Edison Silva

Categoria: Genro


09:31 · 06.08.2018 / atualizado às 12:21 · 06.08.2018 por

Por Marcio Dornelles

 

Dr. Leitão, abraçado pela filha, a ex-primeira dama do Ceará, Maria Célia, está candidato a deputado estadual pelo PPS, segundo dia, com o aval do genro Cid Gomes FOTO: HELENE SANTOS

Um dos personagens mais procurados e cumprimentados na convenção de PRTB, Patriota, PPL e PPS, no Pirata Bar, no último fim de semana, era o promotor aposentado Francisco Leitão Moura, sogro do ex-governador e pré-candidato ao Senado, Cid Gomes. Dr. Leitão, como é conhecido, disputará uma vaga na Assembleia Legislativa do Ceará pelo PPS, partido com o qual tem vínculo antigo. Ele deixou o PDT para se filiar à legenda comandada pelo ex-secretário de Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira.

Dr. Leitão chegou com a ex-primeira-dama do Ceará, Maria Célia, e outros quatro filhos. Com 30 anos de serviços prestados como promotor de Justiça, ele revelou que a candidatura teve o aval do genro Cid Gomes. “Tranquilamente me apoiou, sem sombra de dúvida. Só coloquei o meu nome à disposição do partido depois que eu tive o aval do ex-governador e ex-ministro Cid Gomes. Antes disso, não tinha nenhum posicionamento. Depois que conversei com ele, que nós tivemos um entendimento, consequentemente eu lancei a minha pré-candidatura”, disse.

O interesse em participar mais ativamente da política, segundo ele, tem relação direta com “a observação que se faz à falta de cuidados que se tem em relação às pessoas mais vulneráveis”. Citou, entre elas, idosas, dependentes químicos e pessoas com deficiências, grupos que, de acordo com ele, já recebiam atenção especial quando do trabalho como promotor. “É o somatório de que há a necessidade de que fortaleçamos, cada vez mais, instituições, essas pessoas, essa gente, para que possam ter a dignidade e o respeito do poder público.”

Segundo o concorrente à Assembleia Legislativa, há uma ligação forte com o PPS desde a primeira eleição de Cid Gomes ao Governo do Ceará, em 2006. Também destaca amizade com o presidente estadual Alexandre Pereira, que classificou de “um homem que sabe cuidar, e muito bem, de todos os seus liderados”.

Ciro e Camilo

Dr. Leitão também falou sobre o presidenciável Ciro Gomes e o governador Camilo Santana, que também tiveram importância na decisão de lançar candidatura a deputado estadual. “Temos um relacionamento de amizade já de muito tempo, é lá do Cariri. É do nosso meio, da nossa turma. Está fazendo um grande governo”, disse sobre o último. “Eu vejo na figura do Ciro como um grande candidato e a esperança desse Brasil”, finalizou.

A filha, Maria Célia, revelou que conheceu Cid Gomes em uma convenção do PPS em Juazeiro do Norte, quando o pai já participava de atividades do partido. Acostumada ao meio político, comentou que sempre acompanhou o trabalho do pai como promotor de Justiça e que a decisão foi apoiada pela família. “Ele colocou o nome à disposição. Se fosse bom pro partido, para o Estado, ele iria ser candidato. Foi colocado o nome dele. Conversando com Alexandre, Cid, Camilo e Ciro, e decidiram que seria pré-candidato”, disse a ex-primeira-dama do Ceará.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs