após a divulgação da prestação de contas do candidato a prefeito de Fortaleza Capitão Wagner (PR), na última sexta-feira (19), foi a vez de Ronaldo Martins (PRB) fazer a primeira divulgação das receitas que sua campanha arrecadou. Nesta segunda-feira (22), Martins divulgou ter recebido R$ 225 mil da direção nacional de seu partido. O candidato não divulgou, contudo, quanto já foi gasto nos sete primeiros dias de campanha.

Já Capitão Wagner informou ter arrecadado R$ 815 mil, sendo R$ 750 mil oriundos da direção nacional e outros R$ 65 mil da direção estadual do PR. Quanto às despesas informadas pelo candidato da coligação “Juntos Somos Mais” (que tem ainda PMDB, PSDB e SD), o valor chega a R$ 556.400,00, gastos em pagamentos a duas empresas diferentes.

Sistema

As informações quanto às prestações de contas de todos os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador do País estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no submenu “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais“.

Em Fortaleza, no entanto, apenas dois dos oito prefeituráveis já tiveram informações lançadas no sistema do TSE.

09:56 · 06.07.2012 / atualizado às 09:56 · 06.07.2012 por

Só os candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals (PSDB), Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PSB) estão prevendo gastar mais de R$ 40 milhões nesta campanha eleitoral. Alguns leitores do Diário do Nordeste, em comentários à matéria publicada hoje pelo Jornal, censuram o montante dos gastos.

Pior, os candidatos gastarão muito mais do que se comprometem perante à Justiça Eleitoral. Os números apresentados, embora os leitores achem muito elevados, eles são bem menores do que os que realmente serão contabilizados ao final.  Só com o pessoal de marketing e a produção dos programas de televisão e rádio,  alguns dos candidatos a prefeito da Capital vão gastar próximo de R$ 10 milhões.

Leiam o que escreveu um dos leitores do Diário do Nordeste sobre o que os candidatos pretendem gastar na campanha; “Nesta eleição como tantas outras infelizmente o Poder Econômico vai ser o x da questão. Por que será que isso acontece? Quem gasta dinheiro na eleição certamente ao ser eleito tentará recuperar o que perdeu. O problema é que nosso povo ainda se vende por quinquilharias e por troca de favores. Talvez por isso predomine na cidade funcionários terceirizados e diretores nomeados por vereadores que depois serão grandes cabos eleitorais. Não é por aí que se faz política? É importante ressaltar que a corrupção é uma marca de nosso povo infelizmente…”

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs