Busca

Categoria: Hipertensão


10:04 · 23.06.2014 / atualizado às 21:46 · 23.06.2014 por

O governador Cid Gomes (PROS)passou mal e desmaiou, ontem, quando discursava na convenção estadual do PDT, partido que compõe a base aliada do seu Governo, que acontecia no Ginásio esportes do Náutico Atlético Cearense. Cid falava já por uns dez minutos, quando interrompeu o discurso para beber água e, em seguida, demonstrou se sentir mal tendo que ser amparado por correligionários.
Cid foi colocado em uma cadeira por alguns minutos, chegando a vomitar e desmaiou. Mesmo com alguns médicos ao lado, o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, o deputado estadual Lula Morais e o vereador Iraguassu Teixeira, dentre outros, os se apressaram em tirá-lo de lá e nos braços ele saiu do palanque levado pelo deputado José Albuquerque com a ajuda do vice-governador Domingos Filho, para depois ser carregado por seguranças até à rua de onde foi levado de carro para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF).
O prontuário do governador no HGF já registra outras entradas dele com o mesmo problema: hipertensão. Medicado, pouco tempo depois saiu o comunicado oficial informando que ele sofrera uma “hipotensão postural”, ou seja uma queda de pressão arterial, rapidamente restabelecida (a pressão), recebendo em seguida alta. Por volta das 13h40 ele foi para a residência oficial. Na porta do hospital estavam o secretário da Saúde do Ceará e irmão do governador Ciro Gomes e outros políticos. Cid deixou o HGF sem contatos com os políticos e com a imprensa.
Antes de se sentir mal, Cid defendia a reeleição do deputado federal e presidente estadual do PDT, André Figueiredo, falava sobre a identificação de valores da atual gestão com os companheiros do PDT e destacava os feitos dos governos petistas do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff. Esta não é a primeira vez que o governador passa mal em eventos oficias, o mais recente foi em abril deste ano, durante a inauguração de uma policlínica em Limoeiro do Norte. Na ocasião, ele foi atendido por socorristas do Samu e trazido para Fortaleza de helicóptero. O outro caso aconteceu em 2012 durante a inauguração de uma rodovia em Quixeramobim, no Sertão Central.
Sucessão
Cid Gomes chegou à convenção acompanhado do prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio e dos pré-candidatos pelo PROS ao Governo do Estado, o vice Domingos Filho, o deputado José Albuquerque e o deputado Mauro Filho. Ele conversou com a imprensa sobre a sucessão estadual.
Cid afirmou que o PROS está seguindo um cronograma que tem como sequência partido, programas e por fim nomes. Ele explicou que, no momento, o partido continua concentrado em reunir o maior número de partidos e em definir um programa de Governo, e, por isso, a decisão dos nomes que irão compor a chapa majoritária só sairá nesta semana.
Cid ainda relatou que amanhã deve acontecer uma nova reunião com os 23 partidos que fazem parte da base e a presença de um novo aliado, o PRB. O encontro deve girar em torno das coligações proporcionais e do debate dos cinco grupos que estão cuidando de aprofundar programas nas áreas da saúde, segurança, educação, desenvolvimento e políticas sociais, como feito na última reunião.
“A gente está nesse momento compenetrado em reunir o maior número de partidos e definir um programa de governo”. O governador ainda classificou como natural as manifestações do PCdoB que defendem a manutenção da candidatura de Inácio Arruda ao Senado Federal, mas informou que ainda não é o momento certo para essa definição. “É natural que o PCdoB que tem um senador pleitear a manutenção de uma candidatura ao Senado, mas isso será debatido em grupo ao tempo certo”.