Edison Silva

Categoria: Gastos


17:07 · 29.06.2018 / atualizado às 17:07 · 29.06.2018 por

Após oficializado o número de eleitores por Estado nacional, o Tribunal Superior Eleitoral definiu o teto de gastos para as diversas campanhas no Estado. Pela nova legislação, os valores variam de acordo com o número de eleitores aptos a votar em 7 de outubro deste ano. O Ceará tem um total de 6.342.684 eleitores.

Segundo as definições do TSE, cada  candidato a governador do Estado do Ceará poderá gastar até R$ 9.100.000,00 no primeiro turno da disputa que fica encerrado no dia 7 de outubro. No segundo turno, cada um dos dois que ficarem para a nova eleição poderão gastar, individualmente, até R$ 4.550.000,00.

Para senador o teto de gastos será de R$ 3.500.000,00.

Para deputado federal o teto será de R$ 2.500.000,00

Para deputado estadual o teto é de 1.000.000,00.

Na disputa para os cargos de senador e deputados não há segundo turno.

Leia a informação que está no site do TSE:

Eleições 2018: TSE divulga limites de gastos de campanha e de contratação de pessoal

Informações podem ser consultadas no Portal do Tribunal na internet

TSE divulga limites de gastos de campanha nas Eleições 2016

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nesta quinta-feira (28), em seu Portal na internet, os tetos de gastos de campanha eleitoral por cargo eletivo e os limites quantitativos para contratação de pessoal a serviço das campanhas nas Eleições 2018.

Os tetos de gastos de campanha para os cargos de presidente da República, deputado federal e deputado estadual/distrital foram fixados em valores absolutos pela última reforma eleitoral promovida pela Lei nº 13.488, de 6 de outubro de 2017.

Os maiores limites estão previstos para o cargo de presidente da República, sendo de R$ 70 milhões para o primeiro turno das eleições, com acréscimo de R$ 35 milhões na hipótese de realização de segundo turno.

Nas campanhas para o cargo de deputado federal, foi fixado o teto de gastos de R$ 2,5 milhões. E, no caso dos candidatos a deputado estadual ou distrital, o valor máximo a ser gasto é de R$ 1 milhão.

Já para os cargos de governador de Estado e do Distrito Federal e de senador da República, os limites de gastos vão variar de acordo com o eleitorado da respectiva unidade da Federação. Por exemplo, nos estados com até um milhão de eleitores, as campanhas para o governo estadual devem respeitar o teto de R$ 2,8 milhões.

Contratação de pessoal

A campanha eleitoral de cada candidato deverá seguir legislação específica acerca dos limites quantitativos para a contratação direta ou terceirizada de pessoal para a prestação de serviços referentes a atividades de militância e mobilização de rua.

Os quantitativos para as Eleições Gerais de 2018 foram calculados por unidade da Federação, em conformidade com a regra fixada pelo art. 100-A da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições).

Os limites de gastos de campanha eleitoral e de contratação de pessoal para o pleito deste ano podem ser consultados no Portal do TSE.

11:39 · 13.02.2018 / atualizado às 11:39 · 13.02.2018 por

O prefeito Roberto Cláudio em sua mensagem de prestação de contas de 2017, apresentada no primeiro dia deste mês na Câmara Municipal de Fortaleza, quando falou da parte referente à Saúde pública, afirmou que 2,2 milhões de fortalezenses fazem uso do SUS (Sistema Único de Saúde), tornando assim o serviço municipal mais demandado pela população.

Fortaleza, segundo os últimos dados sobre sua população, tem um total de 2.627.482 habitantes, o que significa dizer que apenas 15% dos fortalezenses têm plano de saúde. No ano passado, segundo os números apresentados por Roberto Cláudio, a Prefeitura gastou com o item Saúde R$ 2.062.868.504, quase a soma do total investida em Educação (R$ 1.350.315.671) e em Urbanismo (R$ 721.762.008).

 

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs